Arquivo da tag: Venezuela

O Chávez de Schrödinger (via Esparrela)

Por Artur Lascala

No momento em que este texto está sendo escrito, Hugo Chávez está vivo. No momento em que este texto está sendo escrito, Hugo Chávez está morto. O presidente perpetuamente eleito — recém eleito, inclusive — está, ao mesmo tempo, vivo e morto.

A condição do líder venezuelano, contrária ao senso comum e à experiência cotidiana, encontra guarida no campo da tanto inóspita quanto sedutora física quântica. Uma bem conhecida experiência mental é a do “gato de Schrödinger”. Trata-se da colocação, em um sistema absolutamente isolado, de um gato, um recipiente com um gás venenoso e uma fonte emissora de radiação capaz de quebrar o vidro com o gás. As emissões de radiação são aleatórias, de modo que elas podem ou não quebrar o vidro.

A surpreendente conclusão a que chegam os físicos é que, dada a impossibilidade de observar-se o atual estado do sistema e a particularidade da mecânica quântica, a afirmação correta a fazer-se a respeito do gato é que eleestá vivo e morto. Se a minha explicação de completo leigo não for suficiente (tenho certeza que não é), leiam aqui e vejam este vídeo aqui.

Continue Lendo via Esparrela

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

O diabo veste Chavez e o mar de lama no Brazil (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Belzebú em pessoa, subverte a moral e os bons costumes insuflando as massas analfabetas contra os homens de bens

Belzebú em pessoa, subverte a moral e os bons costumes insuflando as massas analfabetas contra os homens de benz

Preclaros homens de bens da confraria Hariovaldiana,

Na solerte campanha eleitoral que bolcheviques populistas cometem na Venezuela, solapando os valores da civilização cristã e aspergindo o vírus da lavagem cerebral comunista sobre a gentalha, via RNB, a Rede Neural Bolivariana, é cada vez maior o perigo do Anti-Cristo Chavez se reeleger.

Sabe-se hoje, graças ao jornal científico The Globe, que reproduziu artigo médico do prestigioso Doutor Merval, cirurgião oncológico e membro da ABLM – Academia Brazileira de Letras e Medicina, internacionalmente respeitado, que o mesmo assinou o atestado de óbito do caudilho sulamericano, sepultado em segredo na ilha do Mal, nas cercanias de Havana Velha.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

4 Comentários

Arquivado em Reblog

Enquanto isso, em Manaus…


A ponte sobre o Rio Negro, no Amazonas, tem 3.595 metros e liga as cidades de Manaus e Iranduba (a 27 quilômetros da capital).  A obra teve custo total de R$ 1,099 bilhão. É a  primeira ponte de grandes dimensões construída sobre um rio em solo amazônico é também a maior ponte estaiada (com 400 metros de trecho suspensos por cabos) do Brasil em águas fluviais e a segunda no mundo, atrás apenas da ponte sobre o rio Orinoco, na Venezuela. Bacana, hein ? Enquanto isso em Porto Velho, uma certa ponte sobre o Rio Madeira…

1 comentário

Arquivado em Ao Norte

Rafinha Bastos troca Rondônia por Roraima e Jacy-Paraná vai parar na fronteira com a Venezuela

O programa A Liga, exibido em rede nacional pela TV Bandeirantes nesta terça-feira, 6 , ía até bem mostrando a indústria do sexo num determinado bairro em Campinas/SP.  Mas ao citar o que seriam outros locais de prostituição a céu aberto, o apresentador Rafinha Bastos escorregou na Geografia e citou o distrito de Jacy-Paraná, a 90 quilômetros de Porto Velho como situado no Estado de Roraima. A equipe de produção deve ter faltado à aula no mesmo dia do apresentador-cômico e tascou uma animação gráfica jogando o distrito quase na fronteira com a Venezuela. Uma telespectadora comentou que “Rafinha fez isto para aliviar sua barra, porque ficou com a consciência pesada depois de sacanear Rondônia num vídeo.” Já a redação deste blog acha que deve ser uma das piadas de gosto discutível do cômico.

Deixe um comentário

Arquivado em Curta Milimetragem

8º Fest Cineamazônia : últimos dias para inscrições

Este slideshow necessita de JavaScript.

Produtores cinematográficos do Brasil e de outros países tem até o dia 27 de agosto para se inscrever na 8ª edição do Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental – Fest Cineamazônia. Esta será a primeira edição do festival com participação de filmes e vídeos em português e espanhol. O festival será realizado em Porto Velho, de 9 a 13 de novembro de 2010 e integra o circuito nacional de festivais.

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do www.cineamazonia.com. O festival é um meio de divulgação de produções audiovisuais de curta e média metragens, com duração máxima de 26 minutos. Podem ser inscritas produções realizadas a partir de 2005, limitando em três filmes ou vídeos por produtor.

Através de acordos de parcerias o festival receberá produções de países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e de nações Latinoamericanas. Durante o festival serão homenageadas personalidades do cinema nacional que estão sendo convidadas pela organização.

O Festival tem o apoio da Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Iaripuna e da Secretaria Municipal de Educaçao (Semed) e Iphan.

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Monte Roraima – Terra de lendas e plantas exóticas

Como todos os tepuis desta região, o Monte Roraima começou a ser desenhado há quase dois bilhões de anos, quando nem sequer os continentes apresentavam seus contornos atuais. O topo do Roraima é um lugar sinistro, sem referências geográficas em qualquer outra região da Terra. O exército de pedras escuras do platô, com formas e dimensões distintas que variam conforme a luz seria capaz de instigar a imaginação até do mais duro e cético dos escritores. Muitos trechos dos seus quase 90 km de área permanecem ainda intocados, seja pela dificuldade de acesso ou pelas crenças indígenas que os isolam. Para ser ter uma idéia, somente em 1976 é que o primeiro homem (o escritor venezuelano Charles Brewer-Carias) desvendou o impressionante Vale dos Cristais, local próximo ao ponto que marca a tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. Já as lendas mantidas vivas pelos índios fazem com que visitantes e estudiosos jurem ter visto criaturas pré-históricas, ou ouvido urros estranhos e horrendos quando alojados na área do Monte Roraima. Mas os únicos seres vivos devidamente registrados no topo do Monte são alguns insetos, entre eles a peculiar borboleta-tigre e o sapo de nome científico Oreonphynella Quelchii (é um sapinho preto da barriga vermelha, do tamanho da unha do dedão). Estima-se que pelo menos 400 tipos de bromélias e mais de 2.000 tipos de flores e samambaias compõem a diversidade da flora. Isoladas ao longo de milhões de anos, forçadas a adaptar-se por causa da falta de nutrientes do solo, elas evoluíram em novas espécies – as bromélias, por exemplo, criaram surpreendentes hábitos carnívoros, alimentando-se de insetos.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações