Arquivo da tag: textos

A nova crítica (via Ossos do Ofídio)

A crítica diz assim: “Li entre a madrugada e a manhã de hoje o Amar É Crime, novo livro do Marcelino Freire (veja versão e-book ao lado). Tudo muito rápido. Tava no computador, falando sobre Kindle com um amigo no Skype. Mencionamos o livro do Marcelino justamente por isso: editado por uma editora pequena brasileira, está lá no catálogo da Amazon. É um dos poucos títulos em português por lá neste momento em que a maioria das editoras daqui insistem no famigerado sistema DRM da Adobe  … Continue Lendo via OSSOS DO OFÍDIO

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Vá se ligando (via Ossos do Ofídio)

Noto, não é de hoje, o uso repetitivo, insistente de alguns verbos. Digo: fracos. Digo: verbos que aprendemos no primário. No secundário, não sei. Os pentelhos agarram no pé do nosso parágrafo. E não largam mais. Ai, ai. Quais? Eis: os verbos de ligação. A saber: ser, estar, parecer, permanecer, ficar, continuar e andar. Pode notar. Deles, é claro, o verbo “ser” ganha disparado.  Tudo é, tudo foi, tudo será. Até entendo.  … Read More via OSSOS DO OFÍDIO

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog