Arquivo da tag: Monte Caburaí

Sabe aquela expressão do “Oiapoque ao Chuí” ? esqueça .

Por  Beto Bertagna

Pode apostar com seus colegas de cerveja na mesa, você vai ganhar. Aquela história de que o Brasil ía do Oiapoque ao Chuí, quando tentavam dizer dos extremos norte ao sul dançou. Até porque pela geografia oficial,durante muito tempo o Cabo Orange, que fica no Oiapoque, estado do Amapá foi considerado o ponto extremo do norte do país. E rendeu até música, nas vozes de Teodoro e Sampaio:

“Arrumei as minha malas
E de viagem sai
Pra conhecer o Brasil
Do Oiapoque ao Chuí
E pra falar a verdade
Eu tenho muita saudade
De tudo que conheci”

Acontece, que já em 1931 a Serra do Caburaí aparecia como ponto extremo do norte brasileiro nas anotações do Capitão-de-Mar-e-Guerra Braz Dias de Aguiar, chefe da Comissão Brasileira Demarcadora de Limites.  Aguiar, então, concluiu que o ponto extremo Norte do Brasil era a Serra do Caburaí em detrimento do Monte Roraima.  O Estado recebeu o nome de Roraima em homenagem ao lendário e místico monte homônimo.

De fato, uma simples visualização cartográfica da região evidencia a localização mais setentrional do Monte Caburaí em relação ao Oiapoque, sem muito mistério. Basta olhar o mapa com um pouco de atenção.

Com base nestes dados é correto dizer que O Brasil vai do Caburaí ao Chuí. Para os poetas ainda fica mais bonito, porque há rima na frase, e fica até mais agradável de expressar. A expressão Do Oiapoque ao Chuí foi sempre mal interpretada como referindo-se aos pontos extremos do Brasil,  na verdade ela foi cunhada visando expressar a extensão do litoral brasileiro, facilmente visualizada nos mapas.

Portanto, para não cair no erro novamente, saiba diferenciar o extremo norte do país do início do litoral brasileiro,  na sua face norte.

O Ministério da Educação, já reconhece oficialmente o fato desde 1998, data em que obrigou as editoras de livros a ratificarem a informação nos livros didáticos, o que parece não ter adiantado muito, sendo a expressão popular errada do Oiapoque ao Chuí vista até hoje como correta pela maioria do povo brasileiro, inclusive (e infelizmente) pela mídia de uma forma geral (há exceções).

Em 2005, no mês de junho, esteve em Roraima uma equipe composta de 30 pessoas, entre elas Oficiais do IME-RJ, para conferir e registrar em GPS de alta precisão os pontos culminantes e os pontos extremos do Brasil: tendo o Monte Roraima definido com a 7ª montanha mais alta do Brasil e o Monte Caburaí como ponto extremo do país.

Portanto, em suas próximas rodas de papo de boteco, pode apostar: O Brasil vai do Caburaí ao Chuí.

Oiapoque e Caburaí eu não conheço, mas Chuí eu conheço bem. Fica a 20 km de Santa Vitória do Palmar, tem praias lindíssimas como a Barra e o Hermenegildo ( mais conhecido pelos íntimos como “Hermena”).Atravessou uma Avenida e pronto . Você está em Chuy, Uruguai, com suas parrilladas, cerveja Norteña, Patrícia e uma lendária fortaleza portuguesa tomada pelos espanhóis, a Fortaleza de Santa Tereza.

E tem outra também que é legal, mas que vai ficar para a próxima. Afinal, o Brasil é mais largo ou mais comprido? Façam suas apostas…

http://www.betobertagna.com /Joaquim Magno de Souza/ Roraima Adventures

E prá relaxar, Ié Ié Ié do Oiapoque ao Chui, com Marcelo Birck

E do Caburaí ao Chuí, do Platão Arantes Teixeira

Leia o blog atualizado

9 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

Sabe aquela expressão do "Oiapoque ao Chuí" ? esqueça .

Por  Beto Bertagna

Pode apostar com seus colegas de cerveja na mesa, você vai ganhar. Aquela história de que o Brasil ía do Oiapoque ao Chuí, quando tentavam dizer dos extremos norte ao sul dançou. Até porque pela geografia oficial,durante muito tempo o Cabo Orange, que fica no Oiapoque, estado do Amapá foi considerado o ponto extremo do norte do país. E rendeu até música, nas vozes de Teodoro e Sampaio:

“Arrumei as minha malas
E de viagem sai
Pra conhecer o Brasil
Do Oiapoque ao Chuí
E pra falar a verdade
Eu tenho muita saudade
De tudo que conheci”

Acontece, que já em 1931 a Serra do Caburaí aparecia como ponto extremo do norte brasileiro nas anotações do Capitão-de-Mar-e-Guerra Braz Dias de Aguiar, chefe da Comissão Brasileira Demarcadora de Limites.  Aguiar, então, concluiu que o ponto extremo Norte do Brasil era a Serra do Caburaí em detrimento do Monte Roraima.  O Estado recebeu o nome de Roraima em homenagem ao lendário e místico monte homônimo.

De fato, uma simples visualização cartográfica da região evidencia a localização mais setentrional do Monte Caburaí em relação ao Oiapoque, sem muito mistério. Basta olhar o mapa com um pouco de atenção.

Com base nestes dados é correto dizer que O Brasil vai do Caburaí ao Chuí. Para os poetas ainda fica mais bonito, porque há rima na frase, e fica até mais agradável de expressar. A expressão Do Oiapoque ao Chuí foi sempre mal interpretada como referindo-se aos pontos extremos do Brasil,  na verdade ela foi cunhada visando expressar a extensão do litoral brasileiro, facilmente visualizada nos mapas.

Portanto, para não cair no erro novamente, saiba diferenciar o extremo norte do país do início do litoral brasileiro,  na sua face norte.

O Ministério da Educação, já reconhece oficialmente o fato desde 1998, data em que obrigou as editoras de livros a ratificarem a informação nos livros didáticos, o que parece não ter adiantado muito, sendo a expressão popular errada do Oiapoque ao Chuí vista até hoje como correta pela maioria do povo brasileiro, inclusive (e infelizmente) pela mídia de uma forma geral (há exceções).

Em 2005, no mês de junho, esteve em Roraima uma equipe composta de 30 pessoas, entre elas Oficiais do IME-RJ, para conferir e registrar em GPS de alta precisão os pontos culminantes e os pontos extremos do Brasil: tendo o Monte Roraima definido com a 7ª montanha mais alta do Brasil e o Monte Caburaí como ponto extremo do país.

Portanto, em suas próximas rodas de papo de boteco, pode apostar: O Brasil vai do Caburaí ao Chuí.

Oiapoque e Caburaí eu não conheço, mas Chuí eu conheço bem. Fica a 20 km de Santa Vitória do Palmar, tem praias lindíssimas como a Barra e o Hermenegildo ( mais conhecido pelos íntimos como “Hermena”).Atravessou uma Avenida e pronto . Você está em Chuy, Uruguai, com suas parrilladas, cerveja Norteña, Patrícia e uma lendária fortaleza portuguesa tomada pelos espanhóis, a Fortaleza de Santa Tereza.

E tem outra também que é legal, mas que vai ficar para a próxima. Afinal, o Brasil é mais largo ou mais comprido? Façam suas apostas…

http://www.betobertagna.com /Joaquim Magno de Souza/ Roraima Adventures

E prá relaxar, Ié Ié Ié do Oiapoque ao Chui, com Marcelo Birck

E do Caburaí ao Chuí, do Platão Arantes Teixeira

Leia o blog atualizado

9 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações