Arquivo da tag: MinC

MinC lança edital de R$ 10,5 milhões. Audiovisual também é contemplado

O Ministério da Cultura publicou edital abrindo processo seletivo de apoio a projetos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). As inscrições vão até 24 de setembro. Os recursos serão divididos em cinco categorias. Um delas é referente especificamente a projetos voltados ao fomento de atividades, difusão de conteúdos e estímulo à inovação audiovisual. Podem participar órgãos da administração pública direta e indireta nos estados, municípios e Distrito Federal, além de instituições privadas de natureza cultural sem fins lucrativos com, no mínimo, três anos de atividade comprovada.
As inscrições devem ser realizadas exclusivamente por meio do Sistema SalicWeb, disponível no site do MinC e cada participante pode participar com apenas um projeto por categoria. Serão distribuídos, ao todo, R$ 10,5 milhões para projetos iniciados entre dezembro de 2012 e dezembro de 2013.
Os recursos serão divididos em cinco categorias, confira:
Categoria 1: Projetos que fomentem ou desenvolvam atividades voltadas para o processo de criação, formação, promoção, difusão, produção, divulgação e circulação, fruição de bens, serviços e expressões artísticas e culturais brasileiras.
Categoria 2: Projetos que fortaleçam espaços, redes e circuitos culturais, considerando os seguintes eixos: a) Cultura e Diversidade; b) Cultura e Cidadania; c) Comunicação e Cidadania; d) Gestão de Redes; e) Redes Criativas e Colaborativas; e f) Redes de Cooperação e Sistemas Locais de Inovação.
Categoria 3: Projetos que visam implantar, ampliar, modernizar e recuperar espaços culturais de acesso público, por meio de construção, reforma, aquisição de equipamentos e material permanente.
Categoria 4: Projetos que visam preservar, identificar, proteger, valorizar e promover o patrimônio cultural brasileiro, fortalecendo identidades e criando condições para sua sustentabilidade.
Categoria 5: Projetos voltados ao fomento de atividades, difusão de conteúdos e estímulo à inovação audiovisual.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Tabelas de serviço e mão de obra para projetos culturais

Apesar de haver algumas discrepâncias nas tabelas e preços quando for colocar no papel algum projeto da área cultural que pretenda incentivo, como a lei Rouanet, vale a pena consultar os indicadores da cultura, com valores de 225 ítens de serviços e mão de obra rotineiramente usados na área da produção cultural. O estudo foi realizado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) e incluiu pesquisas em 6 capitais brasileiras :  Belém, Recife, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Foram consultadas as tabelas de sindicatos e associações, de fornecedores e taxas de serviços públicos. Evidentemente alguns estados do Norte, como Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá terão preços completamente diferenciados, pela distância e carência de mão de obra especializada.  Pela proposta, esta primeira relação de valores teve como base o mês de agosto de 2011.  Vá diretamente aos arquivos através dos links em PDF >  Mão de obra  e  Serviços

Divulgada lista de serviços audiovisuais Plano Brasil Maior

A Nomenclatura Brasileira de Serviços, Intangíveis e outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio (NBS), e suas Notas Explicativas (NEBS), foram publicadas no dia 2 de abril, através do Decreto nº 7.708. A NBS classifica nacionalmente os serviços e possibilita a elaboração, fiscalização e avaliação das políticas públicas de forma integrada. O capítulo 25 da Nomenclatura descreve os serviços de apoio à produção audiovisual e relacionados, que são definidos como aqueles que contribuem para a realização da obra, conforme a seguinte lista : Serviços de gravação de som / Serviços de gravação de som em estúdio / Serviços de gravação de som ao vivo / Serviços de produção de programas de rádio e televisão, videoteipes e filmes / Serviços de produção de programas de televisão, videotapes e filmes / Serviços de produção de programas de rádio / Serviços de pós-produção de obras audiovisuais / Serviços de edição de obras audiovisuais/ Serviços de duplicação e transferência de obras audiovisuais / Serviços correção de cor e restauração digital de obras audiovisuais/ Serviços de efeitos visuais em obras audiovisuais/ Serviços de animação / Serviços de legendas, títulos e dublagem em obras audiovisuais /Serviços de projeto e edição de som em obras audiovisuais / Outros serviços de pós-produção em obras audiovisuais / Serviços de agenciamento pela comercialização de obras audiovisuais / Serviços de projeção de filmes

NEBS apresenta o detalhamento de cada um dos pontos acima citados, apontando inclusive os itens que não podem ser enquadrados nos referidos serviços.  O objetivo do plano para o audiovisual é investir e fortalecer as cadeias produtivas e proteger a indústria nacional, atuando em formação e qualificação de mão de obra, buscando desonerar os elos da atividade do setor e desburocratizando todos os processos e entraves ao desenvolvimento do audiovisual no Brasil.  Confira aqui mais informações sobre o Plano Brasil Maior.


Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Nem a mais, nem a menos : tabelas de serviço e mão de obra para projetos culturais

Apesar de haver algumas discrepâncias nas tabelas e preços quando for colocar no papel algum projeto da área cultural que pretenda incentivo, como a lei Rouanet, vale a pena consultar os indicadores da cultura, com valores de 225 ítens de serviços e mão de obra rotineiramente usados na área da produção cultural. O estudo foi realizado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) e incluiu pesquisas em 6 capitais brasileiras :  Belém, Recife, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Foram consultadas as tabelas de sindicatos e associações, de fornecedores e taxas de serviços públicos. Evidentemente alguns estados do Norte, como Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá terão preços completamente diferenciados, pela distância e carência de mão de obra especializada.  Pela proposta, esta primeira relação de valores teve como base o mês de agosto de 2011.  Vá diretamente aos arquivos através dos links em PDF >  Mão de obra  e  Serviços

Divulgada lista de serviços audiovisuais Plano Brasil Maior

A Nomenclatura Brasileira de Serviços, Intangíveis e outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio (NBS), e suas Notas Explicativas (NEBS), foram publicadas no dia 2 de abril, através do Decreto nº 7.708. A NBS classifica nacionalmente os serviços e possibilita a elaboração, fiscalização e avaliação das políticas públicas de forma integrada. O capítulo 25 da Nomenclatura descreve os serviços de apoio à produção audiovisual e relacionados, que são definidos como aqueles que contribuem para a realização da obra, conforme a seguinte lista : Serviços de gravação de som / Serviços de gravação de som em estúdio / Serviços de gravação de som ao vivo / Serviços de produção de programas de rádio e televisão, videoteipes e filmes / Serviços de produção de programas de televisão, videotapes e filmes / Serviços de produção de programas de rádio / Serviços de pós-produção de obras audiovisuais / Serviços de edição de obras audiovisuais/ Serviços de duplicação e transferência de obras audiovisuais / Serviços correção de cor e restauração digital de obras audiovisuais/ Serviços de efeitos visuais em obras audiovisuais/ Serviços de animação / Serviços de legendas, títulos e dublagem em obras audiovisuais /Serviços de projeto e edição de som em obras audiovisuais / Outros serviços de pós-produção em obras audiovisuais / Serviços de agenciamento pela comercialização de obras audiovisuais / Serviços de projeção de filmes

NEBS apresenta o detalhamento de cada um dos pontos acima citados, apontando inclusive os itens que não podem ser enquadrados nos referidos serviços.  O objetivo do plano para o audiovisual é investir e fortalecer as cadeias produtivas e proteger a indústria nacional, atuando em formação e qualificação de mão de obra, buscando desonerar os elos da atividade do setor e desburocratizando todos os processos e entraves ao desenvolvimento do audiovisual no Brasil.  Confira aqui mais informações sobre o Plano Brasil Maior.


Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Carta Aberta à Sociedade Brasileira – Secretaria do Audiovisual do MinC

A Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, em atendimento ao clamor de algumas entidades e de alguns profissionais independentes do setor audiovisual brasileiro, reconhecendo a legitimidade do pleito, torna público o que segue:

1) Em respeito à significativa parcela de concorrentes que encaminharam suas propostas no período estabelecido pelos editais, a SAv decide não prorrogar a data de inscrição dos cinco editais de apoio à produção de obras cinematográficas, inéditas e de desenvolvimento de projetos para o ano de 2011/2012.

2) O prazo de inscrição das propostas no Sistema Online será encerrado nesta sexta-feira, 10 de fevereiro, às 23h59.

3) Os concorrentes que inserirem suas propostas no Sistema Online de Inscrição até às 23h59, do dia 10 de fevereiro, terão prazo até o dia 16 de fevereiro, às 23h59, para conclusão e envio da proposta, quando o sistema estará definitivamente bloqueado para qualquer tipo de movimentação.

4) Com relação aos orçamentos dos projetos inscritos no edital nº 5 – Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas do Gênero Documental, Inéditas – será disponibilizada ferramenta para upload do arquivo dos mesmos em formato PFD, conforme prevê o item 4.3 deste edital, o que não exclui a obrigatoriedade do preenchimento das informações orçamentárias solicitadas no Sistema Online de Inscrição, conforme prevê o item 4.3.

5) Em relação a alguns argumentos de que há discrepância entre a documentação exigida no edital e os campos obrigatórios de preenchimento constantes no Sistema Online de Inscrição, esclareço que:

– Este sistema é parte integrante do edital. Para fins de julgamento dos projetos, a comissão de seleção irá avaliar as informações solicitadas nos editais;

– O conjunto de informações obtidas pelos editais e pelo Sistema Online de Inscrição servirá como importante instrumento de mapeamento de dados do setor, com o objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento e a construção de novas políticas para o desenvolvimento da atividade audiovisual no Brasil.

A decisão desta Secretaria não configura nenhum tipo de contradição de informações tendo em vista o estabelecido no item 4.5 dos editais nº 01 e nº 05, e no item 4.8 dos editais nº 02, nº 03 e nº 04: a inscrição implicará o conhecimento e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste edital e no Sistema Online de Inscrição, das quais o concorrente não poderá alegar desconhecimento.

Esta ação baseia-se na certeza de que os resultados oriundos dos editais traduzir-se-ão em ganho expressivo para a sociedade brasileira que poderá desfrutar do talento e da diversidade dos criadores, realizadores, produtores e autores independentes brasileiros.

As perguntas mais frequentes e respostas às dúvidas sobre os editais poderão ser consultadas no link http://www.cultura.gov.br/audiovisual/fomento/perguntas-frequentes/.

Ao finalizar, agradeço a atenção e desejo bom trabalho a todos.

Brasília, 10 de fevereiro de 2012.

ANA PAULA DOURADO SANTANA

Secretária do Audiovisual

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Audiovisual do MinC: encerra hoje à meia-noite prazo dos editais

Os cinco editais da Secretaria do Audiovisual (SAv/MinC) estão com inscrições abertas até esta sexta-feira, 10 de fevereiro. O sistema receberá as propostas até às 23h59, quando será encerrado. Os editais abrangem todas as regiões do país e foram concebidos para apoiar obras de baixo orçamento, curtas-metragens e documentários, além de contemplar roteiristas profissionais e estreantes. Confira abaixo os editais:

1) Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas, Inéditas, de Ficção, de Baixo Orçamento

2) Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Inéditas de Curta Metragem, do Gênero Ficção, Documentário e Animação

3) Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Estreantes

4) Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Profissionais

5) Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas do Gênero Documental inéditas

Inscrições: http://www.cultura.gov.br/audiovisual/fomento/c/editais/   Mais informações: concurso.sav@cultura.gov.br

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Editais da Secretaria do Audiovisual do Minc tem inscrições até dia 10 de fevereiro

Os cinco editais da Secretaria do Audiovisual (SAv/MinC) estão com inscrições abertas até o dia 10 de fevereiro. Os editais abrangem todas as regiões do país e foram concebidos para apoiar obras de baixo orçamento, curtas-metragens e documentários, além de contemplar roteiristas profissionais e estreantes.

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas, Inéditas, de Ficção, de Baixo Orçamento – apoiará, com até R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), a produção de 10 (dez) projetos.

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Inéditas de Curta Metragem, do Gênero Ficção, Documentário e Animação – fomentará a produção de até 25 (vinte e cinco) projetos, destinando apoio individual no valor de até R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Profissionais – tem o objetivo de selecionar até 13 (treze) projetos, que terão apoio individual no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).

Edital de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos Inéditos, de Ficção para Roteiristas Estreantes – irá fomentar a produção de até 10 (dez) projetos, com o valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) para cada um.

Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas do Gênero Documental inéditas – prevê a seleção de até 5 (cinco) projetos, destinando apoio individual no valor de até R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

Inscrições: http://www.cultura.gov.br/audiovisual/fomento/c/editais/   Mais informações: concurso.sav@cultura.gov.br

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

8º Fest Cineamazônia : últimos dias para inscrições

Este slideshow necessita de JavaScript.

Produtores cinematográficos do Brasil e de outros países tem até o dia 27 de agosto para se inscrever na 8ª edição do Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental – Fest Cineamazônia. Esta será a primeira edição do festival com participação de filmes e vídeos em português e espanhol. O festival será realizado em Porto Velho, de 9 a 13 de novembro de 2010 e integra o circuito nacional de festivais.

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do www.cineamazonia.com. O festival é um meio de divulgação de produções audiovisuais de curta e média metragens, com duração máxima de 26 minutos. Podem ser inscritas produções realizadas a partir de 2005, limitando em três filmes ou vídeos por produtor.

Através de acordos de parcerias o festival receberá produções de países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e de nações Latinoamericanas. Durante o festival serão homenageadas personalidades do cinema nacional que estão sendo convidadas pela organização.

O Festival tem o apoio da Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Iaripuna e da Secretaria Municipal de Educaçao (Semed) e Iphan.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias