Arquivo da tag: México

Jason de Caires Taylor e a Evolução Silenciosa

Cancún, na costa leste mexicana, ganhou mais uma atração: uma instalação subaquática com cerca de 200 figuras humanas , “A Evolução Silenciosa“, do artista inglês Jason de Caires Taylor. Localizada no fundo do mar do Parque Nacional Costa Ocidental de Isla Mujeres, Punta Cancún e Punta Nizuc a obra ocupa 150 metros quadrados  pesa cerca de 70 toneladas. Esculturas confeccionadas em cimento foram colocadas sobre o leito do mar ao largo da Península de Yucatanlitoral do México, nas proximidades de Cancún. O conjunto é denominado Museo Subacuatico de Arte. As esculturas de pessoas exprimem as expressões das próprias comunidades locais e procuram representar as mudanças de geração, desde os Maias até o multifacetado mundo moderno. Os turistas podem transitar por essa linha do tempo com equipamento de mergulho, submarinos ou embarcações de fundo transparente.

A oposição entre “incentivo ao turismo” e “preservação ambiental” pode até parecer inevitável. Nesse contexto, porém, o trabalho de Taylor traz alguma esperança. É justamente disso que trata uma das obras,  “A Jardineira da Esperança” , uma jovem latina observando sua coleção de vasos, cujas “flores” foram  cultivadas com fragmentos de corais vivos, recolhidos de recifes danificados.

Esse é o diferencial do trabalho do inglês em relação a outros escultores do gênero. Em vez de brigar com a ação da natureza, o artista procura incorporá-la a suas obras. Os materiais utilizados, além de não prejudicarem o meio ambiente, favorecem a multiplicação da vida marinha.

O parque de esculturas deverá atrair a atenção dos turistas de modo que a pressão sobre os recifes naturais será amenizada ao mesmo tempo em que serão criadas condições favoráveis para o surgimento de novos pontos de concentração de vida marinha pois permitem a recuperação dos recifes de corais naturais, já que desviam parte do fluxo de mergulhadores.

Ainda há vida inteligente no planeta… O site do artista é  (www.underwatersculpture.com)

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Primeiros Pés

O fotógrafo inglês Tom Robinson, junto com sua mulher, Verity criou um site muito interessante para quem gosta de fazer aquelas fotinhos prontas para o Facebook. As fotos com os pés dos dois aparece em todos os lugares que o casal visitou (e foram muitos !). Confira aqui ! E depois , com a chegada da filha Matilda, passaram a ser 6 pés. Genial ! São mais de 90 fotos maravilhosas dos pés  de Tom e Verity que cruzaram Portugal, Bélgica, Croácia, Áustria, Romênia, Bulgária, Suíça, França, Tailândia, Camboja, Vietnã, Singapura, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Chile, Argentina, Brasil, Bolívia, Peru, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, Belize e México.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Primeiros Pés

Este slideshow necessita de JavaScript.

O fotógrafo inglês Tom Robinson, junto com sua mulher, Verity criou um site muito interessante para quem gosta de fazer aquelas fotinhos prontas para o Facebook. As fotos com os pés dos dois aparece em todos os lugares que o casal visitou (e foram muitos !). Confira aqui ! E depois , com a chegada da filha Matilda, passaram a ser 6 pés. Genial ! São mais de 90 fotos maravilhosas dos pés  de Tom e Verity que cruzaram Portugal, Bélgica, Croácia, Áustria, Romênia, Bulgária, Suíça, França, Tailândia, Camboja, Vietnã, Singapura, Austrália, Nova Zelândia, Índia, Chile, Argentina, Brasil, Bolívia, Peru, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, Belize e México.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Festcineamazônia seleciona produções entre 400 inscritos

Letícia Sabatella participou do Festival em 2010

Mais de 400 produções estão inscritas para a seleção da 9ª edição do Festcineamazônia – Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental, que acontecerá em Porto Velho, durante os dias 15 a 19 de novembro, no Teatro Banzeiros, com entrada grátis. As inscrições encerraram no dia 31 de agosto e os filmes e vídeos inscritos passam pelo processo de seleção por um júri técnico.

 A comissão julgadora é autônoma em suas decisões para escolher as produções que concorrerão na mostra competitiva do festival. A premiação será nas categorias: animação, experimental, ficção, documentário e vídeorreportagem ambiental. Os filmes e vídeos concorrem ao cobiçado troféu Mapinguari.

 Filmes do Brasil, Moçambique, Uruguai, Bolívia, Chile e México estão inscritos na fase seletiva. Entre esses estão o argentino Noche Sin Fortuna, o chileno Mitomana, e o boliviano El Ascensor.

 Cerca de 30 produções rondonienses também buscam a classificação para a mostra competitiva. Geovani Berno concorre com o documentário Nos Palcos da Vida: Raízes do Porto 18 Anos, e Rudney Prado com o experimental Candiru.

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte