Arquivo da tag: Lei de Gerson

O “Cristão” vai voltar para casa. Reproduzido a pedido de internauta acreano.

Paraguai quer seu canhão de volta

Por Beto Bertagna

O retorno do canhão “Cristão”, exposto no Museu Histórico Nacional , no RJ e de um virtual arquivo militar, que muitos historiadores dizem que não existe,  foi lembrado pelo vice-presidente do Paraguai, Federico Franco, durante recente solenidade oficial.

Franco disse que a volta do canhão “Cristão” iniciaria a cicatrização da ferida provocada pela guerra ocorrida entre 1865 e 1870.

O ato de Franco aconteceu em Cerro Corá, onde foi morto o Ditador Francisco Solano Lopez pelas tropas brasileiras. O canhão “Cristão”tem este nome porque foi construído com pedaços de sinos de igrejas. O artefato foi capturado em 1868,durante a batalha que tomou a Fortaleza de Humaitá, no rio Paraguai.

Já historiadores brasileiros, lembram que o Paraguai exibe como troféu de guerra uma lancha em Assunção, que poderia ser repatriada para o Brasil. O Brasil enviou para a guerra cerca de 140 mil homens, dos quais uns 50 mil morreram . Os contingentes incluíram, além do Exército, os “voluntários da pátria” -enviados  à força para o combate, entre eles escravos que substituíram filhos da elite. Para qualificar o conflito lembra-se a carta escrita pelo barão de Cotegipe para o barão de Penedo, em maio de 1866. Nela, há um trecho eloquente: “Maldita guerra, atrasa-nos meio século!”.  Lula autorizou a devolução ,que está agora em trâmites administrativos.

Uma coisa é certa . A pendenga não será resolvida durante a Copa, pelo menos enquanto os dois países exibirem chances de chegar à grande final, talvez sul-americana.

NR : Um internauta acreano, que não vou identificar, me mandou um e-mail sugerindo que , nas negociações de troca do artefato com o Paraguai, seja incluída a vinda para o Brasil do fenômeno da Internet e da Copa, Larissa Riquelme. Este pessoal  inventa cada coisa…

1 comentário

Arquivado em Notícias

O "Cristão" vai voltar para casa. Reproduzido a pedido de internauta acreano.

Paraguai quer seu canhão de volta

Por Beto Bertagna

O retorno do canhão “Cristão”, exposto no Museu Histórico Nacional , no RJ e de um virtual arquivo militar, que muitos historiadores dizem que não existe,  foi lembrado pelo vice-presidente do Paraguai, Federico Franco, durante recente solenidade oficial.

Franco disse que a volta do canhão “Cristão” iniciaria a cicatrização da ferida provocada pela guerra ocorrida entre 1865 e 1870.

O ato de Franco aconteceu em Cerro Corá, onde foi morto o Ditador Francisco Solano Lopez pelas tropas brasileiras. O canhão “Cristão”tem este nome porque foi construído com pedaços de sinos de igrejas. O artefato foi capturado em 1868,durante a batalha que tomou a Fortaleza de Humaitá, no rio Paraguai.

Já historiadores brasileiros, lembram que o Paraguai exibe como troféu de guerra uma lancha em Assunção, que poderia ser repatriada para o Brasil. O Brasil enviou para a guerra cerca de 140 mil homens, dos quais uns 50 mil morreram . Os contingentes incluíram, além do Exército, os “voluntários da pátria” -enviados  à força para o combate, entre eles escravos que substituíram filhos da elite. Para qualificar o conflito lembra-se a carta escrita pelo barão de Cotegipe para o barão de Penedo, em maio de 1866. Nela, há um trecho eloquente: “Maldita guerra, atrasa-nos meio século!”.  Lula autorizou a devolução ,que está agora em trâmites administrativos.

Uma coisa é certa . A pendenga não será resolvida durante a Copa, pelo menos enquanto os dois países exibirem chances de chegar à grande final, talvez sul-americana.

NR : Um internauta acreano, que não vou identificar, me mandou um e-mail sugerindo que , nas negociações de troca do artefato com o Paraguai, seja incluída a vinda para o Brasil do fenômeno da Internet e da Copa, Larissa Riquelme. Este pessoal  inventa cada coisa…

1 comentário

Arquivado em Notícias