Arquivo da tag: Edson Caúla

Ernesto Melo : se o bloco faz 20 e o poeta faz 60 só sai no Galo quem agüenta

Por Antônio Serpa do Amaral Filho

Com o slogan momesco “Se o Bloco faz 20 e Poeta faz 60, só sai no Galo quem agüenta”, a vida e a obra do cantor e compositor Ernesto Melo é tema da Sociedade Cultural Galo da Meia Noite, um dos maiores cordões carnavalesco da região norte brasileira. O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, Edson Caúla, na última sexta-feira, dia 16.09, durante a apresentação da Companhia Musical Fina Flor do Samba, no Mercado Cultural, no centro histórico de Porto Velho. Surpreendendo o homenageado e o público presente, Caúla divulgou oficialmente a escolha de Ernesto Melo para tema do Galo da Meia para o carnaval de 2012, em razão do compositor ter completado 60 anos de vida e ter contribuído com suas inúmeras composições para a identidade cultual do povo de Rondônia, fazendo músicas tanto para o carnaval da capital rondoniense quanto para o acervo da música popular porto-velhense, especialmente no gênero samba. A ala de compositores do bloco será convocada para produzir as marchas que irão contar e cantar na avenida a vida e a obra do sambista.

foto : Thércia

foto : Thércia

Ernesto Melo, casado com Maria Erenir Coral dos Santos Melo, é filho de Dona Tereza Bento de Melo e do já falecido Esmite Bento de Melo. O Poeta da Cidade, como é chamado no meio artístico, começou cedo sua trajetória artística. Sua produção musical abrange hoje mais de cem peças musicais feitas durante mais de 40 anos de atuação no meio cultural. Ao ouvir o anúncio da sua escolha como tema do Galo, ele ficou muito emocionado, principalmente por coincidir com o advento dos seus 60 anos de idade. Ainda durante a apresentação no Mercado Cultural, o grupo musical Fina Flor do Samba dedicou especial homenagem ao líder da troupe, entoando com o coro do público a composição “Cantando em Tom Maior ”, composta por Basinho, exaltando a chegada do cantor à popularmente chamada melhor idade.

Samba composto em 19 de agosto de 2011 – em comemoração aos 60 anos de Ernesto Melo

Cantando em tom maior
De: Basinho
Tom: Am7

Am7
O poeta fez sessenta anos
E toda cidade vai cantar
Venceu todos os seus desenganos
Encontrou o amor que quis amar
O poeta fez sessenta anos
E toda cidade vai cantar
Venceu todos os seus desenganos
Encontrou o amor que quis amar

Erenir – o amor que o poeta quis pra si
Erenir – o amor que o poeta quis pra si
Erenir – o amor que o poeta quis pra si

Olha a Fina Flor
Olha meu amor – tá só que canta – Bis
Pois cada canção é uma esperança
Que no amanhã a vida seja bem melhor
Cantando com o poeta em tom maior – Bis
Meu amor…

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte