Arquivo da tag: Asfaltão

Vai meu samba de Porto – o melhor samba, o que mais gosto e o que mais quero

Por: Altair Santos (Tatá)*

Ufa, pensei que não ia dar tempo! Hoje eu não podia deixar de falar pro meu samba. No apagar da luz, cheguei cansado da apressada e repleta agenda de hoje e, sem refrescar, vou direto ao assunto. Ainda é quinta-feira, mas logo será sexta-feira e com ela amanhecerá o sol de 2 de dezembro – Dia Nacional do Samba, dia do meu, do seu, do nosso tão querido e inesgotável samba de ontem de hoje, de amanhã e de sempre. O samba que, como nenhuma outra música ou ritmo, identifica, embala e representa tão bem o povo brasileiro, é o nosso DNA musical. Por isso, vai meu velho e bom samba! Te esquiva, faz cintura no requebro da mulata e sai miudinho, passa limpo, ligeiro, faceiro, sem perder a cadência, passa leve e solto, vai bonito e envolvente pelos pés do passista e permeia por entre essa enxurrada de mau-gosto e coisa ruim que a indústria cultural derrama, às toneladas, todo dia contra os nossos quengos e sai lá na frente, bem adiante e, como sempre, levanta ileso, fiel a ti e aos teus. Podem pensar que não, mas, aqui nesta nossa urbe, o samba também é maravilhosamente arrebatador, envolvente. O rufar do surdo, sob os acordes do cavaco, chama um saculejo e propõe um ziriguidum de moral. Pandeiro e ganzá se misturam a vozes e batidas na palma da mão e pronto, tá feito o samba. Aí vão-se as horas e o samba – leia-se balanço sabor Brasil – se apossa de nossas vidas, despe as nossas almas e veste nelas as indumentárias de Babá e Neguinho Orlando, Bola Sete, Leônidas Carol O’chester, Ari Barroso e Noel Rosa, Cartola e outros mais.   Acho – desculpem a imprecisão de dados – mas os dois extremos do samba aqui em Porto Velho estão, numa ponta com João Henrique Manga Rosa, na a letra e melodia: “triângulo teu passado e tua glória, tuas cabrochas, tua história, tudo isso há de ficar…” e no outro extremo, o Mercado Cultural com a Fina Flor do Samba, onde ecoam os sambas dos nossos autores locais e de outros ícones nacionais. É o samba, o homem e o tempo colecionando valores, fazendo história, escrevendo a memória. Em pontos eqüidistantes – entre Manga Rosa e o Mercado Cultural – estão ainda vivas algumas escolas de samba da capital, além de velhos e novos baluartes e personagens. Nos arriscamos a incorrer na omissão (por esquecimento) de alguns nomes, mas não nos furtaríamos de fazer especial ressalte aos bambas Ernesto Melo, Waldemir Pinheiro da Silva (Bainha), Sílvio Macêdo dos Santos (Sílvio Santos) e Antonio Chagas Campos (Cabeleira). Há quem não os goste. Porém, negá-los, é renunciar em somatória, mais de 200 anos de experiência, em se tratando de samba, distribuídos entre o quarteto de bambas. A partir deles, quanto samba bom, quanto samba! Mais, quanto sambista bom! E não paramos: Dentre as escolas de samba, as resistentes, as novas e as que não mais existem, todas ainda nos reconduzem ao ânimo. A Caiari há tempos se foi mas ainda é igualmente linda como a Castanheira, que também não mais está. A cidade porto que abriga tribos culturais de várias linguagens, acomoda-se nas tardes de sábado em temperadas rodas de samba. Seja no Asfaltão (tenda do tigre ou bar do Calixto), seja no Mercado Cultural, nas casas, bares e outros redutos de paticumbum, formamos uma confraria cujo mote é fazer e se permitir ser parte ou todo, do samba nosso de cada dia. Hoje não tem jeito, é pegar a amada pelo braço e, com jeitinho, riscar o salão escrevendo um samba ode à sua majestade, do dia, o próprio samba. Aos sambistas de Porto, todos eles, sejam cantores, compositores, intérpretes ou aficionados, a nossa homenagem e saudação.

(*) O autor é músico e Presidente da Fundação Cultural Iaripuna / tatadeportovelho@gmail.com

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Pirarucu do Madeira ! Diplomatas vence e é bi em Porto Velho

Os internautas acertaram o resultado da enquete feita por este site, e cravaram a Diplomatas do Samba como a provável vencedora do Carnaval 2010 em Porto Velho. E não deu outra. Com o resultado, a cinquentenária escola é bi-campeã do Carnaval de Porto Velho.

A escola nasceu em 4 de novembro de 1958 com o nome de Prova de Fogo, tendo Tário de Almeida Café como seu primeiro presidente.

Por sugestão do sambista paraense Bizigudo, adotou-se o nome Universidade dos Diplomatas do Samba depos reduzido para Os Diplomatas do Samba.

De sua fundação até 1970 a escola venceu todos os títulos do carnaval de rua de Porto Velho. Na década de 1970 a sua hegemonia foi quebrada pela Pobres do Caiari. Os Diplomatas, entretanto, voltaram a vencer em 1975, 1976, 1977, 1984, 1987, 1980 e 1997. Os Diplomatas também foi a escola que ganhou o primeiro título do carnaval de rua de Rondônia em 1982.

Além dos títulos já citados ganhou os seguintes carnavais: 1984, 1987, 1990, 1997 e 2009. E agora em 2010 , sagra-se bicampeã ! Valeu Diplomatas !

Veja a classificação oficial :

1. Diplomatas 186,2 pts Escute aqui o samba da Diplomatas.
2. Asfaltão 182,8 pts Samba enredo do G.R.E.S. Asfaltão
3. São João Batista 180,7 pts Samba enredo da S. J. Batista
4. Radio Farol 156 pts Samba enredo da Rádio Farol
5. Armario 178,1 pts Samba enredo da Armário Grande
6. Imperio 151,6 pts Samba enredo da Império do Samba

Resultado da Enquete feita pelo site http://www.betobertagna.com, no período que antecedeu o carnaval  e encerrada na terça-feira, dia 16, às 12:00 hs

Prá quem já caiu, se recuperou, chacoalhou as asas e ainda vai cair na gandaia nestes dias momescos aqui vai um roteiro sem GPS, sem bússola, azimuth quebrado, sem trena, sem régua, sem relógio de pulso, de bolso, de parede, sem cuco,  de onde tem batuque, tamborim e mulheres(homens) bonitas(os) e diversos genéricos e assemelhados. Convém conferir o produto, a origem e a sua validade. Alguns tem que ser descartados na quarta-feira de cinzas, porque podem fazer mal à saúde e provocar graves e desagradáveis efeitos colaterais.
Aos voadores, os radares foram desligados e a biruta foi recolhida. O vôo agora é visual, meu irmão e a frequëncia do rádio é incerta !

Fotos da  Banda do Vai Quem Quer,  by Sérgio Ramos

Dias de desfile dos blocos :

Dia 16 , na terça de carnaval , saem :

Pirarucu do Madeira( Duque Caxias/ Rogério Weber/ P. Machado/ Joaquim Nabuco/ Carlos Gomes/ R.  Weber/ D. Caxias)

Porto Fla( Pinheiro Machado/ Tenreiro Aranha/ Carlos Gomes/ Rogério Weber/ Pinheiro Machado.)

Bloco ARERÊ & CIA, ( circuito P. Machado/ Joaquim Nabuco/ Carlos Gomes/ Rogério Weber/ P. Machado )

Bloco JAMAICA,Rua José Amador dos Reis e Plácido de Castro

CARNALESTE, com circuito na José Amador dos Reis e Plácido de Castro

Escolas de Samba de Porto Velho e as letras dos sambas :

Unidos da Rádio Farol (clique e faça o download em word das letras dos sambasA LENDA DAS BRUXAS, NO IMAGINÁRIO POPULAR ”  , autor: Carlinhos Maracanã, samba: Carlinhos Maracanã , intérpretes: Felipe e Moisés.

Acadêmicos do Armário Grande , com o tema ” SOU PÉROLA DO MAMORÉ, MUITO PRAZER SOU GUAJARÁ-MIRIM., autor: Antônio Cândido,  samba: Torrado e intérprete: Torrado) Fotos do desfile da Armário AQUI

Diplomatas do Samba, com o samba ” O TEMPO E A VIDA NAS ASAS DA ASTROLOGIA ” , de autoria de Dulce, samba: Carlinhos Maracanã e intérprete: Júnior.

Escola de Samba Imperio,com o tema ” LENDAS E MISTÉRIOS DA AMAZÔNIA “, autor: Jorge Macumba, samba: Jorge Macumba e Audízio e intérprete: Audízio   Confira fotos do desfile AQUI

Acadêmicos do São João Batista com o samba ” PAZ PARA O MUNDO VEM DA ENERGIA DOS ORIXÁS ” , autor: Élcio, Samba: Mávilo Melo, Walcy e Banana Split  intérprete: Banana Split.

Asfaltão, que traz no samba o tema ” SOU CABOCLO BEIRADEIRO, FILHO DESTE CHÃO, PORTO VELHO É MEU ORGULHO É MINHA PAIXÃO ” , de autoria de Eduardo Dias, samba: Toninho Tavernard e Eduardo Tavernard , intérprete: Marcelo Luna.

Os resultados das escolas campeãs do Carnaval 2010 serão conhecidos na terça-feira, dia 16.

Integrantes da primeira Escola de Samba de Porto Velho, a “Deixa Falar”, fundada por Bola Sete e outros moradores na década de 40. Extraído do imprescindível livro “Revelando Porto Velho”, do fotógrafo e documentarista Luiz Brito.

27 Comentários

Arquivado em Notícias