Arquivo da tag: Adazir & Edgley

Adazir & Edgley

Edgley(violão) & Adazir em ação. MPB em alta. Cortesia da foto : Silvio Pullig, ex-Nômades.

Pode até chover canivete, mas  os caras vão se encontrar de novo prá fazer uma MPB de primeira,  afinal eles estão juntos desde 1990.

Um sózinho já é o Adazir & Edgley.

Ora, o Kleiton não é o Kleiton. O Kleiton é o Kleiton & Kledir.

Mas é melhor ainda quando estão em dupla. Os mais novatos em PVH ainda não sabem direito qual é o Adazir e qual é o Edgley.  Matemos então a charada !

Adazir é fã de Caetano e Edgley se liga mais em João Bosco, talvez do tempo da parceria com Aldir Blanc.

Como nem tudo é perfeito , Adazir é flamenguista. Edgley, mais sensato, é vascaíno. De qualquer forma são democráticos e aceitaram colocar um adesivo do Exército Gremista na percussão multimídia do Adazir.

E topam tocar o que pedem os fãs, fazocas, semi-bêbados, semi-analfabetos, artistas frustrados, chatos de plantão, gente bacana, bonita e sincera e outras figuras da riquíssima fauna que frequenta as noites portovelhenses. Já tocaram junto com o Marão num projeto bem bacana que provou que baixo também pode entrar em música de barzinho. (Por falar nisto, cadê o Marão, um cara daquele tamanho é meio difícil de se esconder !).

Sábado eles alegram a nossa conversa fiada no Canteiros Bar, do Ruy que, enquanto isto, vai nos empurrando macaxeira frita (êpa!!) e Antárctica gelada goela abaixo.  A noite segue e eles desfiam um repertório prá lá de variado, de Zéca Baleiro até  Engenheiros do Haway, que certa vez disseram que primeiro resolveram fazer a banda e depois aprenderam a tocar. Mas bem, isto já é outra história.

Bom, quem quiser contratar este pessoal gente fina prá uma festa na empresa ou na sua casa, é só ligar no (69)9231 1811,  8467 7270 ou  9218 1796. Vai atender certamente o Adazir & Edgley, mas faça de conta que é uma pessoa só que tá no telefone e converse normalmente.

Tenho dito !

(Ops. Quem quiser me seguir no twitter :  http://twitter.com/betobertagna )

8 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações