Arquivo do mês: dezembro 2012

Diário dos homens bons homenageia as bodas de herói brasileiro (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Feliz a pátria que possue a seu serviço uma imprensa livre e ética, na mão de poucos, mas justos e intelectualmente honestos homens de bens e benz, (perdoando pelo pleonasmo), sem a imposição de regulamentações autoritárias, aliás sem qualquer necessidade de regulamentação, tamanha a isenção e seriedade com que a gentalha é informada.

Feliz a pátria em que heróis perseguidos pela sanha populista de ateus bolivarianos bolcheviques, são homenageados em suas bodas, assunto de interesse público, por uma magnífica cobertura.

Feliz a pátria em que nossos (das pessoas de qualidade, das que contam, dos bem nascidos, naturalmente) órgãos de informação e notícias transbordam boas intenções e homenageiam quem realmente merece.

Feliz a pátria em que governos comunistas e populistas são tratados como merecem.

Graças a San JoséMaria de Escrivá Balagüer e a San Francisco Franco,  é o caso da Terra de Vera Cruz, também conhecida como Estados Unidos do Brazil, que possue uma imprensa livríssima de propriedade de   grandes   filhos  da  pátria.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Hoje, dia 31 tem Bloco Mistura Fina

Saindo do Bar do Antônio Chulé, neste dia 31 um dos mais tradicionais blocos de carnaval de Porto Velho dá as suas caras ao ano que chega, reunindo sambistas, foliões, curiosos, avulsos, passantes e bêbados pelo percurso oficial. O bloco sai no final da tarde  pela Joaquim Nabuco, Mal Deodoro, Almirante Barroso, Avenida Brasilia, Av. Sete de Setembro, pedaço da Avenida Nações Unidas, Tenreiro Aranha, Carlos Gomes e volta ao Antônio Chulé, na rua Bolívia.  A concentração começa às 2 da tarde, com muita cerveja gelada e farinha de trigo pronta prá pintar de branco o folião, que certamente estará “comemorando” o aumento dado ao prefeito, secretários e vereadores de Porto Velho neste último dia do ano. Quá !

2 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Deu no G1 : Brasileiro vai à Bolívia recuperar motocicleta roubada na fronteira

Foto: Helen Batista/G1

Jociane Pereira Marques, uma dona de casa de Guajará-Mirim (RO), no noroeste do Brasil,  teve que investigar por conta própria o paradeiro de sua motocicleta, um modelo de 150 cilindradas, roubada no dia 19. O veículo foi levado para Guayaramerín, cidade boliviana fronteiriça localizada do outro lado do Rio Mamoré depois que dois homens em outra motocicleta a abordaram, apontando  uma arma para ela e exigindo que entregasse a motocicleta

Devido a greve da Polícia Civil em Rondônia, o roubo não foi investigado e então o marido de Jociane, Francisco Rodrigues da Silva, resolveu investigar por conta própria.

Francisco foi até Guayaramerín e alugou um mototaxi para percorrer as ruas da cidade. Francisco conta que logo encontrou a motocicleta de Jociane.  “Quando passei perto dela [motocicleta] a reconheci, pedi para o mototaxista dar uma volta, quando cheguei perto tomei a chave do boliviano e a levei para a delegacia”, relata.

Continue Lendo via G1

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Sapatos contra o racismo. O natal em que fui barrado na portaria da Rádio Nacional (via Mamapress)

Neste  dia de natal, acordei pontualmente às 6 horas da manhã. Planejara dormir até mais tarde, para aproveitar o feriado, depois de ceiar com a família  no Brasil, pela primeira vez em minha casa depois de 22 anos.

Muito suco, pernil feito pela minha filha Moema, com pouco sal como o papai precisa, e sobretudo muito carinho.

Estamos no dia 25, são 6 horas da manhã e a pressão sanguínea e o coração, me alertam, e me acordam intranquilo. Como não sou perú de natal, saio mesmo depois da véspera, para caminhar, e meditar sobre o que me incomoda e penso:

O que a gente não faz para estar no Programa Tema Livre na Rádio Nacional, com o amigo Luiz Augusto Gollo e convidados para um papo estimulante no dia 24, na véspera do natal?

A gente  bota o despertador prá tocar às 6 da manhã, bota a cozinha nos conformes com todos os ingredientes, para  que minha filha Moema Petri Romão inicie o preparo da Ceia;

Olha no computador os temas que deseja falar na retrospectiva de 2012;

Acorda a outra filha Papoula Sofie que deseja filmar o programa e partimos sem tomar café,  para a sede provisória da Rádio Nacional, abrigada agora lá no quartel da TV Brasil, na Gomes Freire;

Anda em 2 ônibus e uma barca para o Rio de Janeiro, em um dia daqueles  quentíssimos, em  que peixe sai de casa com abanador e guarda-sol.

Continue Lendo via Mamapress

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Sem palavras em cem palavras

000020-MLP-Pessoa

Texto e foto de Valéria del Cueto

cem palavras assim sem fim dia noite sorte morte mar água ar areia praia sol lua lugar carinho saudade lembrança vontade amizade flor união sedução gentileza ação pensamento firmamento estrela luz breu raio trovão tempestade fogo maré murmúrio música samba  alegria distancia momento feliz família querencia ausência força tamanho destino visão bruxa magia pessoa  pequena menino mulher plural irreal animal comitiva comida tempero peão  espada corte sentimento grandeza solidão calor frio movimento imagem moagem sensibilidade olhar equipamento deslocamento desapego viagem trilha lugar amolar pantanal  pampa ponta leme mata pé molhado desenho livro história memória brinquedo miragem ideal esperança desejo você

*leia como quiser, pontue como puder

* Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Essa crônica faz parte da série “Ponta do Leme”,  do SEM FIM… delcueto.cia@gmail.com

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

A farsa do fim do mundo (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Preclaros, nem mesmo nos Maias se pode confiar, em tempos de domínio petralhístico. Em primeira mão, neste sítio combativo e anti comunista ateu, desvendamos mais esta conspiração, a ser comprovada pelos ilustres servidores da inteligência nacional, como nosso prestimoso Coronel Lalado e demais membros (ops) da forças semi armadas em consistência “frapê”. Em breve, mais esta tentativa conspurcante apocalíptica será publicada no semanário dos homens bons e consumidores do bom feno, acatadas pelo MP, com o apoio do osculador mor Beijo do Gordo II, antigo discípulo deste pobre padre que vos escreve.

Tudo foi minuciosamente planejado, desde o aparecimento do deus PAUAHTUN , famoso por ser cachaceiro, um verdadeiro pau d’agua (de onde deriva seu nome Maia). Segundo o Popol Vuh (escritura sagrada), com o apoio de outro meliante e pretendente ao trono que competia somente aos deuses bons, VUCUB CAQUIX, o arrogante, posteriormente condenado e enjaulado pelo transmorfo.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Arte Contemporânea: sobre nossa dificuldade de pensar e fazer (via filosofia cinza)

Nossa experiência com a arte, seja como artistas ou como seus apreciadores depende de nossa compreensão da arte. A compreensão que é um campo amplo e aberto depende, por sua vez, de algo bem mais estreito: um conceito. O conceito é o eixo em torno do qual se situa nossa compreensão. É com conceitos que nos entendemos, que elaboramos nossa visão de mundo, das coisas, de nós mesmos. A compreensão da arte acontece, por exemplo, quando vemos um quadro, uma peça de teatro e, desde a delimitação do objeto que já temos previamente estabelecida em nosso contexto cultural, pensamos “isso é arte”. Aí podemos gostar dela ou não. O gosto não nasce sozinho, sem um conceito prévio que nos indica que podemos compreender, e que logo podemos aceitar o que vemos, ouvimos ou sentimos. Por outro lado, chamamos de arte contemporânea aquilo que vemos e que, todavia, não conseguimos delimitar muito bem. Se não a entendemos é que não temos um conceito preciso do que ela seja. Ela escapa aos nossos conceitos prévios e, por isso, nos perturba.

Continue Lendo via Filosofia Cinza

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

O Inferno de David Carr (via Epimenta)

Gosto de ler a coluna do David Carr no site do The New York Times.

Ele escreve sobre mídia, jornalismo, televisão, cultura pop, sempre irônico e classudo no texto, mas um tanto intimidador no vídeo. Assista-o em ação entrevistando os fundadores do VICE no documentário Page One.

Ando pensando nele. Acho que temos coisas em comum, além de fazermos aniversário no dia 8 de setembro. Na verdade, acho que você também tem um pouco de Carr.

Durante anos, bebeu quantidades monumentais de álcool e gostava de cocaína. Tornou-se um viciado em crack, injetava coca na jugular, traficou para sustentar o vício, foi preso, perdeu empregos, amigos, casamentos e a guarda das duas filhas gêmeas. Depois de vários rehabs, deu a volta por cima.

Carr escreveu a história — aparentemente o clichê perfeito da superação — e a publicou em livro nos Estados Unidos, em 2008. Em português ficou A noite da arma (Record, 413 páginas), bem traduzido por José Gradel, um relato pungente, de tirar o fôlego, para usar dois clichês de uma só vez.

Continue Lendo via Epimenta

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Vale-coxinha dos federais vai a R$ 373

A partir de 1º de janeiro de 2013, o valor mensal do auxílio-alimentação dos servidores públicos federais (apelidado de vale-coxinha) passa para R$ 373,00.

O valor único será pago aos servidores da administração pública federal direta, autárquica e fundacional em todo o território nacional. A autorização foi dada por meio da Portaria 619, publicada hoje (27) no Diário Oficial da União.

Os funcionários do Legislativo, Ministério Público e do Judiciário recebem cerca de R$ 660.

A  campanha da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) é pela isonomia , afinal se supõe que os estômagos dos funcionários dos Três Poderes sejam semelhantes.

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Depressão de fim de ano? (via Canal Higea)

Por Fernando Fernandes

O final do ano é uma época de encontros, confraternizações e felicitações em diversos níveis. Para a maioria das pessoas é um período feliz do ano. Compartilhar momentos descontraídos com colegas de trabalho, amigos e familiares traz satisfação e alegria. Contudo, para algumas pessoas o período de final de ano é marcado por sentimentos de tristeza, solidão ou angústia, o que a mídia leiga está denominando “depressão de fim de ano”. A compreensão e a validade desse  conceito serão discutidas nesse post.

Além de ser um período de festas, o final de ano também é um período de reflexão.  Revisamos nossas metas, sucessos e fracassos do ano que passou, nas diversas áreas da vida: pessoal, profissional, sentimental, etc. Períodos de reflexão são necessários e podem trazer repercussões emocionais e comportamentais muito produtivas para nossas vidas. Nesses momentos temos oportunidade de avaliar quais estratégias deram certo, para valorizá-las e reforçá-las no futuro e quais comportamentos geraram maus resultados, para corrigi-los ou extingui-los. Parece-me uma boa oportunidade para crescimento, não acha? No entanto nesses momentos muitas pessoas perdem-se em sentimentos de culpa, autocomiseração e pessimismo.  Como fazer então para que nossa autoavaliação seja útil em nos tornar mais produtivos e felizes?

Continue Lendo via Canal Higea

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Um Deus anônimo (via leonardoBOFF.com)

Como homem, Jesus é como todos os homens: um trabalhador, carpinteiro como seu pai, José e um camponês mediterrâneo. Nem super-herói nem um especialmente piedoso que chamasse a atenção.

Era um homem de vila, tão pequena, Nazaré, que nunca é citada em todo o Antigo Testamento, talvez com uns 15 casas, não mais. Participou do destino humilhante de seu povo, subjugado pelas forças de ocupação militar romana. Nenhum documento da época falou dele, fora dos evangelhos. Não era conhecido nas rodas nem de Jerusalém e muito menos de Roma.

Como diz ironicamente o poeta Fernando Pessoa, Jesus não tinha biblioteca e não consta que entendesse de contabilidade. Ele é um anônimo no meio da massa do povo de Israel.

O fato de ter sido a encarnação do Filho de Deus não mudou em nada essa humilde situação. Deus quis se revelar nesse tipo de obscuridade e não apesar dela. E precisamos respeitar e aceitar esse caminho escolhido pelo Altíssimo.

A lição a se tirar é cristalina: qualquer situação, por humílima que seja, é suficientemente boa para encontrar Deus e para acolhermos a sua vinda nos labores cotidianos.

Jesus, disse São Paulo, não se envergonhou de ser nosso irmão. E efetivamente é nosso irmão, não só porque quis se revestir de nossa humanidade, mas é nosso irmão, principalmente por ter participado de nossa vida cotidiana, tediosa, sem brilho e renome, a vida dos anônimos.

Disso tudo tiramos essa singela lição: a vida vale a pena ser vivida assim como é – diuturna, monótona como o trabalho do dia-a-dia – e exigente na paciência de conviver com os outros, ouvi-los, compreendê-los, perdoá-los e amá-los assim como são.

Ele ainda é nosso irmão maior, enquanto dentro desta vida de luz e de sombra, viveu tão radicalmente sua humanidade a ponto de trazer Deus para dentro dela, um Deus próximo, companheiro de caminhada, energia escondida que não nos deixa desesperar face aos absurdos do mundo.

Por isso, precisamos, a despeito de tantos pensadores desesperados e céticos reafirmar: o Cristianismo não anuncia a morte de Deus. E, sim, a humanidade, a benevolência, a jovialidade e o amor incondicional de Deus. Um Deus vivo, criança que chora e ri e que nos revela a eterna juventude da vida humana perpassada pela divina.

Leonardo Boff
Semana do Natal, 26/12/2012.

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Eu cansei! (via cafés mexidos!)

Houve tempos, nem tão distantes assim, em que eu tinha certeza de ter encontrado o meu lugar. Era nítido, era claro, era maravilhoso… era uma mentira.
Naquelas poucas semanas, me lembro de sentir dois extremos: um gratificante alívio por não me importar com absolutamente nada e conseguir dormir com a mente vazia à noite, e um enorme NADA. Até hoje não consegui escolher o que eu prefiro. Não consigo escolher se prefiro dormir tranquila, porém vazia, ou se prefiro viver nesse tormento sem fim que dilacera e põe fogo em tudo que passa, deixando nada mais que cinzas. Porque pelo menos na segunda opção eu sinto algo.

Por alguns dias – riam comigo – eu jurava que tinha finalmente entendido o amor. Após ter considerado a morte em vez de viver num mundo onde eu não tivesse quem eu queria, após ter afirmado a mim mesma que meu  destino era seguir amando a mesma pessoa o resto da vida sem ser correspondida, podia jurar que havia entendido o amor, seus motivos, suas regras e seus caminhos. Podia jurar que não precisava mais dele para ser feliz. E foi quando joguei meu coração no abismo de um novo falso amor, como um alcoólatra que precisasse tomar apenas uma dose de uma garrafa inteira de whisky à seu dispor para provar que conseguia se controlar.

Continue Lendo via cafés mexidos!

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Se Tudo Der Errado, Farei Tudo Outra Vez (via Um Travesseiro para Dois)

Sem querer e se eu pudesse gostaria de desfazer, mas o tempo e você me fizeram cultivar uma casca em mim que eu não consigo quebrar. É que agora antes de lembrar das vezes que a gente sorriu, lembro das vezes que me fez chorar, e de todas, lembro de todas, sério, eu lembro de todas as vezes que eu tentei ter teu riso mais uma vez, de todas as vezes que insisti, de todas as ideias que eu tive, todas as atitudes que tomei, as mensagens que mandei e todas as vezes que telefonei. Eu lembro de tudo e se hoje eu sou alguém que você não conhece direito, entenda, a culpa é toda sua.

Nasci pra mergulhar nos dias da minha vida, não rosto de ficar a beira-mar. Eu preciso de mais, preciso do máximo e de toda a força, nem que eu me arrependa amanhã. Com isso, assumo o risco de sofrer a pior das dores quando algo não der certo, ao passo que é grande a possibilidade de viver a maior da felicidade ao encontrar um motivo novo pra celebrar as coisas boas da vida.

Igual a você, hoje eu também mudei.

Continue Lendo via Um Travesseiro para Dois

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Para-choque de blog

“Porquê entrar para a Marinha , quando você pode ser um pirata ? (Steve Jobs)

 

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Feliz Ano Novo

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Sentimento natalino

Por Erika de Souza Bueno

Em vez de lojas e supermercados repletos, que os nossos corações estejam em igual modo cheios do maior presente que Deus nos deu, Jesus, o homenageado nesta data.

Em vez da loucura do trânsito ainda mais caótico na proximidade desta importante data festiva, que não haja distância e nem congestionamentos que nos impeçam de estar com quem amamos.
Em vez da dor de cabeça pela noite maldormida, que as nossas mentes venham a estar dispostas a planejar mais momentos com a família durante o próximo ano.

Em vez de estômago indisposto pelos excessos da alimentação na noite do dia 24, que em nosso coração não haja mal-estar para receber aqueles que precisam se sentir queridos.

Que diante da mesa farta, não venhamos nos esquecer de tantas e tantas pessoas que estiveram em grandes apertos para conseguirem se alimentar nesse ano.

Que diante da euforia ao abrir os presentes, venhamos nos lembrar de que precisamos estar mais presentes também em outras datas, mesmo que, em vez de alegria, haja tristeza, dor e dificuldades.

Que o olhar de cada criança cheia de vida venha nos encher de força para lutarmos por dias melhores para elas e para tantas outras que veem suas infâncias interrompidas pela violência da imoralidade.

Que a sujeira da casa no dia seguinte venha nos ensinar que ser feliz realmente dá muito trabalho, mas é preço que compensa ser pago para termos por perto aqueles a quem desejamos o bem.

Nosso Natal precisa ser mais significativo, pois simboliza o Nascimento de Jesus. Ele nasceu e nos aproximou de Deus, ensinando-nos a compreender o real sentido da vida.

Ensinou que temos muito que aprender com a pureza de cada criança, perdoando sem ressentimento, agindo com sinceridade a qualquer preço, sabendo divertir-se sem malícia e devaneios.

Ensinou que a família é uma das suas mais lindas bênçãos concedidas à humanidade e que, como tal, precisa de proximidade, zelo, carinho e amor.

Ensinou que Ele mesmo é o Caminho, o qual, mesmo sendo estreito, conduz-nos a uma vida mais íntegra, mais pura, mais próxima a Ele.

A Ele a nossa mais sincera e singela gratidão por, simplesmente, existir dentro daqueles que abrem o coração para recebê-lo.

A você, querido leitor, os nossos mais sinceros votos de um Feliz Natal cheio de vida, amor e paz.

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Homem bom perseguido por morar bem (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Vejam só aonde nós chegamos nesta ditadura comunista maléfica, onde a perseguição injusta e descabida assola todos aqueles que não compactuam com os modos e hábitos da gentalha ignara e de seus representantes infames. Não bastasse infestarem as cidades da nação com suas moradias padrão soviético a que chamam de ‘Minha casa, minha vida‘ (argh), quebrando a tradição brasileira da favela e dos cortiços para os pobres, num claro incitamento a sublevação social, tônica do regime vigente no país, ainda querem questionar os de bem, aqueles que vivem na humildade e na simplicidade, quanto mais não seja, em um modesto apartamento perdido em alguma região de Paris.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Para-choque de blog

“Nunca imites ninguém. Que a tua produção seja como um novo fenômeno da natureza” – Leonardo da Vinci

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“A persistência é o caminho do êxito” – Charles Chaplin

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“O único homem que está isento de erros é aquele que não arrisca acertar” – Albert Einstein

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“Por mais longa que seja a caminhada, o mais importante é dar o primeiro passo” – Vinícius de Moraes

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Com qualquer tinta eu tento…

Texto e foto de Valéria del Cueto

Se me lês, é por que não foi dessa vez. Não chegamos ao fim do mundo. Mas temos e estamos no inferno na terra de sempre, com uns laivos de esperança para quem tem fé. E olhe lá.
Praia, praia, praia e nada mais. Ou melhor: piscina. Dupla jornada. Hidroginástica. Preparação física à vera. Como não rolava há muito tempo. Juntou a fome com a vontade de doer. E, se é pra ser por que é inevitável, que renda bons frutos físicos e mentais. Esmurrar a água não provoca dor alheia ou maiores danos por ter baixo impacto. Só cansa e faz dormir.
Por que a vida passa, a fila anda e esse não é um bom momento para parar o mundo e tentar descer. Ele passou! E, como já disse, se me lês é por que a porra do mundo não parou quando devia. Agora é que o bicho vai pegar. E ele, o bicho, já está botando as manguinhas de fora, diga-se de passagem.

Nos últimos dias, duas crônicas foram interrompidas por uma mesma razão peculiar em pleno parto (aí, Gabriel Novis!): por falta de tinta na(s) caneta(s). O primeiro impedimento foi na praia e me obrigou a interromper a escrevinhação. Así no más. Terminei o texto direto no computador, em cima do laço para cumprir o horário das editorias (repararam como tenho falado nelas, as editorias e neles, os editores ultimamente?)
Agora, de novo! Lá se vai a caneta. Engraçado é que a única coisa que faço a mão religiosamente é preencher caderninhos após caderninhos de crônicas. Acabarem duas cargas em três manuscritos? Ai, ai, ai…
“>Por via das dúvidas puxo do porta-tudo a caneta comemorativa de São Judas Tadeu que ganhei de minha mãe no dia do santo, 26 de outubro. Aperto o pino e… Nada. Desmonto a caneta. Está tudo lá, inclusive a tinta que havia transbordado da carga, lambuzando minhas mãos. Meleca.
Aí, meu Deus! Mensagem recebida. Meu texto não tem a guarida do santo protetor de quem, acabo de me lembrar, perdi a medalhinha que sempre uso num cordão, junto com um crucifixo e Nossa Senhora..
Parto para a ignorância e apelo para uma BIC. Prateada, como o surfista da história em quadrinhos. Valho-me dos seus superpoderes por que, como já disse, a fila anda e, se eu der mole, perco a levada.
E aí… volto ao ponto: se o mundo ia acabar, não precisaria me preocupar com a próxima narrativa. Era essa e deu! Beijou, beijou, não beijou, beijasse. Danem-se editores.

Como ainda não chegamos ao fim dessa sexta feira, 21 de dezembro, prefiro não contrariar os deuses alterando meu próprio ritual. Crônica e praia, praia e crônica.

Me apego a pedra, meu leme verdadeiro, olhando o tempo – que a tudo espera – a espera do tempo passar…

Está tudo aqui. Meu céu, meu mar. Quase tudo no seu devido lugar.
Menos eu que, como a tinta da caneta de São Judas, apenas escorro entre os dedos do destino deixando algumas marcas croniqueiras enquanto dou adeus ao fim do mundo, como quem diz: “Mais um segundo, uma hora, mais um dia. Outra vida, quem sabe? Não importa. Como meu mar vou para onde o vento me levar. Haja biquíni!”

*Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Essa crônica faz parte da série “Ponta do Leme”,  do SEM FIM… delcueto.cia@gmail.com

1 comentário

Arquivado em Crônicas certeiras

Para-choque de blog

‘O meu trabalho me fascina tanto… que chego a ficar parado olhando para ele sem conseguir fazer ‘Poooorraaa nenhuma’

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

E agora ?

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/12/19/novojornal-denuncia-aecioduto-com-lista-de-furnas/#.UNSn8cq0css.em

A propósito :

Veja a bancada do Cachoeira com os 18 que votaram contra o relatório do Odair Cunha (PT/MG) para proteger o bicheiro Carlinho Cachoeira e outros, e fazer pizza:

SENADORES:

Alvaro Dias (PSDB-PR)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Jayme Campos (DEM-MT)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Sérgio Souza (PMDB-PR)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Ivo Cassol (PP-RO)
Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP)
Marco Antonio Costa (PSD-TO)

DEPUTADOS

Carlos Sampaio (PSDB-SP)
Domingos Sávio (PSDB-MG)
Luiz Pitiman (PMDB-DF)
Gladson Cameli (PP-AC)
Maurício Quintela Lessa (PR-AL)
Sílvio Costa (PTB-PE)
Filipe Pereira (PSC-RJ)
Armando Vergílio (PSD-GO)
César Halum (PSD-TO)

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Para-choque de blog

“Bem no fundo, há coisas que são só minhas. E embora me assustem às vezes, é delas que mais gosto.” (Caio Fernando Abreu)

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“A solidão é o preço que temos de pagar por termos nascido neste período moderno, tão cheio de liberdade, de independência e do nosso próprio egoísmo”. Soseki Natsume

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“Há um silêncio dentro de mim. E esse silêncio tem sido fonte das minhas palavras.” Clarice Lispector

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“Perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem mais se atreve.” Charles Chaplin

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“Dai à fé o que a fé pertence”- Francis Bacon

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“O poema é uma bola de cristal. Se apenas enxergares nele o teu nariz, não culpes o mágico.” Mario Quintana

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas não são.” Nietzsche

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Não perca tempo com o que não presta!

Por Beto Bertagna, a caminho do mar, na hora do galo

Assunto de 9 em cada 10 mesas de buteco, as interpretações feitas em pinturas de ruínas da cidade de Xultún ,na Guatemala, se tornaram temas de filosóficas discussões. O fim do mundo do futebol, o fim do mundo da política brasileira, o fim do mundo da educação.  De maias a malas, surgiram especialistas e historiadores explicando, tentando dar ar de ciência à crendice. Dou um humilde conselho, que prá mim funcionou bem antes do fim do mundo. Imagine prá vc um mundo totalmente novo, a partir deste dia 21, um mundo em que você não perderá tempo com o que não presta. Você verá que um raio de luz do centro da galáxia irá impactar o seu Sol , mudando sua polaridade e gerando efeitos devastadores dentro da sua alma.

Não perca tempo com o que não presta!

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Anorexia da Ética (via Aleaturmatório)

Quando me propus a participar desse blog, disse que iria tentar retratar aquilo que eu sinto, de uma forma escrita – evidente -. Pois bem, um dado que provavelmente eu não citei quando me apresentei era de que eu gosto de assistir TV, e o texto feito pelo Ramon sobre alienação e mídia, de certa forma, me incitou a escrever sobre a liberdade de imprensa.

Todo jornalismo só é bem feito a partir do princípio da liberdade que vos é de direito. Mas e quando alguém estipula essa liberdade além do que ela realmente atinge, apenas para cravar bons números de audiência? Foi o que aconteceu dias trás e que eu disse que precisaria falar sobre, porque envolve temas que compartilho: jornalismo e religião.

Atualmente, qualquer coisa virou motivo pra que uma guerra entre emissoras se inicie, e até aqueles motivos que elas mesmas pregam ser contra. E nessas contendas algumas pessoas mostram como realmente são e já nem se importam em transparecer o lado ambicioso. Caso do Edir Macedo, imperador protestante da Rede Record. E como aqueles imperadores da antiga Grécia, age segundo seu instinto e desejo próprio, mobilizando um exército – vulgo departamento de jornalismo – para atingir seu objetivo. Mas com uma diferença: os imperadores gregos não se apoiavam à religião para justificar seus atos.

A Globo atualmente está exibindo Salve Jorge (em alusão a São Jorge, famoso mártir católico), novela tendenciosamente católica, assim como a autora Glória Perez, que a escreve. E parece que a Record mantém a postura de querer cercear do direito da autora em querer aplicar em seu trabalho a sua crença religiosa. E faz isso da pior maneira possível: utilizando de armas sujas para querer desestabilizar a concorrente, através do golpe à autora.

Continue Lendo via Aleaturmatório

1 comentário

Arquivado em Reblog

Túnel do Tempo – Oficinas da Madeira-Mamoré 2005

oficina-efmm-2006

Para quem não lembra, a grande Oficina da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, em Porto Velho estava assim em 2005.

1 comentário

Arquivado em Túnel do Tempo

Os grupos da Libertadores 2013

Pré-Libertadores:

1 – Bandeira da Argentina Tigre x Deportivo Anzoátegui Bandeira da Venezuela
2 – Bandeira do Brasil Grêmio x LDU Quito Bandeira do Equador
3 – Bandeira da Colômbia D. Tolima x Universidad César Vallejo Bandeira do Peru
4 – Bandeira do Uruguai Defensor Sporting x Olimpia Bandeira do Paraguai
5 – Bandeira do Brasil São Paulo x Bolívar Bandeira da Bolívia
6 – Bandeira do Chile Deportes Iquique x León Bandeira do México

 

Os Grupos:

Grupo 1: Barcelona (Equador), Nacional (Uruguai), Boca Juniors e Toluca (México).

Grupo 2: Sporting Cristal (Peru), Libertad (Paraguai), Palmeiras e vencedor de Tigre x Anzoategu

Grupo 3: Arsenal (Argentina), The Strongest (Bolívia), Atlético-MG e vencedor de São Paulo x Bolívar

Grupo 4: Vélez (Argentina), Peñarol (Uruguai), Emelec (Equador) e vencedor de Iquique (Chile) x Leon (México)

Grupo 5: Corinthians, San José (Bolívia), Millonarios (Colômbia) e Tijuana (México).

Grupo 6: Independiente Santa Fé (Colômbia), Cerro Porteño (Paraguai), Real Garcilaso (Peru) e vencedor de Tolima (Colômbia) x Universidad Cesar Vallejo (Peru)

Grupo 7: Deportivo Lara (Venezuela), Universidad de Chile, Newell’s Old Boys (Argentina) e vencedor de Olimpia(Paraguai) x Defensor(Uruguai)

Grupo 8: Fluminense, Huachipato (Chile), Caracas (Venezuela) e vencedor de Grêmio x LDU(Equador)

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Causa-me espécie !

O blog Causa-me espécie ! (“Causar espécie”, segundo fontes diversas é: Causar estranheza, surpresa, admiração. “esta eu não engulo!” – ‘é de cair o queixo!’ – ‘tô beixta!’) está realizando a enquete do ano para conceder o Prêmio 2012 “Causa-me Espécie ” Top 10 ! Quem você acha que deve recebê-lo ? Segundo o blog pode eleger mais de um !

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Bispa Sônia, da ‘Igreja Renascer em Cristo’, lança perfume com cheiro de Jesus (via Diálogos Políticos)

Qual será o cheiro de Jesus? Bom, a bispa Sônia Hernandez, fundadora da igreja evangélica Renascer em Cristo, parece saber. Ela lançou no último sábado (15) uma linha com perfume, creme hidratante e sabonete liquido. O kit “De bem com a vida” sai por R$ 79 e, segundo a filha da religiosa, “exala o bom cheiro de Cristo”.

Continue Lendo via Diálogos Políticos

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Para-choque de blog

“As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”. Fernando Pessoa

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Lista completa de cursos com vestibular suspenso em 2013

O Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (19) no Diário Oficial da União a lista de cursos superiores que não alcançaram resultados satisfatórios no Conceito Preliminar de Curso (CPC) de 2008 e de 2011, e que sofrerão medidas cautelares, entre elas a suspensão do vestibular para ingresso de novos alunos. Compõem a lista cursos de instituições de todo o país, nas áreas de engenharia, exatas, tecnologia e licenciatura (formação de professores). Ao todo, a medida suspende 38.794 vagas. A publicação divide os cursos em dois grupos: os que melhoraram a nota entre 2008 e 2011, e por isso são considerados de tendência positiva, e os que pioraram, classificados como de tendência negativa. Aos cursos de tendência positiva está aberta a possibilidade de reverter a suspensão do vestibular ainda em 2013, se seguirem as regras definidas pelo MEC para se reabilitar. Já os de tendência negativa não poderão abrir processos seletivos no ano que vem.

Vá às páginas 30, 31 e 32 do DOU

Link para o Diário Oficial da União (DOU) com a lista completa das Universidades, Faculdades e  Cursos mal avaliados , proibidos de realizar vestibular no próximo ano.

 

1 comentário

Arquivado em Notícias

Para-choque de blog

“Homem que tira foto na frente do espelho dá o toba” (Edutestosterona)

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

Existe maior número de compradores loucos do que de loucos vendedores. – Antoine Loisel

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Para-choque de blog

“Intenção sem ação, é ilusão!”

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Bermuda liberada !

No Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes decretou a permissão a partir de hoje do uso de bermudas, bermudões e calças na altura do joelho para os funcionários públicos municipais e para os  motoristas de táxi e de ônibus.  A medida vale até 31 de março. Taí uma boa idéia para ser implantada em Rondônia, onde costuma fazer um calor senegalês. Para os mais críticos, fica a dica : o traje não muda a decência e os valores morais, falou ?

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Livros para entender Rondônia – TV Cultura de Porto Velho, Crônicas de uma época

capa livro TV Cultura 001

Deixe um comentário

19/12/2012 · 08:36

Concurso do MDS prorrogado até 23 de dezembro. São 120 vagas com salários de R$ 3,8 a 8,3 mil

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) prorrogou até domingo (23) as inscrições do concurso para preencher 120 vagas temporárias, no site da Cetro Concursos. São três cargos que os candidatos podem se inscrever: 55 vagas para atividades de suporte, com salário de R$ 3,8 mil; 32 vagas para atividade técnica especializada, com remuneração de R$ 6,1 mil; e 33 vagas para atividade de complexidade gerencial, com salário de R$ 8,3 mil. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. O interessado não pode ser servidor da administração direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal ou municípios, nem empregado ou servidor de suas subsidiárias e controladas. A taxa de inscrição varia de R$ 45 a R$ 65. As provas objetivas serão aplicadas em Brasília, no dia 3 de fevereiro de 2013. Já os títulos devem ser entregues nos dias 18 e 19 de março de 2013. O processo seletivo tem validade de dois anos e pode ser prorrogado por igual período. Os contratos de trabalho dos aprovados terão validade de um ano, com possibilidade de ser estendido até cinco anos dependendo da necessidade do órgão.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Para-choque de blog

“Qualquer pessoa desprovida de senso de humor está à mercê de todos.” William Rotsler

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Livro reúne fotos de filhotes nascidos em zoológicos pelo mundo (via Ambientalistas em Rede)

O pessoal do site ZooBorns criou uma série de livros com fotografia de filhotes exóticos (e extremamente fofos!) nascidos em zoológicos do mundo todo. Os livros também contam com informações sobre as espécies e têm intuito de ajudar da preservação desses animais através da conscientização das pessoas. Essa é a primeira vez que uma compilação de filhotes selvagens é feita num livro só. Prepare-se para morrer de amor:

Veja mais via Ambientalistas em Rede

3 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Afetados pelos escândalos, Lula e Dilma estão na lanterna para 2014 (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Se as eleições presidenciais fossem hoje Lula e Dilma passariam bem longe da vitória, provavelmente trancados na Papuda, que é lugar deles. A nova pesquisa Dataprado revela que eles tem apenas traço e não ameaçam a vitória de Aécio. O detalhe do levantamento é que na espontânea Serrá continua o preferido por mais de 90% dos pesquisados. Pelos dados da incontestável pesquisa, podemos concluir que o lulodilmismo está morto.

Veja,(ôpa) Leia mais via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

A carta de Tendler

“O cineasta Silvio Tendler, de 62 anos, se recuperava de uma cirurgia de descompressão da medula quando cerca de 300 pessoas participavam de uma manifestação em frente ao Clube Militar, na Cinelândia. Era o início da tarde do dia 29 de março deste ano. Um grupo protestava contra o evento, que lembrava o aniversário do golpe militar de 1964, e algumas pessoas chegaram a jogar ovos em oficiais da reserva. Alheio à confusão, Tendler permanecia imóvel numa cama. Mas, na última sexta-feira, nove meses após o incidente, o cineasta foi surpreendido ao receber em casa uma intimação para prestar esclarecimentos numa delegacia, onde foi acusado por ex-militares de constrangimento, segundo O Globo.”

Tendler, que ainda não recuperou o movimento das pernas e vem usando uma cadeira de rodas, foi irônico ao comentar a acusação:.

Responsável pela investigação, o delegado Alcides Alves Pereira, da 5ª DP (Gomes Freire), justifica a intimação dizendo que Tendler teve o nome citado por uma suposta vítima. Segundo ele, o inquérito foi aberto a partir de queixas prestadas por militares da reserva.

Representantes do Clube Militar não foram localizados para comentar o assunto.

Ana Rosa Tendler, filha do diretor publicou no Facebook :

Carta que meu pai fez para o delegado que o intimou:

Delegado,

Dois policiais vieram ontem à minha residência entregar intimação para prestar declarações a fim de apurar atos de “Constrangimento ilegal qualificado – Tentativa – Autor”, informa o ofício recebido. Meu advogado apurou tratar-se de denúncia ou queixa ou sei lá o quê, por parte do “presidente do clube militar” (em letra minúscula mesmo, de propósito).

Informo que na data da manifestação, 29 de março de 2012, estava recém-operado, infelizmente impedido de participar de ato público contra uma reunião de sediciosos, os quais, contrariando à determinação da Exma. Sra. Presidenta da República, comemoravam o aniversário da tenebrosa ditadura, que torturou, matou, roubou e desapareceu com opositores do regime.

Entre os presentes estava o matador do Grande Herói da Pátria, Capitão Carlos Lamarca, e seu companheiro Zequinha – doentes, esquálidos, sem força, encostados numa árvore. Zéquinha e Lamarca foram fuzilados sem dó, nem piedade, quando a lei e a honra determinam colocá-los numa maca e levá-los para um hospital para prestar os primeiros socorros. Essa gente estava lá, não eu. Eles é que devem ser investigados. Eu farei um filme enaltecendo o Capitão Lamarca e seu bravo companheiro Zequinha.

Tenha certeza, Delegado, de que, enquanto eu tiver forças, me manifestarei contra o arbítrio e a violência das ditaduras e, já que o Sr. está conduzindo o inquérito, procure apurar se o canalha que prendeu, torturou e humilhou minha mãe nas dependências do Doi-Codi participou do ”festim diabólico”. Isso sim é Constrangimento Ilegal. E já que se trata de assunto de polícia, aproveite para pedir ao ”constrangedor ilegal” que ficou com o relógio da minha mãe – ela entrou com o relógio no Doi-Codi e saiu sem ele – que o devolva. Processe-o por “apropriação indébita, seguida de roubo qualificado (foi à mão bem armada)”. É fácil encontrar o meliante. Comece pelo Comandante do quartel da Barão de Mesquita em janeiro de 1971. Já que eles reabriram o assunto, o senhor pode desenterrar o processo. É, Delegado, o que eles fizeram durante a ditadura é mais assunto de polícia do que de política!

Pergunte ao queixoso presidente do clube militar se ele tem alguma pista do paradeiro do Deputado Rubens Paiva. Terá sido crime cometido por algum participante da festa macabra, onde, comenta-se, havia vampiros fantasiados de pijama?

Tudo o que fiz foi um chamamento pelo you tube convidando as pessoas a se manifestarem contra as comemorações do golpe de 64. Se este general entendesse ou respeitasse a lei, não teria promovido a festa e, tendo algo contra mim, deveria tentar me enquadrar por “delito de opinião” mas aí, na fotografia, ele ficaria mais feio do que é, não é mesmo?

Por fim, quero manifestar minha solidariedade aos que protestaram contra o “festim diabólico” e foram tratados de forma truculenta, à base de gás de efeito moral, spray de pimenta e choque elétrico – como nos velhos tempos. Bastaria umas poucas grades para separar os manifestantes do povo, que estavam na rua, aos sediciosos que ingressavam no clube. A muitos poderia causar a impressão de estar visitando um zoológico e assistindo a um desfile de símios.

Não perca tempo comigo e com a ranhetice de um bando de aposentados cri-cri, aporrinhando a paciência de quem tem mais o que fazer. Pura nostalgia da ditadura, eles se portam como se ainda estivessem em posição de mando.

Atenciosamente,

Silvio Tendler

 

2 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Elimine a fofoca do seu dia a dia

Por Erika de Souza Bueno

Uma verdade que poderia ter acontecido não é uma verdade, é uma mentira como outra qualquer. Às vezes, aquilo que você ouviu alguém falar a respeito do outro pode parecer o mais evidente para você, mas isso é tão somente para você. Pense bem antes de sair falando da vida alheia. Não corra o risco de passar pelo ridículo de ter acreditado numa inverdade fria, pessimista e cruel.

Você pode estar acima de tudo isso, é perfeitamente capaz de superar a enlouquecedora vontade de contar o mais novo “causo” sobre a vida de alguém. Mesmo fazendo papel de “desligado e desinformado”, assuma-o com o coração aberto, pois nem tudo nos convém saber.

Quantas amizades foram destruídas simplesmente porque uma das partes supervalorizou o erro isolado de alguém. Se as pessoas dessa ciranda de amigos não fossem notificadas sobre tal erro, a amizade existiria até hoje sem maiores complicações. Mas não… Há pessoas que, infelizmente, não aguentam a vontade de falar dos outros, do que aconteceu ou (o que é ainda pior) do que elas imaginam que poderia ter acontecido. A vida de alguém é o seu maior tesouro, é tudo o que ele tem de mais valor. Então, tenha mais respeito antes de tocá-la, pois você pode causar feridas que dificilmente serão curadas.

Cuidado! Preste bem atenção! Se você acha empolgante um “fato” que possivelmente aconteceu com alguém, talvez isso seja uma forte evidência de que sua vida está ficando sem graça. Olhe para dentro de si mesmo, veja quanta coisa boa você já teve oportunidade de viver. Perceba-se como alguém suficientemente completo, que não precisa se ocupar com a vida dos outros.

É relativamente simples viver assim, não existe nada de complexo em manter a boca bem fechada mesmo diante da mais espetacular novidade. Contenha-se, pois espetáculo de verdade tem que ser o seu viver, o seu pensar, o seu agir. Por isso, empenhe-se em falar menos, ouvir mais, refletir mais intensamente antes de proferir julgamentos sobre vida de alguém.

Antes de falar sobre os outros, responda para você mesmo se sua vida vai melhorar em algum ponto. Se chegar à conclusão que não melhorará em nada, fique calado. Acredite, você se poupará de muito estresse desnecessário.

As palavras são tão poderosas que podemos construir e destruir pontes com elas. Se você já se envolveu em confusões por ter falado demais, busque a reconciliação. Isso é uma atitude nobre, bondosa, humana e muito eficaz para se viver de modo mais digno.

Talvez não exista ninguém que nunca tenha se arrependido de ter falado alguma coisa. O grande equívoco, nesse caso, seria se esse erro não implicasse aprendizagem e consequente sabedoria de vida àquele que falou o que não devia.

Por isso, aprenda a valorizar-se, não corra mais o risco de expor sua imagem com uma atitude impensada e tão vazia que é o falar da vida alheia. Ocupe-se mais com o seu modo de viver, use suas palavras, enfim, para promover a paz e o bem-estar entre as pessoas.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações