Arquivo do dia: 03/11/2012

Refeições de tripulantes vs. marmitas dos presidiários (via Aviador Anônimo TAM)

Presidente:

Hoje lhe convidamos para uma comparação importante. Vamos mostrar fotos comparando nossa refeição à dos presos. Ridículo, não? Pois o senhor vai ver que não.

 Olha aí a outra. Olha o macarrão crocante que delícia. O molho do frango é de dar água na boca.E quanta comida! Com certeza vai suprir as calorias necessárias para um tripulante que está por 10 horas voando.

Continue Lendo o conteúdo original via Aviador Anônimo TAM

NR : Neste post, os tripulantes da aérea reivindicam melhores condições de trabalho e denunciam adversidades operacionais da empresa. É uma nova forma de protesto na blogsfera , e nós que usamos os seus serviços estamos atentos !

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Análise séria da derrota do PT (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Referenciando o partido bolchevista no que tange à lisura das ações proferidas no pleno condenativo do egrégio juízo inapelável a que foram submetidos submersos elementares condicionados asseclas da camarilha usurpadora subversiva danosa repelida enfaticamente há tempos tal qual varejões insolentes rejeitados na seara dos bons hominídeos servis, em sentido lato, constata-se fragorosa decaída no âmbito geral relacionado anteriormente de modo inequívoco apresentando-os vencidos em todos os cenários.

Mervalísticamente dissecados restaram condenados pela massa eleitoral recebendo viés de baixa frutificado erroneamente pelo druida sacerdotal perdedor maior acelerando o próprio ocaso cabalísticamente observado nos anais registrados dos colunistas selecionados isentos e ilibados incontestável prova falimentar do status terminal reconhecido unanimemente. Destarte, o laboral representativo ignaro constituído pelos mensalóides apresenta estágio finalístico no espectro eleitoral vitimado pelas corretas e insuspeitas análises elianas, mirilianas leitoísticas doras kramelianas renatas lopretísticas cristianas lupus, não tendo resisitido à vinte minutos de JN.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Golpe: vai faltar combinar com o povo (via Oqueseráquemedá)

Durante a última campanha eleitoral, estive em 3 comícios. Menos por entender que minha presença faria a diferença e mais para rever a militância, sentir a vibração “offline” da campanha de Haddad pelas ruas de São Paulo. Aventura que remeteu-me aos idos anos 80, quando o PT ainda cheirava leite.

Naquela época éramos, idealistas e apaixonados por uma causa que só se concretizaria em 2002. Embora houvessem muitas subdivisões e linhas de pensamento na esquerda – desde os que participaram da luta armada contra o regime militar até os estudantes de classe média da USP – naquele momento, todos convergeram à ideia central, a construção e o fortalecimento do Partido dos Trabalhadores.

Talvez o PT tenha sido o único partido que foi construído por uma ampla maioria de forças populares em torno das quais gravitaram outras forças menores, não menos importantes. O partido definiu-se a partir de um amplo debate, reunindo as melhores cabeças da esquerda, lideranças sindicais de todas as categorias de trabalhadores, políticos, artistas, intelectuais, educadores etc. Mas, essencialmente, o PT seguiria sua vocação para ser um partido de massas. E Lula era o líder, o candidato natural para disputar eleições.

De lá para cá, a história do partido coleciona muitas vitórias e algumas derrotas, muitos acertos e alguns erros e, mais do que tudo, é uma história de crescimento em tamanho e importância tanto no Brasil, como em toda a América do Sul.

A militância que encontrei nos comícios não é mais a mesma que conheci na minha juventude. O PT não tem mais a cara da USP, dos artistas, dos intelectuais e dos sindicalistas do ABC. Não vi nenhum “curioso”, o tipo que não sabe o que está acontecendo ao redor, mas entra no “clima da festa”.

Continue Lendo via Oqueseraquemeda

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Refrescando a memória

Deixe um comentário

Arquivado em Curta Milimetragem