Confraria Onanista

Faz uns meses que um portal me convidou pra escrever sobre, olha só, ser um estudante de Comunicação Social. O texto nunca foi aprovado. 

‘Que equívoco! Que tremenda cagada!’ era o pensamento que pipocava na minha cabeça de segunda a sexta por volta das 19 horas, enquanto eu caminhava em direção à faculdade. A frustração não vinha (pelo menos não só) do sofrimento sedentário que era subir a rua íngreme da academia, suando e ofegante. O que machucava mesmo era a sensação constante de que minha vida acadêmica era um grande desperdício de dinheiro e tempo e que todos aqueles 5 anos indo ali só iam servir para comprar um diploma. Como quando tu tem que refazer a Carteira de Identidade e precisa esperar por horas em uma cadeirinha desconfortável, só que na potência mil. Um esforço monstro por um documentinho.

Talvez eu seja muito inocente. Sempre que me chamam de…

Ver o post original 542 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s