bhumanas

Domingo de manhã, programação restritíssima na televisão: na tv a cabo, Polishop e suas escadas e máquinas de suco sem as quais não poderíamos viver; na tv aberta, leilão de boi, programa rural, telecurso e pastores evangélicos. Decido dar uma chance ao pastor. Ele está ao lado de estadunidense que segura uma Bíblia e discursa, ao que um intérprete traduz seu inglês para os telespectadores. O homem fala de maneira bastante veemente a respeito de uma tal “unção financeira” (pois é, que diabo é isso?) que virá, segundo ele, bem a calhar num contexto de crise econômica internacional. A aclamada unção impediria o desemprego dos ungidos, proporcionaria prosperidade em empreitadas de risco e, talvez com um pouco de adubo, faria crescer dinheiro em pé de goiaba.
Maaaaaas Deus é um sujeito ocupado, não tem como ungir a todos e, portanto, deve haver um critério de seleção dos ungidos. Eu espero…

Ver o post original 504 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s