Arquivo do dia: 22/06/2012

“Africa: Essa Sou Eu” , na Casa de Cultura Ivan Marrocos , em Porto Velho

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Sensibilizada ao ver o paradoxo existente num contexto povoado pela dor e pela alegria, que, mesmo não sendo sinônimos, caminham de mãos dadas em um continente com enorme diversidade e estilos culturais distintos, tocada pela dignidade e riqueza das cores do povo africano, que se contrapõem, em um mundo tão cheio de nada onde vivem, é que surgiu a ideia de fazer essa exposição.”  ( Maria Regina )

O ato criativo é solitário e solidário simultaneamente.Esta máxima está presente no trabalho de Maria Regina, ao proporcionarmos uma perspectiva singular do lugar onde não fomos, e se fomos não o vimos, e se vimos, por certo não na mesma perspectiva. Felizmente ela esteve lá, ou talvez ainda esteja.

Sua obra nos mostra a beleza do tempo presente com cara de passado remoto. A delicadeza das texturas feitas á mão comungam com o ideário do estado de natureza, do qual nos distanciamos. O contraste da cor e da não-cor estimula o olhar e o pensar: onde está a luz que refletia a cor? Mesmo sem cor reflete forma, e cheia de brilho, de vivacidade. Há alegria mesmo sem cor, mas a dramaticidade se apega juntamente. A escacez do árido da vida exposto em olhares profundos de quem tem o que dar, de quem é rico.

Para além da plasticidade, vemos que riqueza ultrapassa o que se pode comprar. Provoca tantas reflexões: por onde anda a beleza? Ela está dentro ou está fora? Está nos dois? No fora de onde e dentro de quem?

África: somos nós!   Tiziana Cocchieri , esteta

Faça download do folder completo em PDF da Exposição Maria Regina

1 comentário

Arquivado em Ao Norte

Bigodes nos gatos: um aliado nas travessuras

A preocupação em manter os animais de estimação sempre limpos e tosados é muito importante, porém alguns cuidados, principalmente com os gatos, devem ser tomados. Ao contrário do que muita gente imagina, o bigode é sim um aliado dos bichanos, conforme explica o médico veterinário e diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care, Dr. Marcelo Quinzani. “Jamais podemos tosar ou cortar os bigodes dos gatos, pois eles são essenciais para o seu bem-estar, equilíbrio, movimentação e orientação”, afirma.

Uma vez com bigodes danificados, os gatos podem ficar inseguros e ainda ter dificuldades para andar ou correr em linha reta. Se sentem desorientados, não conseguem andar no escuro e, em alguns casos, podem até cair. Saltar e subir em móveis, podem se tornar grandes desafios. Estudos apontam que a ausência do bigode nos gatos pode até ocasionar vômitos, talvez por desequilíbrio e ansiedade. “As terminações nervosas dos bigodes dos gatos são muito sensíveis ao toque e isso é muito importante para se guiarem no escuro. Quando há ausência dos bigodes, observarmos gatos com a face machucada devido às trombadas nos móveis e portas”, ressalta Dr. Marcelo.

Assim como os pelos, os bigodes voltam a crescer dentro de algumas semanasEles são feitos de queratina, o principal componente estrutural que compõe o cabelo e unhas dos humanos. “Os gatos também trocam de bigodes, assim como outros pelos do corpo. Por isso é comum encontrarmos alguns bigodes perdidos pela casa, mas fique atento, se começar a encontrar muitos deles, consulte um veterinário”, alerta o profissional que explica, já que a queda de bigodes pode indicar uma deficiência de vitaminas ou dermatopatias, mesmo para gatos com bigodes quebrados ou mais curtos.

4 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações