Longas e curtas-metragens concorrem no 3º Curta Amazônia

São filmes brasileiros e portugueses que concorrem ao troféu “100 anos da Madeira Mamoré”, competição acirradíssima nessa edição do Festival, pois são bons filmes de longas e curtas-metragens que o público rondoniense poderá assistir a partir do dia 23 até o dia 28 de junho no Sesc Esplanada e escolher através do voto o seu melhor filme da sessão competitiva na sessão noturna.

Os longas de ficção da competitiva são “Na quadrada das águas perdidas” de Wagner Miranda e Marcos Carvalho de Pernambuco, “O Carteiro” de Reginaldo Farias do Rio Grande do Sul, “O homem mau dorme bem”, de Geraldo Moraes da Bahia, a produção portuguesa “O D-Fensor de Pardilhó 2 – o D-fensor Recarregado”, de Diogo Carvalho, “Fluídos”, de Alexandre Carvalho, de São Paulo.

Já na categoria de longas documentários da sessão competitiva são os seguintes filmes “Mamomas prá Sempre”, de Claudio Kahns de São Paulo, “TRUKS”, de João Inácio do Distrito Federal, “Bruta aventura em versos”, de Letícia Simões, do Rio de Janeiro, “Caetana o filme”, de Andréa Ferraz e Lívia Falcão de Pernambuco, “São Miguel do Gostoso”,  Eugênio Puppo de São Paulo, “ECOhabitat – Sustentabilidade em ação”, de Paulo Perez de São Paulo, “O rochedo e a estrela”, de Kátia Mesel de Pernambuco.

Na categoria de curtas-metragens da competitiva são os seguintes filmes e clipes “Em Candeias”, Giovani de Toledo, clipe, RO, “Bio Consume”, Maxwell Duarte, anim, curta, CE, “O macaco e o rabo”, direção coletiva dos alunos da disciplina Animação digital (Núcleo de Design – UFPE/CAA), anim, curta, PE, “A ponte”, Joaquim Haickel, anim, curta, MA, “A fantástica vida de Baffus Bagus”, Alexander S. Buck, fic, curta, ES, “Lápis de cor”, Alice Gomes, fic, curta, RJ, “A varinha mágica”, de Ramon Faria, anim, curta, MG, “Cadê meu rango”, de George Munari Damiani, anim, curta, SP, “22”, de Diego Lisboa, exp, curta, BA, “Sendai”, de Claudia Nunes e Erico Rassi, exp, curta, GO,  “Nômades urbanos”, de Ari Santos, Adson Queiroz e Viviane Tavares, doc, curta, AM, “A maior praia do mundo – O homem e a natureza”,  de Pena Cabreira, doc, curta, RS,  “Norte Nordeste me veste”, de Vras 77, SP,“Tembíara”, de Jackson Abacatu, anim, curta, MG, “Dez bonequinhos pedreiros de dezenove e noventa e nove”, André Miranda e Gui Campos, exp, curta, DF, “Além da infância”, Luci Orttega, exp, curta, PR, “Disque Quilombola”, de David Reeks, doc, curta, SP, “Um gato sem nome”, de Carlos Cruz, anim, curta, Portugal, “Uma vida de dança em companhia”, de Jardel Augusto Lemos, doc, curta,RJ, “1111”, de M.F. Costa e Silva, fic, curta, Portugal, “Faltam duas quadras”, de Jarleo Barbosa, fic, curta, GO, “Hooji”, Marcello Quintela e Boynard, fic, curta, RJ, “Marcas D´água”, de Thais Rodrigues, GO,  “Homem Ilha”, de Daniela Camila, ES, “Linear”, de Amir Admoni, SP, “Vide Verso”, de Cristian de Ciancio, SC, “O relógio de Tomás”, Cláudio Sá, anim, curta, Portugal, “O Ogro”, Márcio Jr e Márcia Deretti, anim, curta, GO, “Eu, Zumbi: coisas de bar ou passa a régua e traz a conta”, Alexander S. Buck, exp, curta, ES, “Finais”, Rafael Jardim, exp, curta, BA, “Exilados”, Ana Paula Teixeira, doc, curta, CE,  “Biliu, o maior carrego do Brasil”, Lau Barboza, doc, curta, PB, “Filmes bons são sobre o amor”, Roberto Oliveira, fic, curta, SP, “El Apocalipsis Cohibido em Forma de Bien Vestida”, Roberto de Brito, fic, curta, PE, “Ressaca”, de Mabel Lopes, SP; “Raízes e Asas”,de Luis Felipe Pimenta; “Velho Mundo”, de Armando Fonseca, SP; “Zero”, de Sacha Bali, RJ, “Vizinha suicídio”, de Rafael Jardim, clipe, BA,  “Luz Câmera Animação”, de Giovanna Belico Guimarães, anim, curta, MG, “Conto do vento”, de Cláudio Jordão e Nelson Martins, anim, curta, Portugal, “Pequena alma terna flutuante”, de André Constantin, doc, curta, RS,“Pelos traços de Poty”, Karla Nascimento, doc, curta, PR, “Rezou à família e foi ao Cinema”, de Cacau Farias, doc, curta, SE, “Matzeiva Juliano Mer-Khamis”, de Silvio Tendler, doc, curta, RJ, “Pode Piorar”, João Tenório, fic, curta, SP, “Não deixe Joana só”, Cecília Engels, fic, curta, SP,

“Um dia daqueles”, de José Rodolfo e Caio Pereira, fic, curta, RS, “Sorria, amor (você está sendo filmada)”, de Pedro Murad, fic, curta, RJ, “O guitarrista do telhado”, de Guto Bozzetti, anim, curta, RS,

“Cães marinheiros”, de Joana Toste, anim, curta, Portugal, “Entre margens”, de Odivar Filho e Liliane Oliveira, doc, curta, AP, “Toda qualidade de bicho”, de Angela Gomes e Cezar Moraes, doc, curta, PA,  “O Brasil de Pero Vaz Caminha”, de Bruno Laet, doc, curta, RJ, “O tesouro perdido de Mad”, de Marivaldo Souza do Lago, fic, curta, RO, “Raiz forte”, de Marcos Pasquim, fic, curta, RJ, “É uma vez”, Ludielma Laurentino, fic, curta, GO, “Os lados da rua”, Diego Zon, fic, curta, ES.

Mais informações você encontra no site oficial do Festival www.curtamazonia.com.

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s