Jornal Tabaré

O amigo e colaborador Alexandre Kumpinski indignou-se com o texto “Marcha das Vadias: liberdade feminina ou putaria?” do Mauro Ampessan publicado no portal Facool. Resolveu, então, escrever uma carta-resposta apresentando seu ponto de vista do texto e das reivindicações da Marcha das Vadias para tentar esclarecer algumas confusões e dúvidas que surgiram após a marcha. Leia abaixo:

Ao Mauro Ampessan, autor de “Marcha das Vadias: liberdade feminina ou putaria?” (publicado no dia 29/05/2012)

Li o teu texto e fiquei muito impressionado. Tanto que não consegui deixar de vir aqui te escrever essa carta aberta pra tentar te mostrar o quanto eu acho que é pura bobagem (das vergonhosas, até) o que tu andou escrevendo sobre o assunto.

Vou ter que fazer um esquema meio perguntas e respostas aqui pra conseguir comentar tudo. Vou destacar partes do teu texto pra tecer comentários a partir deles, ok? Vejamos:

MARCHA DAS VADIAS:…

Ver o post original 1.397 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Uma resposta para “

  1. norma7

    Feminismo radical dói tanto quando machismo enraizado.(Nanni Rios)
    Grata

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s