Está em pauta no debate publicitário o futuro da comunicação das marcas com o que se convencionou chamar de “softerização” dos canais de mídia. Na prática, é a maneira de expor propaganda para públicos segmentados, graças ao avanço da era digital. A mídia online permite ao anunciante localizar o consumidor com quem quer efetivamente falar, sem jogar dinheiro fora em campanhas onde só ganham os intermediários do negócio de compra de espaços, ou seja, as antigas agências de publicidade.

Lá fora, avançam estudos que definem a intersecção entre tecnologia e mídia como o natural caminho para a exposição das mensagens publicitárias. Já em 2015, apostam que 50% das verbas de propaganda estarão voltadas para canais específicos desenhados cliente a cliente, segundo suas necessidades e não mais em anúncios de massa dirgido a todos. Esse modelo tira de cena a velha forma de atuação das agências, em especial no…

Ver o post original 679 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s