Aventar

A dois dias de se comemorar o Dia do Trabalhador, apetece-me partilhar um poema de Gibran, intitulado O Trabalho (um dos poemas de O Profeta, escrito em 1923).

Kahlil Gibran não precisa de apresentações, mas gosto da que fez a revista Blue Travel em Janeiro de 2005, que não descreve Beirute sem mencionar o poeta libanês: “Um povo de apenas quatro milhões de almas unido pela frase «o trabalho de um bom cidadão é manter a boca aberta», de autor estrangeiro (Gunter Grass), mas incorporada na ideologia reinante como as palavras proféticas de Kahlil Gibran, o maior poeta libanês.”

O poema é muito belo, mas aviso que pode ferir susceptibilidades.

Ver o post original 107 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Uma resposta para “

  1. norma7

    O G.Grass já está na categoria dos deuses, no meu Olimpo doméstico, desde que produziu O Linguado. (nossa, como estou falando s/pescado – rs.). Agora coabita com “A Mulher do Viajante do Tempo”, na estante – quem já leu ambos os livros, vai entender o meu raciocinar torto – rs.
    K.Gibran (e Rumi – já que ambos falam de Amor como poucos, para ‘alvo’ incomuns) foi uma excelente escolha para para lembrar o Dia do Trabalho e como tudo que se faz representa quem se é e geram efeitos. Grata ao Aventar. Grata a ti. Semaninha boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s