Arquivo do dia: 30/04/2012

Aventar

Amanhã é feriado, Dia do Trabalhador. 

Há mais de cem anos que se comemora este dia, mas ainda há muito a fazer na defesa dos direitos do trabalhador, que parece estarem a perder-se, ao invés de serem reforçados e respeitados. Andamos para trás… 

É difícil não pensar, sobretudo, naqueles que perderam o seu trabalho. Recordo os números do desemprego no último ano: em Maio de 2011, previa-se que subiria para os 13% em 2012; em Novembro de 2011, atingia-se os 12,6% e previa-se os 13,6% para 2012; em Janeiro 2012, já estava nos 14, 8% e, no mês seguinte, nos 15%, número redondo.

Felizes os que (ainda) têm trabalho.

Felizes os que podem trabalhar.

Felizes os que gostam do que fazem, apesar de tudo.

Foto de Lewis Hine

Ver o post original

2 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

30 de abril, Dia do Ferroviário

Oscar Ferreira Lima, mestre de linha e Raimundo Quaresma de Carvalho, motorista de automotriz

Oscar Ferreira Lima, mestre de linha e Raimundo Quaresma de Carvalho, motorista de automotriz, ferroviários da EFMM

Hoje se comemora em Rondônia e no Brasil o centenário da chegada dos trilhos da lendária Estrada de Ferro Madeira-Mamoré a Guajará-Mirim, seu ponto final ao longo dos 366 km de extensão. E também se comemora o Dia do Ferroviário. No dia 30 de abril de 1854 foi inaugurada a primeira linha ferroviária, em uma viagem que contou com a presença de Dom Pedro II : a Estrada de Ferro Petrópolis com cerca de 14 km de trilhos, ligando o Rio de Janeiro à raiz da Serra . Um empreendimento do Barão de Mauá, Irineu Evangelista de Sousa. A ferrovia é uma invenção inglesa que conquistou o mundo. No Brasil, os trens se difundiram de forma avassaladora e marcaram a chegada do progresso e a fundação de inúmeras cidades. Para se ter uma idéia, na década de 50 o país já contava com 40 mil quilômetros de trilhos. Nos fins dos anos 50, com a chegada da indústria automobilística, as estradas de ferro entraram em decadência. A EFMM, berço da criação de Porto Velho e Guajará-Mirim foi declarada extinta em 1966 mas funcionou até 10 de julho de 1972. E os bravos ferroviários, que hoje comemoram o seu dia, ajudaram nesta história de heroísmo e pioneirismo.

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Meu gato Fidel mandou dizer que…

o maior culpado pela derrota no Gre-Nal 392 é o sr. Luxemburgo. Afinal, o ilustre treinador com um salário de quase meio milhão de dilmas, vai bater boca com o gandula que não deve ter recebido nem 50 reais prá fazer aquele jogo sujo? Pois bem, no momento do ocorrido, o Grêmio tava visivelmente melhor em campo. Com a expulsão do irado milionário Luxemburgo, o time se desestabilizou e deu no que deu. Multa não deve ser só prá jogador por conduta inconveniente. Tem que ser também para outros desequilibrados.  Tá dito,Fidel,  você é o cara! quer dizer… o gato.

3 Comentários

Arquivado em Meu gato Fidel mandou dizer que...

Top Gear Brasil | Top Gear legendado é aqui...

670x377Image

Bem, o que posso dizer? Quero dizer, com certeza você está sentindo alguma emoção só de ver isto nesta foto. ADMITA! Você está sentindo… está, sim. Eu colocaria um destes entre eu e uma horda dos mais violentos guerreiros de Genghis Khan e ficaria esperando tranquilamente todos eles pararem, soltarem seus arcos e flechas e dizer, “Olha o carrinho. É liiiiiiindo”. E ele é.

Ver o post original 570 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

2012 : Festa do Divino Espírito Santo no Vale do Guaporé, Rondônia , Brasil

A Festa do Divino Espírito Santo no Vale do Guaporé , na fronteira de Rondônia com a Bolívia, é uma das maiores, senão a maior, manifestação do Patrimônio Imaterial da região. A Irmandade fez o pedido de Registro como Patrimônio Cultural Brasileiro  junto ao IPHAN.  O Batelão conduzindo os símbolos sagrados do Divino chegará a Piso Firme, Bolívia no dia 23 de maio, após percorrer todos os povoados do Guaporé.  Enquanto durar a festa, que vai até o domingo, dia 27  de maio de 2012 deixaremos este vídeo na primeira página.

2 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

Vai sair cara esta Copa !

JÁ ERA…a Previsão oficial de custo dos estádios da Copa. Pelo jeito… TÁ CARO TUDO. As cifras já cresceram em 992 milhões de reais, e 97% é dinheiro Público. Só na Arena Amazônia, o Tribunal de Contas da União denuncia superfaturamento de 86 mihões de reais. A previsão oficial atual do custo total das construções e reformas dos 12 estádios que serão utilizados na Copa do Mundo de 2014 é de R$ 6,904 bilhões. O valor é R$ 992 milhões superior à previsão inicial do Ministério do Esporte, divulgada em janeiro de 2010. O estádio mais caro é o do CURÍNTIA MEU, por enquyanto 890 milhões de reais. A reforma do Maracanã e o estádio de Brasília também são investimentos na casa dos 800 milhões de Reais,,,,até agora.

via Ipanema Expressa

Assim falou Norma ! :

Quousque tandem abutere, Catilina, patientia nostra? (…)
Quem ad finem sese effrenata iactabit audacia?
Marcus Tullius Cicero, pronunciados em 63 a.C.
Até quando, enfim, ó Catilina, abusarás da nossa paciência?
Até que ponto a (tua) audácia desenfreada se gabará (de nós)?
Recolhendo-me ao meu “triclinium”.

Me acorde quando o “modelo” brasilis mudar…          Zzzzzz

2 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

Aventar

A dois dias de se comemorar o Dia do Trabalhador, apetece-me partilhar um poema de Gibran, intitulado O Trabalho (um dos poemas de O Profeta, escrito em 1923).

Kahlil Gibran não precisa de apresentações, mas gosto da que fez a revista Blue Travel em Janeiro de 2005, que não descreve Beirute sem mencionar o poeta libanês: “Um povo de apenas quatro milhões de almas unido pela frase «o trabalho de um bom cidadão é manter a boca aberta», de autor estrangeiro (Gunter Grass), mas incorporada na ideologia reinante como as palavras proféticas de Kahlil Gibran, o maior poeta libanês.”

O poema é muito belo, mas aviso que pode ferir susceptibilidades.

Ver o post original 107 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações