Arquivo do dia: 14/04/2012

notas

E esse trecho de Quatro Quartetos, T.S. Eliot

Ver o post original

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Uma boa reflexão do arquiteto Giovani Barcelos.Para apoiar a EFMM para Patrimônio Mundial da Unesco > http://www.peticoesonline.com/peticao/estrada-de-ferro-mandeira-mamore-para-patrimonio-mundial-da-unesco/443

Estrada de Ferro Madeira Mamoré

O que é abandonar? Deixar ao relento, esquecer, não existir ou, muito pior, saber que existe e não fazer nada. Em arquitetura, em urbanismo, o conceito de abandono é vasto, pois remete à utilização ou não de um espaço, tanto fisicamente como conceitualmente.

Os lugares abandonados podem ser considerados feridas não tratadas da cidade. Elas estão lá, doem, mas são suportáveis. O problema ocorre quando alguém quer curar essas feridas, e sabe-se que mesmo quanto se tenta curar, ela dói. Vejo o caso da EFMM como uma ferida que existiu em Porto Velho, mas que estava estanque e a partir do momento que começou a ser curada, e doer, vozes se levantam dizendo que “ela continua abandonada”.

O abandono é algo físico e conceitual. Os dois incomodam, mas o físico é mais perceptível, enquanto que o conceitual, fica no campo dos pensamentos, da política, da (des)informação. Fisicamente se percebe os…

Ver o post original 150 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Uma situação bem parecida com a questão do Pronto Socorro JP II, em Porto Velho

rsurgente

 O jornalista David Coimbra perguntou hoje ao governador Tarso Genro, em coluna publicada no jornal Zero Hora, se ele não tinha vergonha da situação do Presídio Central. Para externar sua indignação com a situação dos detentos do presídio gaúcho, o colunista de ZH critica, entre outras coisas, os defensores dos animais e as manifestações a favor das bicicletas. “E os homens martirizados do Presídio Central? Ninguém se importa com eles? Onde está a solidariedade da espécie?” – pergunta Coimbra, que propõe como solução para o problema a privatização dos presídios.

O RS Urgente encaminhou ao governador Tarso Genro três perguntas sobre o tema. Eis as perguntas e a respostas do chefe do Executivo gaúcho:

Governador, qual a reação do senhor ao ver o estado atual do Presídio Central?

Acho que todos os gaúchos estão envergonhados com a situação do Presídio Central. Mas eu, particularmente, sinto-me, além de envergonhado, contente…

Ver o post original 511 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Para-choque de blog

“Quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.” Clarice Lispector

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Túnel do Tempo – Biblioteca Pública Dr. José Pontes Pinto, em Porto Velho/RO

O que terá acontecido com a Biblioteca Pública Dr. José Pontes Pinto, tão útil e bem frequentada em passado recente ? Algum dos historiadores da cidade pode esclarecer porque ela fechou e/ou para onde ela foi?

2 Comentários

Arquivado em Túnel do Tempo