Tabelas de serviço e mão de obra para projetos culturais

Apesar de haver algumas discrepâncias nas tabelas e preços quando for colocar no papel algum projeto da área cultural que pretenda incentivo, como a lei Rouanet, vale a pena consultar os indicadores da cultura, com valores de 225 ítens de serviços e mão de obra rotineiramente usados na área da produção cultural. O estudo foi realizado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) e incluiu pesquisas em 6 capitais brasileiras :  Belém, Recife, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Foram consultadas as tabelas de sindicatos e associações, de fornecedores e taxas de serviços públicos. Evidentemente alguns estados do Norte, como Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá terão preços completamente diferenciados, pela distância e carência de mão de obra especializada.  Pela proposta, esta primeira relação de valores teve como base o mês de agosto de 2011.  Vá diretamente aos arquivos através dos links em PDF >  Mão de obra  e  Serviços

Divulgada lista de serviços audiovisuais Plano Brasil Maior

A Nomenclatura Brasileira de Serviços, Intangíveis e outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio (NBS), e suas Notas Explicativas (NEBS), foram publicadas no dia 2 de abril, através do Decreto nº 7.708. A NBS classifica nacionalmente os serviços e possibilita a elaboração, fiscalização e avaliação das políticas públicas de forma integrada. O capítulo 25 da Nomenclatura descreve os serviços de apoio à produção audiovisual e relacionados, que são definidos como aqueles que contribuem para a realização da obra, conforme a seguinte lista : Serviços de gravação de som / Serviços de gravação de som em estúdio / Serviços de gravação de som ao vivo / Serviços de produção de programas de rádio e televisão, videoteipes e filmes / Serviços de produção de programas de televisão, videotapes e filmes / Serviços de produção de programas de rádio / Serviços de pós-produção de obras audiovisuais / Serviços de edição de obras audiovisuais/ Serviços de duplicação e transferência de obras audiovisuais / Serviços correção de cor e restauração digital de obras audiovisuais/ Serviços de efeitos visuais em obras audiovisuais/ Serviços de animação / Serviços de legendas, títulos e dublagem em obras audiovisuais /Serviços de projeto e edição de som em obras audiovisuais / Outros serviços de pós-produção em obras audiovisuais / Serviços de agenciamento pela comercialização de obras audiovisuais / Serviços de projeção de filmes

NEBS apresenta o detalhamento de cada um dos pontos acima citados, apontando inclusive os itens que não podem ser enquadrados nos referidos serviços.  O objetivo do plano para o audiovisual é investir e fortalecer as cadeias produtivas e proteger a indústria nacional, atuando em formação e qualificação de mão de obra, buscando desonerar os elos da atividade do setor e desburocratizando todos os processos e entraves ao desenvolvimento do audiovisual no Brasil.  Confira aqui mais informações sobre o Plano Brasil Maior.


Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s