Arquivo do mês: março 2012

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Gesto Indigesto

Esse daí superou todos os limites da preguiça

Ver o post original

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Enquanto isto, no aniversário da "redentora"…

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Enquanto isto, no aniversário da “redentora”…

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Deu na CBN : Força Nacional chega em Porto Velho para combater distúrbios nas usinas do Madeira

Escute o áudio completo da matéria  na CBN

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Gente que encontrei por aí… Fátima Cleide

Fátima foi atuante na Comissão de Educação, acumulou experiência no Senado e  trouxe muitas emendas para os municípios de RO,  principalmente Porto Velho. Hoje ela é  o nome mais forte do PT  para a sucessão do atual prefeito e tem muito prestígio entre as galeras da educação e da cultura.  Autora da PEC da Transposição, amiga pessoal de Lula e da Presidente Dilma, em tempos das mulheres no poder,  Fátima pode ser a mulher que Porto Velho precisa prá ser reorganizada. Com certeza, é o nome mais temido pelos adversários dos outros partidos numa disputa direta. Mas antes, ela precisa vencer as prévias do PT, em que liderou o primeiro turno com 380 votos e  onde tem como oponente Cláudio Carvalho, também um bom nome, mas que carrega o fardo de ter as suas contas reprovadas no TRE o que, em tese, o tornaria inelegível.  Fátima é ficha-limpa e seu nome inspira respeito e admiração, pois tem uma história de lutas e de conquistas.

Deixe um comentário

Arquivado em Gente que encontrei por aí

14º FICA : Festival de cinema ambiental mais importante do Brasil abre inscrições

O XIV FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, que acontece entre os dias 26 de junho e 1º de julho na Cidade de Goiás – Goiás, está com inscrições abertas no site www.fica.art.br. Longas, médias, curtas metragens e séries de televisão com temática ambiental, produzidos a partir de janeiro de 2010, nas bitolas 16mm e 35mm e em vídeo de todos os formatos, podem se inscrever até o dia 9 de abril. Além das premiações habituais, que totalizam R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais), o FICA irá conceder o premio de melhor filme eleito pelo júri popular no valor de R$10.000,00 (dez mil reais). As obras inscritas podem também ser selecionadas para a programação do FICA ANIMADO, mostra não competitiva de animações e ficções voltadas para o público infantil.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Salto Angel, a cachoeira mais alta do mundo

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Chit Chat

[UPDATE JAN-2014]

Publiquei esse post há 2 anos. De lá pra cá, volta e meia alguém descobre, compartilha, e recebo ondas de comentários de amor e ódio. Diria que o texto tem reações semelhantes ao PEQUI: ame-o ou deixe-o, sem meios termos, preto ou branco sem tons de cinza.

É curioso observar os comentários negativos. Parecem meu sogro, em relação à realidade brasileira: fica furioso, sobe nas tamancas, xinga e contesta qualquer PEQUENA crítica/comentário estrangeiro tecido sobre o Brasil. No entanto, virando as costas esbraveja, reclama, esculhamba tudo e diz que nosso país não tem jeito.

Leia abaixo, mas permita a existência de tons de cinza.

A revista Chef é publicação do Grupo Pesto. Essa foi a primeira edição, e nela constava uma coluna de Rafael Mantesso, do site Marketing na Cozinha.

Adorei o texto e resolvi compartilhar.

NÃO ABRA UM RESTAURANTE

Sua avó e sua mãe sempre cozinharam…

Ver o post original 1.073 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Túnel do Tempo : 1990, o ano em que bueiro na BR 364 só trazia alegria…

Deixe um comentário

Arquivado em Túnel do Tempo

Gente que encontrei por aí… Careca, da Rádio Caiari

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em Gente que encontrei por aí

Hoje, Cineamazônia na África

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Lamentos via Twitter

* O sofrimento provocado pelos seguidos ataques a minha honra é difícil de suportar, mas me amparo em Deus e na certeza de minha inocência 4 days ago
* A tudo suporto porque nada fiz para envergonhar meu partido, o Senado, Goiás e o Brasil. Essa é a verdade que, ao final, prevalecerá. 4 days ago
* Para tripudiar sobre mim e o mandato que o povo me confiou, desrespeitam os mais elementares princípios constitucionais. 4 days ago
* Dói enfrentar o olhar sofrido de familiares torcendo para o tormento passar logo. Mas as inverdades chegam açodadas; a reparação, lentamente 4 days ago
* As injúrias, as calúnias e as difamações minam a resistência até de quem nada teme, mas permaneço firme na fé de que a verdade triunfará. 4 days ago

Ganha uma nota de R$ 3 quem adivinhar de onde vem estes lamentos… Se tiver dificuldade, aqui vai uma dica .

2 Comentários

Arquivado em Curta Milimetragem

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Aventar

 

 

Ao desfolhar o Público de hoje, fiquei a saber que o arquivo pessoal de Nelson Mandela está disponível online, desde ontem (27 de março), em http://archive.nelsonmandela.org

Vale a pena visitar com calma.

Ver o post original

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Cientistas descobrem DNA dos partidos brasileiros (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Uma pesquisa ainda em andamento e orientada pelos cientistas Joseph Mooc Hill e Serguey War que deverá ser publicada proximamente na revista “The Cience of God” editada pela TFP – Teological Foreign Publication – dos Estados Unidos do Brazil, desvenda o DNA mitocondrial das agremiações partidárias brasileiras, com enfoque especial nas origens do maior partido da base aliada da Presidenta Dilma Houssef – o PMDB – que mostra o seu marcador mitocondrial de fundação exatamente em 1793, na França, no Palácio de Versalhes, com a Rainha Maria Antonieta.

Responsáveis por um série de estudos sobre as origens das agremiações partidárias no País, os cientistas dos EUB aplicaram ao seu trabalho o sequenciamento das células originais da sequência do DNA das agremiações – sistema mais correto para a análise da evolução no tempo das agremiações partidárias –  para determinar as mudanças nesse DNA político, fixando assim suas origens em diversas etapas do seu processo evolucionário.

No caso específico do “PMDB, o maior partido político do Brazil”, chefiado pelo vice-Presidente Michel Temmer, e de outra meia dúzia de agremiações chamadas “nanicas” e identificadas pelas mais irrealistas e estapafúrdias das siglas – entre elas PRB, PDT, PSC, PP, PTB e outras – o marcador inicial de criação de seu DNA está na exata ocasião da célebre frase pronunciada pela Rainha Maria Antonieta – Maria Antonieta Josefa Joana de Habsburgo-Lorena mulher do Rei Luiz XVI– que, ao ser informada que faltava “pão ao povo” da França de então perguntou : “por que eles não comem brioches?”.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

EUA "amolecem" para a entrada de brasileiro$

Americano quer Real….o REAL do Brasileiro. Tem Projeto dos EUA facilitando a entrada de brasileiros. A Experiência começa com grupo restrito, mas será estendida a turistas. O governo americano vai começar a livrar alguns brasileiros das filas de imigração nos principais aeroportos dos EUA. O programa, conhecido como Global Entry, vai selecionar inicialmente 150 brasileiros com visto de negócios pra entrar naquele país passando apenas por um quiosque automático. O programa vai ser estendido para 1.500 turistas. O objetivo é diminuir em até 70% o tempo de espera do passageiro na imigração. Querem criar uma fila expressa na imigração pra facilitar a entrada de brasileiros que viajam com frequência. Por R$ 181, o controle do passaporte levará três minutos – o convencional chega a uma hora. Os EUA também estabeleceram novas regras para agilizar a concessão de visto. A partir de agora, vistos expirados nos últimos quatro anos, desde que sejam para não imigrantes, podem ser renovados sem entrevista.
Já no Brasil, começam a valer na próxima segunda-feira, regras mais duras pra entrada de espanhóis no país. Os turistas terão de apresentar diversos comprovantes.

via Ipanema Expressa

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

EUA “amolecem” para a entrada de brasileiro$

Americano quer Real….o REAL do Brasileiro. Tem Projeto dos EUA facilitando a entrada de brasileiros. A Experiência começa com grupo restrito, mas será estendida a turistas. O governo americano vai começar a livrar alguns brasileiros das filas de imigração nos principais aeroportos dos EUA. O programa, conhecido como Global Entry, vai selecionar inicialmente 150 brasileiros com visto de negócios pra entrar naquele país passando apenas por um quiosque automático. O programa vai ser estendido para 1.500 turistas. O objetivo é diminuir em até 70% o tempo de espera do passageiro na imigração. Querem criar uma fila expressa na imigração pra facilitar a entrada de brasileiros que viajam com frequência. Por R$ 181, o controle do passaporte levará três minutos – o convencional chega a uma hora. Os EUA também estabeleceram novas regras para agilizar a concessão de visto. A partir de agora, vistos expirados nos últimos quatro anos, desde que sejam para não imigrantes, podem ser renovados sem entrevista.
Já no Brasil, começam a valer na próxima segunda-feira, regras mais duras pra entrada de espanhóis no país. Os turistas terão de apresentar diversos comprovantes.

via Ipanema Expressa

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Brasil perde Millôr Fernandes

O escritor carioca Millôr Fernandes morreu aos 88 anos, às 21h desta terça-feira (27), em casa, em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele teve falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca. O velório está marcado para quinta-feira (29), das 10h as 15h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária. Em seguida, o corpo será cremado.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Túnel do Tempo : Beron

Rondônia PASSAVA por aqui…

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Roger Waters deixa tijolos do The Wall para reforma do Beira-Rio (via O Bairrista)

Após o épico show do ex-Pink Floyd, Roger Waters, mais uma boa notícia para o Internacional. O músico resolveu deixar uma ajuda para a reforma do estádio, mais uma boa lembrança da sua passagem por Porto Alegre.

– O Roger ficou encantado com o povo Gaúcho e resolveu dar uma força na reforma – disse um dos assistentes do cantor.

Os tijolos do Muro que é construído no palco durante a apresentação de The Wall serão reaproveitados pela Andrade Gutierrez na reconstrução do estádio.

Leia esta e outras mais em O Bairrista

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Sul

LLEOMODESTO

POR LLEOMODESTO

PARA A NOSSA ALEGRIA, VÍDEO GRAVADO EM FAMÍLIA (PARA A NOSSA ALEGRIA) ASSUMIU O STATUS DE MEME, CONQUISTANTO AS DIVERSAS REDES SOCIAIS, TORNANDO -SE UM DOS TEMAS MAIS COMENTADOS DA INTERNET NA SEMANA PASSADA.

AGORA COMO ACONTECEU COM A LUIZA “QUE ESTAVA NO CANADÁ”, A AGORA CONHECIDA (FAMÍLIA PARA A NOSSA ALEGRIA) FICOU FAMOSA DO DIA-PARA-A-NOITE E É DISPUTADA POR PROGRAMAS DE RÁDIO, TV E INTERNET QUE QUEREM SABER MAIS SOBRE ESTA NOVA FEBRE DAS REDES SOCIAIS.

VEJA ABAIXO O VÍDEO MAIS COMENTADO DOS ÚLTIMOS TEMPOS EM TODO O BRASIL, COM VOCÊS PARA A NOSSA ALEGRIA:

A EXEMPLO DA FAMA REPENTINA, A FAMÍLIA PARA A NOSSA ALEGRIA ESTEVE NO PROJAC E VISITOU A ANA MARIA BRAGA, CONFIRA MAIS DETALHES;

A família “Para a nossa alegria”já colhe os frutos do sucesso. Marinalva, Jefferson e Suelen estiveram na manhã desta segunda-feira, 26, na Central Globo de Produção.

O vídeo que…

Ver o post original 153 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Alguém grita pela natureza…

Os caboclos são loucos e já não são poucos. alma desbarrancada , boca escancarada, volto a dizer: quem vive na margem não é marginal!. mas que fome é essa que come meu quintal ?

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Aprenda com as adversidades e enfrente o analfabetismo funcional sensorial

Por Eduardo Shinyashiki

A mente de grande parte dos seres humanos está configurada para criar resistências diante das situações de desconforto. Existem pessoas que passam por adversidades na vida e não conseguem aprender a lidar com os problemas para crescerem e se fortalecerem no futuro. Baseado em um conceito utilizado na educação, podemos considerar esses indivíduos como sendo analfabetos funcionais sensoriais.

Todos temos competências, qualidades e, até mesmo, condições de entrar em uma experiência de vida e tirar lições relevantes, mas para isso é preciso saber interpretar as mensagens. Como diz o escritor americano Alvin Tofler, “o analfabeto do século XXI não será aquele que não consegue ler e escrever, mas aquele que não consegue aprender, desaprender, e reaprender”.

É como se alguém estivesse em uma floresta tropical, úmida e escura por conta das grandes árvores, sofrendo com as picadas de muitos insetos, mas se importasse apenas com a dor e não juntasse a energia necessária para olhar com atenção ao seu redor e, assim, tomar uma decisão sobre como afugentar o problema.

Muitas vezes no papel de vítima das situações, dificilmente, esse tipo específico de analfabeto consegue captar experiências emocionais para se transformar em alguém mais inteiro, presente e vivo. Além de não desenvolver a inteligência emocional, a pessoa não trabalha a mente para se tornar mais forte e equilibrada. São pessoas amarguradas, que não se esforçam para mudar a dinâmica da vida, focando no desgaste e descontrole dos acontecimentos.

O importante é conseguir identificar o cenário e analisar quais medidas deverão ser tomadas para atingir o resultado desejado, mesmo com todos os obstáculos que surgirão. Focados na realização trazemos à tona todas as experiências superadas no decorrer da vida, notando que para todas as instabilidades há caminhos alternativos.

Em vez de passar a vida gastando energia com as dificuldades, questione-se e busque formas de transformá-las em solução. O maior obstáculo para quem quer realizar um sonho não está no mundo exterior, mas, sim, nas particularidades de cada um e no compromisso de mexer com o limite estabelecido pelo hábito.

via  www.edushin.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Somos andando

A situação dos porto-alegrenses anda complicada. Sem alternativa mesmo. Este post é para ele(a)s.

Se o cara tem carro, além de ficar preso no trânsito em alguns pontos e horários críticos, ele também tem que conviver com o local em que o grau de competitividade das pessoas está mais exacerbado. É quase um risco de vida, ou por tiro de algum maluco que não conseguiu te ultrapassar ou por infarto.

Mas estou fugindo do assunto. O problema é que, se a pessoa não quer passar por isso e/ou não tem grana para ter carro, ela também está com problemas, e ainda piores. Ciclistas estão tendo que forçar um espaço que a cidade não dá para eles. A Prefeitura não tem planejamento cicloviário de longo prazo, e os motoristas, de um modo geral, ainda não aprenderam que quem está em cima da bicicleta é tão cidadão quanto o que está dentro…

Ver o post original 575 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deu no G1 : 2.000 gravuras rupestres foram encontradas durante pesquisa arqueológica no rio Madeira

Leia a matéria completa no > G1 Natureza

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

A trilha do fim de semana

Gru (Gabi Lima) e John Ulhoa tocando Sangue Frio, canção original do Clã.

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Sul

Raul Seixas: O Início, o Fim e o Meio

Dirigido por Walter Carvalho e idealizado pelo produtor Denis Feijão, RAUL – O INICIO, O FIM E O MEIO, apresenta uma fascinante investigação sobre a vida pessoal e profissional de uma das maiores lendas do rock nacional através de imagens inéditas de arquivos e 54 entrevistas realizadas em Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro e também no exterior (Suíça e Estados Unidos) reunindo ex-mulheres, filhos, amigos de infância, músicos, profissionais da área musical e parceiros, como o escritor Paulo Coelho. Programa imperdível para os fãs e para todos que querem conhecer mais sobre nosso Maluco Beleza.Quer saber mais sobre o filme? Então corre para pagina do Facebook Raul Seixas O Filme . Lá você pode conferir trailers, imagens e encontrar a sala de cinema mais próxima de você.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Por onde andará Hermes Aquino ?

Músicas de Hermes Aquino na Rádio UOL . Para quem curtiu aquela época veja também Mauro Kwitko : bem necessário

1 comentário

Arquivado em Ao Sul

Para-choque de blog

“Perdido seja para nós aquele dia em que não se dançou nem uma vez! E falsa seja para nós toda a verdade que não tenha sido acompanhada por uma gargalhada.”   Nietzsche

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Um Sonho de Cinema

Por Júnior Silveira 

Um filme tem o poder de transformar, de curar, de causar uma revolução nas emoções, sentimentos e pensamentos de um individuo. Quando assistimos a um filme e nos entregamos a tal experiência, estamos diante de inúmeras possibilidades que podem causar impactos importantes em nossas vidas.

O maior poder do cinema está na força de identificação do público com a obra cinematográfica, pois quando assistimos a um filme nos identificamos com personagens, enredos, dramas, às vezes comparando o “final feliz” com a nossa própria vida.

Tudo isso nos faz refletir profundamente sobre nossa personalidade, nossas emoções e até mesmo nosso papel no ambiente em que estamos inseridos. São essas reflexões que, de fato, movem as nossas vidas, dado que são os questionamentos que nos fazem buscar as soluções e os caminhos a seguir.

Um filme pode ser comparado a um sonho, pois em ambos experimentamos sensações que nos permitem refletir sobre nossas vidas, nossas angústias e nossas escolhas. Pesquisas afirmam que, quando sonhamos, o cérebro entra num período em que revive acontecimentos. A função do sonho é nos proporcionar a experimentação de soluções para os problemas e preocupações e, até mesmo, reavaliar sentimentos e acontecimentos.

Sonhar é como vivenciar um filme, pois nos faz pensar, rir, chorar, sentir medo, reviver e relembrar. Ao acordar, lembramo-nos do sonho e passamos a refletir sobre o que sonhamos; passamos a reelaborar o significado do sonho, levando em conta as nossas experiências pessoais.

Um filme proporciona as mesmas emoções e sensações, como se vivêssemos nossa vida dentro de outra perspectiva. Quando se faz uma reflexão entre o que se assiste e o que de fato se vive, um paralelo entre a ficção e o real, é natural se colocar no lugar dos personagens, assim como colocar as soluções e o “final feliz” como expectativas na sua própria vida.

Numa sociedade tão violenta e de degradação de valores, o sonhar tem perdido espaço.  Com constantes “más notícias” e instabilidade familiar e social, uma criança pode ter, em vez de sonhos, pesadelos que afetam gravemente sua vida, tornando-a uma criança introspectiva, limitada e cheia de medos.

Na área educacional, o que tem se proposto é o uso das novas e modernas linguagens para proporcionar à criança experiências e vivências que contribuam para sua formação enquanto cidadã. O cinema tem forte influência no despertar do senso crítico e do olhar da criança sob o ambiente no qual ela se encontra, uma vez que, como exposto anteriormente, dá oportunidade a uma reflexão profunda do indivíduo.

O uso das linguagens cinematográficas é uma forte e potente ferramenta para produzir “bons sonhos”, é a oportunidade do aluno “sonhar acordado” e vivenciar um filme fazendo uma reflexão. Esse momento beneficiará o desenvolvimento da criança, estreitando a relação desta com sua realidade, além de permitir o despertar do olhar do aluno sobre ele mesmo.

O cinema traz como resultado o reflexo do ser, reflete para o próprio aluno o que ele é, o que ele quer ser e o que ele pode vir a ser. Fazer da sala de aula um estúdio de cinema é trazer para a escola meios de combater problemas encontrados numa instituição de ensino no que diz respeito ao comportamento e à socialização do aluno.

O cinema proporciona que o aluno “saia do sonho” e pratique em sua vida princípios que o torne um ser humano melhor, com olhar voltado ao próximo e à sociedade, dedicando-se à família e aos amigos e interessando em se desenvolver até o tão esperado final feliz.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

3º Curtamazônia recebe seus primeiros filmes de longa e curta metragem

Começam a chegar ao 3º Festival de Cinema Curta Amazônia os primeiros filmes que concorrem ao troféu “100 anos da Madeira Mamoré”. São filmes de curta-metragem e longa-metragem  filmes dirigido por consagrados diretores e, novos diretores que traduzem nas suas obras e no olhar cinematográfico as mais diversas expressões e formas da cultura brasileira. Os rondonienses poderão conferir em Porto Velho no 3º Curta Amazônia que acontece de 23 a 30 de junho e, no 2º Circuito de Exibição nos municípios de Candeias do Jamari, Cacoal e Guajará Mirim. Dentre os longas-metragens de ficção está o filme do Distrito Federal, “Protetor”, direção Cleuberth Choi, classificação livre. “O Carteiro”, direção Reginaldo Faria, 2011, 103 min, classificação 12 anos, RS. Na linha documental de longa-metragem, destacamos até o momento na mostra competitiva: “Mamomas prá Sempre”, de Claudio Kahns, doc, 2011, 83 min, SP. Outro longa documental inédito no Festival é: “No fundo nem tudo é memória”, de Carlos Segundo, doc, 2012, 75 min, livre, SP. Na categoria curta-metragem chegaram para a mostra competitiva 27 filmes de diversos gêneros: ficção, animação, documentário, experimental, se destacando os filmes de ficção com 17 filmes inscritos até o momento. São filmes vindos de diversos estadosbrasileiros: Goiás, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Distrito Federal, Paraná e Rondônia. Se você ainda não fez a inscrição de seu filme, as inscrições estão abertas até 20 de abril e podem ser feitas no site www.curtamazonia.com .

Fonte: Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Túnel do Tempo – Rio Madeira década de 70

Década de 70

Década de 70

Deixe um comentário

Arquivado em Túnel do Tempo

Educação para crescer, desafio essencial

Por Pedro Melo

O Brasil e os brasileiros vivem um momento ímpar. O crescimento e a prosperidade alcançados nos últimos anos, aliados ao incremento e fortalecimento do mercado interno como resultado da conquista de melhorias na distribuição de renda, nos têm garantido uma exposição internacional inédita, o que contribui para realimentar o já positivo potencial de evolução. Diante dessa onda positiva, é natural que percebamos com maior nitidez algumas deficiências, especialmente as que surgiram nos momentos mais difíceis de nossa curta trajetória como nação, que soma pouco mais de 500 anos.

Uma das mais perceptíveis distorções está vinculada à qualidade da educação. Como país em pleno desenvolvimento, a necessidade de pessoas preparadas para ocupar as mais variadas funções profissionais tem crescido fortemente. Surge aí um importante gargalo vivido por empresas, empreendedores, instituições, entidades e organismos públicos e privados. Também chamado de “apagão” da mão de obra, o fenômeno ameaça gravemente o potencial de expansão de setores inteiros, em razão da escassez de pessoal capacitado para assumir postos de trabalho oferecidos, independentemente do grau de instrução exigido.

O Brasil somou importantes conquistas na área do ensino nas últimas décadas. Primeiramente, está sendo garantido acesso a todos os ingressantes no Ensino Fundamental. Assim, a quase totalidade das crianças desfruta do direito constitucional à escolaridade gratuita. O problema é garantir a adesão para que deem continuidade aos estudos ao longo dos anos. Também foi ampliada a oferta de vagas no Ensino Superior, não só com o crescimento e aumento da rede de universidades públicas, mas, também, com a abertura à expansão das chamadas Instituições de Ensino Superior privadas, apoiadas, inclusive, por programas de concessão de bolsas ou de financiamento estudantil, como, respectivamente, o ProUni e o FIES, mantidos pela União.

Assim, o motor de grandes preocupações e esforços de governos, instituições, empresas e autoridades vinculadas à educação é a oferta de um ensino de melhor qualidade em todos os níveis educacionais. É preocupante perceber que, apesar desses esforços, a evolução nesse sentido tem ficado aquém do esperado. Neste mês de fevereiro, o movimento Todos pela Educação, que instituiu metas a serem atingidas até 2022, divulgou dados preocupantes, que indicam que, sem mudanças consideráveis, as referidas metas podem não ser atingidas, especialmente em razão do ingresso tardio de nossas crianças nas escolas, dos altos índices de repetência e do elevado número de matriculados que abandonam seus estudos.

Apesar de as instâncias governamentais estarem se esforçando para garantir o acesso à escola, segundo os objetivos intermediários estabelecidos pelo movimento, nenhuma unidade da Federação superou, em 2010, a meta estabelecida, que previa 93,4% de todas as crianças e jovens entre 4 e 17 anos matriculadas e frequentando a escola. Até 2022, o percentual estabelecido pelo movimento é de 98%.

O País todo e o empresariado brasileiro, em especial, precisam contar com pessoas bem capacitadas a assumirem as demandas do crescimento, que tendem inclusive a evoluir. Nesse sentido, a educação de qualidade é essencial para garantir a força intelectual e profissional necessária para atender à demanda do capital humano, sem dúvida o principal pilar de nosso progresso e soberania em termos de conhecimento. Os desafios não são poucos, mas a coordenação de esforços dedicados para qualificar o ensino e a capacitação oferecida aos brasileiros será um fator crucial para a consolidação do desenvolvimento.

*Pedro Melo é presidente da KPMG no Brasil.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Aventar

 (adão cruz)

Dia de enganos

Uma gaivota beijando a espuma branca das águas fundas em bailado  grandi mestri culminando as chaminés do cabo do mundo

O barco ao longe só estático no horizonte como eu aqui de olhos  fitos nas rochas

Gaivotas bailando Rossini mascagni massenet sem ponte nem  horizonte verdi wagner bizet sobre a espuma da tarde sem dia do dia sem  ponte sem horizonte para lá das rochas negras e nuas

Marcia trionfale dunas de espuma branca abraçando as  rochas do meu deserto tão perto do mar imenso tocando as nuvens por dentro de  mim

Alguém me leva nas asas da gaivota por dentro de mim em doce  intermezo de rios de sol e mar sem fim

Alguém me passeia por dentro de ti cavalcate delle  valchirie a vertigem avança em turbilhão até planar bailando sobre o coração  cravado no sol poente vermelho e quente do…

Ver o post original 59 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Sobre a natureza dos animais…

Contribuição de Luiz Duval Marques

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Sequestrados executivos de multinacional (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Não achei que estivesse vivo para presenciar um ato tão brutal como esse, ainda que do Comunismo pouco se possa esperar, em termos de respeito aos direitos humanos. Evidentemente, trata-se de uma desvairada farsa, como se verá a seguir. Dezessete gestores de uma das maiores e mais bem-sucedidas empresas de petróleo do Globo foram “impedidos” – sem direito a qualquer tipo de defesa – de sair do Bananal, o que, na prática, significa que foram sequestrados por este governo usurpador bolchevique. Tal afronta a cidadãos de outros países, sob a alegação de que deverão responder a processo por supostos vazamentos petrolíferos é risível, quando não dizer, ridícula.

Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

1 comentário

Arquivado em Reblog

Os vampiros

Por José Afonso

No céu cinzento sob o astro mudo
Batendo as asas pela noite calada
Vêm em bandos com pés de veludo
Chupar o sangue fresco da manada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

A toda a parte chegam os vampiros
Poisam nos prédios poisam nas calçadas
Trazem no ventre despojos antigos
Mas nada os prende ás vidas acabadas

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia as portas à chegada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

No chão do medo tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota o sangue da manada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

São os mordomos do universo todo
Senhores à força mandadores sem lei
Enchem as tulhas bebem vinho novo
Dançam a ronda no pinhal do rei

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia as portas à chegada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

O Enigma, no Serra Verde Express…

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Sul

Dataprado: Haddad é o mais rejeitado em São Paulo (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

Clique na imagem para ampliar

A nova pesquisa Dataprado confirma a inutilidade da candidatura Haddad, que já nasceu morta. É pura ilusão dos comunistas acharem que poderão usurpar o poder na capital bandeirante, eles não tem a mínima chance, alvíssaras! Leia Mais via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Morre jornalista que fotografou Che Guevara em seu leito de morte

Marc Hutten foi o único a fazer fotos coloridas do corpo de Che na Bolívia.

Marc Hutten foi o único a fazer fotos coloridas do corpo de Che na Bolívia.

Marc Hutten, jornalista aposentado da Agência France-Presse (AFP) que fotografou Che Guevara em seu leito de morte na Bolívia, faleceu no domingo (18) aos 82 anos, anunciou a família nesta terça-feira (20). Marek de Hutten-Czapski, seu verdadeiro nome, nasceu no dia 7 de janeiro de 1930 em Boulogne-Billancourt, na periferia de Paris, em uma família aristocrática germano-polonesa. Entrou na AFP em 1959, assinando como “Marc Hutten”. Cobriu a guerra do Vietnã e em outubro de 1967 viajou à Bolívia, na época em que o exército executou Che Guevara. Tirou as poucas fotos em cores do corpo, quando foi exposto em praça pública, no povoado de Vallegrande (a 150 km ao sudoeste de Santa Cruz), imortalizando o momento. Depois de trabalhar em Buenos Aires, Washington e Hong Kong, Hutten foi o editor em espanhol da AFP na sede de Paris, e nos escritórios da agência em Caracas, Madri, Johannesburgo e na Tunísia, até se aposentar, em 1994. Via oaltoacre.com

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Já viu esse?

Há no mundo uma espécie de “sabedoria popular” que diz que o que é proibido é mais gostoso. Provável resposta secular para o moralismo castrador imposto durante séculos pelas religiões, em especial pelo catolicismo, esse pensamento merece uma rápida reflexão. O que é proibido, geralmente, o é moralmente e/ou legalmente baseado em experiências empíricas, reflexões e debates que visam o bem estar coletivo e a manutenção da ordem social. Enquanto algumas proibições, como a de matar, apresentam um apelo inquistionávelmente universal, outras tantas, como a proibição do uso de drogas, sempre provocarão discussões acaloradas sobre o poder do Estado sobre a vida e as escolhas do cidadão, ocasionalmente despertando indiretamente a curiosidade do mesmo sobre o “objeto” proibido. Mesmo que não seja necessariamente “bom” ou “mais gostoso”, o que é proibido goza de um enorme poder de sedução que vez ou outra nos leva a transgredir limites impulsionados pelo desejo…

Ver o post original 512 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

)

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações