Arquivo do dia: 08/02/2012

Melhores tweets sobre #RIPWando

Blog da Lista


Daí que, com a morte do Wando, a palavra mais tuitada por brasileiros é calcinha. Geral ficou em polvo rosa (escrevi assim de propósito) e geral agora é muito fã de Wando, como acontece em casos de mortes de famosos, enfim. Dessa enxurrada de postagens sobre o falecido cantor metido a garanhão, teve quem disse coisas divertidas. Siligaí:

Ver o post original

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Fratres in Unum.com

O vazamento de cartas acusatórias. A malsucedida operação do San Raffaele. O Secretário de Estado está cada vez mais solitário, na cúria que não governa e com um Papa a quem não ajuda.

por Sandro Magister, L’Espresso nº 6 de 2012 | Tradução: Fratres in Unum.com

Roma, 2 de fevereiro de 2012 – No Vaticano não marcham os “indignados”, mas se combate a golpes de documentos. No sábado, 28 de janeiro, o conselho de ministros da cúria romana, na presença do Papa, dedicou uma parte de sua reunião a estudar como colocar uma barreira ao vazamento de documentos. Haviam passado somente três dias desde a última e clamorosa fuga: um maço de cartas confidenciais escritas a Bento XVI e ao Cardeal Secretário de Estado, Tarcisio Bertone, pelo então secretário do Governatorato da Cidade do Vaticano, hoje núncio em Washington, o arcebispo Carlo Maria Viganò.

Estas cartas — e mais outros documentos…

Ver o post original 1.369 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Hoover e Thatcher

Blog da Boitempo

Por Emir Sader.

Parece que a prolongada crise econômica do capitalismo vai tirando da listas dos bestsellers as biografias dos executivos bem sucedidos – salvo aqui, com o crescimento da economia, onde ainda prima o Eike. Voltam personagens políticos, no caso atual, de índole conservadora, já não mais como os ídolos que foram, mas na sua decadência.

Os dois filmes – J. Edgar, de Clint Eastwood, e A dama de ferro, de Phyllid Lloyd – são lançados simultaneamente nos cinemas brasileiros, sobre dois personagens conservadores cruciais. Hoover, quase 50 anos no FBI cruzou toda a guerra fria como um dos seus protagonistas essenciais. Thatcher, como uma das lideranças mais importante no relançamento e renovação da direita no mundo, com o neoliberalismo.

Ambos os filmes buscam o difícil enfoque pessoal de personagens obviamente antipáticos e duros. No caso de Hoover, essa dificuldade se agrava, pela relação homossexual com seu…

Ver o post original 491 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Morre Wando, o "romântico" de 66 anos de "Fogo & Paixão"

O cantor Wando morreu na manhã desta quarta-feira (8), aos 66 anos, em razão de um infarto seguido de uma parada cardíaca, confirmou a assessoria de imprensa do hospital Biocor, em Nova Lima (MG), onde o artista estava internado.
Wando deu entrada no hospital mineiro no último dia 27 e foi submetido a uma angioplastia coronariana em caráter de urgência, para desobstrução das artérias do coração, no dia seguinte. No sábado (4), ele foi submetido a uma nova angioplastia de emergência de muitas artérias, uma vez que não respondia ao tratamento.

Wanderley Alves dos Reis, mais conhecido por Wando (Cajuri, 2 de outubro de 1945 — Nova Lima, 8 de fevereiro de 2012) foi um cantor brega-romântico brasileiro.O apelido Wando foi dado por sua avó. Ainda pequeno mudou-se de Cajuri para Juiz de Fora, onde formou-se em violão erudito e começou a lidar com música por volta dos 20 anos. Nessa época já participava de conjuntos e se apresentava em bailes na região. Mais tarde muda-se para Volta Redonda (RJ), onde trabalhou como caminhoneiro e feirante.

Sua carreira de cantor iniciou-se em 1969 e o sucesso veio em 1973. Seu maior sucesso é Fogo e Paixão, lançado no álbum O Mundo Romântico de Wando, de 1988

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Morre Wando, o “romântico” de 66 anos de “Fogo & Paixão”

O cantor Wando morreu na manhã desta quarta-feira (8), aos 66 anos, em razão de um infarto seguido de uma parada cardíaca, confirmou a assessoria de imprensa do hospital Biocor, em Nova Lima (MG), onde o artista estava internado.
Wando deu entrada no hospital mineiro no último dia 27 e foi submetido a uma angioplastia coronariana em caráter de urgência, para desobstrução das artérias do coração, no dia seguinte. No sábado (4), ele foi submetido a uma nova angioplastia de emergência de muitas artérias, uma vez que não respondia ao tratamento.

Wanderley Alves dos Reis, mais conhecido por Wando (Cajuri, 2 de outubro de 1945 — Nova Lima, 8 de fevereiro de 2012) foi um cantor brega-romântico brasileiro.O apelido Wando foi dado por sua avó. Ainda pequeno mudou-se de Cajuri para Juiz de Fora, onde formou-se em violão erudito e começou a lidar com música por volta dos 20 anos. Nessa época já participava de conjuntos e se apresentava em bailes na região. Mais tarde muda-se para Volta Redonda (RJ), onde trabalhou como caminhoneiro e feirante.

Sua carreira de cantor iniciou-se em 1969 e o sucesso veio em 1973. Seu maior sucesso é Fogo e Paixão, lançado no álbum O Mundo Romântico de Wando, de 1988

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Blog do Washington Dourado

Sempre defendi a nomeação de professores aprovados em concurso para ocupar as carências definitivas, concordando com a existência de professores com contrato temporário apenas para o caso de substituição em licenças médicas ou afastamentos temporários. Por outro lado, também sempre defendi que os professores com contrato temporário tivessem o mesmo salário inicial de um professor efetivo em início de carreira.

Antes do Governo Arruda o pagamento destes professores era pelo valor mensal, incluindo as gratificações. Na gestão Arruda a lei foi modificada e os professores temporários passaram a receber por hora aula e sem algumas gratificações. Só depois de muita pressão é que o Governo aceitou pagar algumas gratificações, mas sem a Tidem e com descontos de horas que rebaixava o salário destes profissionais.

Agora com a aprovação da Lei da Gestão Democrática o GDF tem a possíbilidade de resolver esta questão definitivamente, garantindo a estes professores o direito de terem uma remuneração justa…

Ver o post original 76 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Os retratos lisérgicos de Nick Lepard (via Espaço Imoral)

Em contradição com a sua pouca idade (20 e poucos anos), o talento do canadense proveniente de Vancouver, Nick Lepard, se sobressai em muitos aspectos. Com uma técnica de pincelada tão rica em singularidade quanto expressionismo, seus retratos pintados contradizem a questão do ser necessário experiência para o alcance de níveis conceituais artísticos, conforme os padrões vigentes da crítica especializada.

Suas tintas são de tons vivos, porém não contrastam umas com outras, difundem-se em tons delicadamente escolhidos e de forma minuciosamente delineada. Seus traços são fortes, porém abdicam da aspereza e ingenuidade, características marcantes de obras indiretas e tendenciosas. Mais do que tudo, as pinturas de Nick Lepard contornam um sobreposto lisérgico de harmonia e vanguardismo, simplesmente são o que são por não entenderem mais do que deveriam.

via ESPAÇO IMORAL

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano