MPA e IBAMA assinam documento que permitirá ao Brasil exportar o Pirarucu

O ministro Luiz Sérgio (Pesca e Aquicultura) e o presidente do Ibama, Curt Trennepohl, assinam, nesta quarta-feira (21/12) ao meio-dia, na sede do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), documento que legaliza a criação do Pirarucu (Arapaima gigas) em cativeiro e possibilita, pela primeira vez, a sua exportação. O peixe desperta o interesse do mercado japonês e de países europeus como França e Alemanha.
A autorização atingirá apenas os peixes comprovadamente criados em tanques escavados por produtores autorizados pelo Ministério da Pesca e Aquicultura e pelo Ibama. A comercialização do peixe capturado nos rios segue proibida. A medida valerá, a princípio, para o estado de Rondônia, que já possui uma grande produção aquícola, mas será ampliada aos demais estados produtores no primeiro semestre de 2012.
O pirarucu é um dos maiores peixes encontrados em rios e lagos do Brasil podendo atingir três metros de comprimento e pesar mais de 200 quilos. Com sabor característico e carne de textura firme o pirarucu é considerado o “bacalhau da Amazônia”.

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s