Mar, amor e poesia

TANTAS POESIAS EU FIZ

Com pensamentos vadios
perdi-me na imensidão das noites nuas,
sorrindo verdades,
alardeando felicidades.
Tantas poesias eu fiz,
tornando o sonhos
uma realidade discreta,
à espera do tudo ou do nada.
A palavra brinca no pensamento,
que insiste em lembrar tua ausência,
na dor que invade sem dar alento.Tantas poesias eu fiz,
buscando nas brumas do passado,
nossas metades inabadas.

Deixe um comentário

Arquivado em A Nordeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s