Arquivo do dia: 12/11/2011

Para-choque de blog

“Para ser tolerante, é preciso fixar os limites do intolerável.” (Umberto Eco)

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog

Deu no G1 : Cantor sertanejo suspeito de cometer crimes usava nome falso

O delegado de Comodoro, Vinícius Prezoto, confirmou ao G1 que o cantor sertanejo Ademir Cândido Franco Barreiros, foi preso em Comodoro, distante 677 km de Cuiabá, nesta quinta-feira (10) por falsidade ideológica e uso de documentos falsos. Ademir, que se passava por Altair,um irmão seu falecido,  formava a dupla sertaneja Dudu di Valença e Rodrigo, juntamente com outro irmão chamado Altemir. De acordo com a polícia, os irmãos já teriam furtado ao menos 25 joalherias em todo o país. O delegado contou que havia um mandado de prisão em aberto contra Ademir, expedido pela Justiça do município de Cacoal (RO), por receptação, em 23 de outubro de 2008. Ainda segundo Prezoto, a polícia recebeu a informação de que o cantor estava na cidade de Comodoro e estava fazendo uso de documentos falsos.

via G1

Deixe um comentário

Arquivado em Ao Norte

Matando de fome a "gordura"

Um casal de cientistas brasileiros conseguiu matar de fome a gordura do organismo. Wadih Arap e Renata Pasqualini, que trabalham no Centro do Câncer MD Anderson, da Universidade do Texas, desenvolveram uma molécula que consegue atacar, de forma específica, os vasos sanguíneos que alimentam o tecido adiposo (de gordura). Sem esse suprimento crucial de nutrientes, as células de gordura fazem REGIME. O êxito, por enquanto, foi obtido em três espécies de macacos: resos, cinomolgos e babuínos. Em média, os bichos perderam 40% de sua gordura corporal no teste. Em parceria com uma empresa farmacêutica que licenciou a produção da molécula, a equipe já projeta testes em seres humanos nos Estados Unidos. Depende apenas das Agências Reguladoras pra agilizar a experiência. E, segundo os 2 cientistas, o processo é naturalmente demorado porque uma nova droga contra a obesidade teria uma demanda imensa e risco de uso impróprio. A ideia de matar células indesejadas de fome, restringindo o suprimento de sangue, surgiu originalmente como arma contra o câncer.

via Ipanema Expressa

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Matando de fome a “gordura”

Um casal de cientistas brasileiros conseguiu matar de fome a gordura do organismo. Wadih Arap e Renata Pasqualini, que trabalham no Centro do Câncer MD Anderson, da Universidade do Texas, desenvolveram uma molécula que consegue atacar, de forma específica, os vasos sanguíneos que alimentam o tecido adiposo (de gordura). Sem esse suprimento crucial de nutrientes, as células de gordura fazem REGIME. O êxito, por enquanto, foi obtido em três espécies de macacos: resos, cinomolgos e babuínos. Em média, os bichos perderam 40% de sua gordura corporal no teste. Em parceria com uma empresa farmacêutica que licenciou a produção da molécula, a equipe já projeta testes em seres humanos nos Estados Unidos. Depende apenas das Agências Reguladoras pra agilizar a experiência. E, segundo os 2 cientistas, o processo é naturalmente demorado porque uma nova droga contra a obesidade teria uma demanda imensa e risco de uso impróprio. A ideia de matar células indesejadas de fome, restringindo o suprimento de sangue, surgiu originalmente como arma contra o câncer.

via Ipanema Expressa

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano