Arquivo do dia: 22/08/2011

Abastecendo no Cuniã. Põe gordura de jacaré no tanque aí, ô meu !

Uma equipe de pesquisa da Universidade de Luisiana descobriu que o  óleo obtido a partir da gordura de jacaré atende a requisitos de um biodiesel de alta qualidade e decidiram dar um novo rumo às toneladas de gordura desperdiçadas por ano.

Segundo os cientistas norte-americanos, a gordura de jacaré pode ser um excelente candidato para produção de biodiesel. O argumento é sustentado não apenas pelas características do lipídio animal, mas por ser uma possível solução para as 15 mil toneladas de gordura jogadas fora pelos estabelecimentos rurais que criam esses animais em cativeiro para fins comerciais.A indústria da carne de jacaré também envia quase 7 milhões de quilos de gordura para aterros por ano. Segundo pesquisadores, isso é um desperdício, já que a gordura do jacaré é uma grande fonte de biocombustível. “A gordura, cortada no processamento da carne, é rica em óleos que podem ser recuperados e transformados em biodiesel”, explica o cientista Rakesh Bajpai.

Em experimentos de laboratório, a equipe de Rakesh converteu com êxito 61% da gordura de jacaré em um líquido utilizável como biocombustível. “Óleo de jacaré pode ser usado como um estoque potencial de biodiesel e, dado que esta matéria-prima é tradicionalmente um produto de resíduos, seu uso deve resultar em custos de processamento reduzidos”, conclui o pesquisador. O biodiesel de jacaré é semelhante ao biodiesel produzido da soja, a principal fonte dos 2,6 bilhões de litros de biodiesel produzidos nos Estados Unidos em 2008. O uso da gordura de jacaré, em vez de soja, pode ajudar a conter o desvio de culturas alimentares para combustível, o que é muito positivo em um mundo que enfrenta a escassez de alimentos. Já para a indústria do jacaré, os répteis são cultivados por causa de sua pele e carne. A pele acaba em carteiras, botas e cintos, enquanto a carne aparece em menus. A gordura é resíduo.

Os 7 milhões de quilos de gordura de crocodilo poderiam fabricar 4,73 milhões de litros de combustível com um teor de energia que é 91% tão grande quanto o diesel de petróleo. O custo de processamento seria de cerca de 3,86 reais a cada 3,79 litros, não incluindo o transporte da presumivelmente gratuita gordura.

Pobres jacarés. Sempre sifu.  De objeto de desejo de madames a necessidade de consumo de marias-gasolina de plantão. Quá !

via MSN

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Fortaleza da moral e virtudes é conspurcada! (via Prof. Hariovaldo Almeida Prado)

By 

Nobres confrades e Mestre Hariovaldo Almeida Prado.

Venho através desta epístola denunciar mais um vil e ignóbil ataque a democracia e ao Status Quo.  E como é de se prever , perpetrado pelo ventríloquo de Garanhuns através de sua boneca búlgara.

Consta que na data do ano de 2011 , no dia 18 do mês de agosto de nosso senhor e Beato em vida Dom José ,  o reduto da fé Serapiônica conhecido como Palácio dos Bandeirantes foi invadido pela corja comunista . Tal ato , ainda inominável teve como a desculpa a assinatura de convênios públicos , entre o governo dos homens  bons capitaneado por nosso bom Dom Geraldo Chuchu ( o Picolé ) e a Búlgara insubmissa.

Porém , para bom entendedor meia palavra basta. Como é sabido  a  anos , os petelhos e os terrorista da APEOESP tentam a todo custo tomar este espaço sagrado . Espaço este divinamente destinado aos bons membros da TFP , Opus Dei  , PSDB  E  DEM.  Continue Lendo via Prof. Hariovaldo

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Muammar Al-Gaddafi subiu (de novo) no telhado

Publicado originalmente em 21 de fevereiro de 2011.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

A cura pelo refrão (via malvadezas)

De todas essas medicinas alternativas, boto fé, essa pouca fé que me resta, que é mais otimismo do que crença, em uma especificamente: a cura pelo refrão.

(Ahhh, meus amigos… Quem empapou o travesseiro de lágrimas ao som de Crosby, Stills and Nash até pegar no sono, pra acordar num dia seguinte com um pouco mais de amor no coração, sabe do que tou falando.)

Refrão tem poder, meu caro. Aqueles quatro ou cinco versos que se repetem entre estrofes, que podem ser doces, ríspidos, fortes, delicados… Verdadeiras declarações de amor ou acenos de despedida. Expressando o que você sente, te fazendo colocar pra fora. Pra desistir do shuffle e apelar pro repeat. Porque não basta ouvir duas ou três vezes ao longo da música. É preciso ouvir mais. Até exorcizar. Reza brava, viu? E cura. E como cura!

Continue Lendo via malvadezas

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Para-choque de blog

“Um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar.” Chico Science

Deixe um comentário

Arquivado em Para-choque de Blog