A diferença entre teoria e prática (via The Ressabiator)

É uma pergunta que me põem recorrentemente, mas que faz cada vez menos sentido. Para alguns, os que não gostam de teoria, é a diferença entre ser um inútil ou um pragmático. Para outros, os que gostam, é a diferença entre estar realmente preparado para tudo ou viver exclusivamente do desenrascanço.

Na escola costuma significar a diferença entre escrever sobre design ou fazer realmente design. Porém, os melhores designers da história foram-no porque ignoraram escrupulosamente essa distinção – o que não é muito surpreendente: a história do design consiste em escrever e falar sobre o assunto, logo a história gosta naturalmente de quem a alimenta melhor.

Mas, no fim de contas, esta ideia que a teoria corresponde a escrever e a prática a fazer é apenas um preconceito mantido pelo ensino do design. Se “teoria” significa “escrever”, qual é a diferença entre uma teórica e uma prática num curso de letras? Na verdade, numa escola, a única diferença entre a teoria e a prática é o modo como se avaliam os alunos. Nas práticas, os alunos produzem um trabalho e são avaliados pelo modo como o produzem num processo contínuo; nas teóricas, os alunos assistem a aulas de exposição e são avaliados pontualmente através de exames.

Read More via The Ressabiator

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s