GEORGES PEREC, UM PROUST DA SUCATA (via Gaveta do Ivo)

GEORGES PEREC, UM PROUST DA SUCATA GEORGES PEREC, UM PROUST DA SUCATA Ivo Barroso Um livro de Perec é sempre uma surpresa. Os leitores brasileiros só conhecem dele “Um homem que dorme”, “W ou A Memória da Infância” e “Vida, modo de usar”, todos esgotados. Esta “Coleção Particular”, seguida do espantoso conto “Viagem de Inverno”, vem agora [Cosac Naify, 2004] resgatar seu nome da obscuridade editorial em que tem vivido entre nós. Mas resta muita coisa.  Read More

via Gaveta do Ivo

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s