Arquivo do dia: 23/01/2011

Do Blog do Confúcio : Uma saúde sustentável

Pode parecer uma grande obra tirar doentes do chão do Pronto Socorro João Paulo II. É um alívio para o governo e para as famílias que se sentiam os últimos cidadãos da terra. Remetidos a uma condição de barbárie verdadeira.

No entanto, já movimentamos várias idéias e ações concretas. O SAMD (serviço de atendimento médico domiciliar) criado a toque de caixa, na base do improviso, mas, é assim mesmo que deve ser na hora da necessidade ou da guerra. Para que possa prestar atendimento médico no domícilio para variadas categorias de pacientes e prestar cuidados paliativos, curativos e de espera por cirurgias.

Além dele – parceria com as Irmãs Marcelinas para o atendimento de muitos idosos sequelados por acidentes vasculares e/ou doenças crônicas e degenerativas.

No mais é a cooperação com as prefeituras de Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná e Ariquemes, regionais de saúde, com novos recursos de custeio e brevemente alguns especialistas a mais para poderem ali mesmo resolverem os casos de cirurgia geral, ortopedia e neurologia.

Agora, por fim, o Hospital de Cacoal, que é grande e bonito, que está ainda subutiizado, mas, que queremos dentro de 120dias dar carga completa a ele. Inclusive, o Batista, que é adjunto da saúde, está de plantão dentro deste hospital para fazê-lo funcionar plenamente.

Fora do eixo da BR, em São Francisco, tem um belo hospital ainda fechado. Creio que em 60 dias pouco mais ou pouco menos ele estará funconamente maravilhosamente bem.

O Ministério da Saúde viu tudo e também já está tomando suas medidas de apoio, com deslocamento de especialistas do ITO – instituto de traumatologia e ortopedia do Rio de Janeiro para Porto Velho.

A nossa correria é grande para por em pleno funcionamento todos os centros cirúrgicos do Hospital de Base e do Pronto Socorro.

Então, vocês podem ver, que muitas medidas já foram tomadas e todas devem continuar funcionando cada vez melhor, para que em sintonia fina a saúde possa tomar um rumo de sustentabilidade e cumprir o seu objetivo finalístico – que é de prestar um bom atendimento a todos.

Nada disto será continuado sem que as prefeituras do Estado assumam os seus papéis na atenção básica, no Programa Saúde da Família, com os agentes comunitários trabalhando efetivamente, com o médico clínico resolvendo maioria dos procedimentos ali mesmo e além do mais – o serviço de regulação implantado globalmente em Rondônia. O doente só sair de um lugar com a garantia da vaga.

Deixe um comentário

Arquivado em Do Blog do Confúcio, Efêmeras Divagações

Coisas que as crianças de hoje não vão ver… (via NO SENSE)

Você tem filhos ? Pretende ter? Pois então relembre de algumas coisas que te marcaram na infância, mais as crianças de hoje nunca irão ver!   Olhando alguns tópicos no Orkut, e recebendo e-mails sobre velharias, posso dizer que bateu aquele momento nostalgia. Todo mundo tem algo que marcou a sua infância, e sempre fica aquele gostinho de que mesmo sendo “tecnologicamente ultrapassado” as coisas na “nossa época” eram bem melhores… Read More

via NO SENSE

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Dia Nacional do Fusca

Neste domingo(23), o Dia Nacional do Fusca será comemorado nas instalações da Volkswagen Anchieta, onde o modelo foi fabricado por mais de 30 anos. O encontro é promovido pelo Fusca Clube do Brasil, com sede em São Paulo, e planeja reunir cerca de 500 veículos, entre Fuscas e derivados de todas as épocas e modelos, incluindo veículos considerados “raridades” entre os colecionadores. O evento, que começa às 9 horas, também reservará espaço para venda de peças antigas e de reposição.

Com mais de 3 milhões de unidades comercializadas no Brasil, o Fusca foi produzido entre 1959 e 1996 na fábrica da Anchieta da Volkswagen do Brasil, em São Bernardo do Campo (SP).
A produção foi interrompida em 1986, retornando em 1993 a pedido do então presidente do Brasil, Itamar Franco. O modelo continou a ser produzido no México – onde já era montado desde a década de 1980 – até 2003, quando saiu sua última unidade, hoje exposta em um museu da cidade de Wolfsburg, na Alemanha.
Essa história de sucesso teve início em 1931, com o surgimento da necessidade de um carro pequeno, econômico e de fácil produção. Quando a ideia ganhou popularidade, diversas etapas, testes e protótipos foram criados até o produto chegar aos consumidores. Ferdinand Porsche assinou o contrato que deu início ao desenvolvimento e fabricação do Sedan, nome original do modelo, em 22 de junho de 1934.

No Brasil, o modelo foi importado da Alemanha entre 1950 e 1959 e recebeu o apelido de Fusca. Estima-se que o modelo teve 21 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. O Dia Nacional do Fusca foi instituído em 1989 pelo presidente do Sedan Clube, Alexander Gromow.

O significado histórico e afetivo com a fábrica Anchieta foi o grande motivo da escolha do local para a realização dessa comemoração. “Por ser a unidade na qual o modelo foi produzido por cerca de 30 anos, consideramos a fábrica como berço do Fusca”, afirma Roney Celso Iannone, diretor-presidente do Fusca Clube do Brasil.
O evento é aberto ao público e busca reunir, principalmente, proprietários de carros Volkswagen refrigerados a ar. A organização do evento convida todos os participantes a doarem 2 quilos de alimentos não-perecíveis, que serão encaminhados aos desabrigados pelas enchentes na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro.

via www.fuscaclube.com.br

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano