Arquivo do dia: 16/12/2010

Morre Blake Edwards, o genial diretor de 'A Pantera Cor-de-Rosa'

Por Beto Bertagna

Morreu por complicações provocadas por uma pneumonia, aos 88 anos, o cineasta Blake Edwards, conhecido pelos filmes da série “A Pantera Cor-de-Rosa”  e “Bonequinha de luxo”, com Audrey Hepburn.  O cineasta, casado com a atriz Julia Andrews, estava internado no St. John’s Health Center, em Santa Monica, há cerca de duas semanas. Além de “A Pantera Cor-de-Rosa”, Edwards também fez sucesso com as comédias “Mulher nota 10” (1979), “Vitor ou Vitória” (1982) e “Um convidado bem trapalhão- tHE pARTY” (1968), com o impagável ator britânico Peter Sellers, que encarnaria o inspetor Clouseau nos filmes da Pantera. (Após o ator Steve Martin, reviveu o papel, mas sem o brilhantismo e a pontualidade cênica de Sellers e sua famosa cara de paisagem) . William Blake McEdwards nasceu em 26 de julho de 1922, em Tulsa, Oklahoma. Sua família se mudou para Hollywood três anos depois, e o garoto cresceu nos sets de filmagens. Andrews e Edwards se casaram em 1968. Ao receber um Oscar honorário em 2004  pelo conjunto da obra, Edwards proporcionou alguns momentos de humor ao simular um acidente no palco junto com o ator Jim Carrey , estilo que o consagrou para sempre na história do cinema. (Quem nunca viu o filme “The Party- A Festa” , que no Brasil recebeu o título Um convidado bem trapalhão, que veja pelo menos as memoráveis cenas iniciais do filme.) A Pantera cor-de-rosa (The Pink Panther Show, no original em inglês) é um desenho de animação, criado pelos estúdios DePatie-Freleng Enterprises.  Estreou como um personagem criado para fazer apenas uma introdução ao filme A Pantera cor-de-rosa, de Blake Edwards, com Peter Sellers. O filme é sobre o roubo de um diamante cujo característica ímpar é possuir uma imagem de uma pantera, cor de rosa, no seu interior. O sucesso foi tão grande com crítica e público que, de personagem coadjuvante, passou a principal. Começou a ter uma série animada própria no ano de 1964 e teve mais de 100 episódios no total, tornando-se um dos personagens mais queridos da televisão e quadrinhos. A Pantera não se comunicava verbalmente, apenas através de mímica, sempre seguida pela famosa trilha de Henry Mancini.  Veja a entregado Oscar de 2004 a Edwards , com a hilária cena da cadeira de rodas abaixo :

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Morre Blake Edwards, o genial diretor de ‘A Pantera Cor-de-Rosa’

Por Beto Bertagna

Morreu por complicações provocadas por uma pneumonia, aos 88 anos, o cineasta Blake Edwards, conhecido pelos filmes da série “A Pantera Cor-de-Rosa”  e “Bonequinha de luxo”, com Audrey Hepburn.  O cineasta, casado com a atriz Julia Andrews, estava internado no St. John’s Health Center, em Santa Monica, há cerca de duas semanas. Além de “A Pantera Cor-de-Rosa”, Edwards também fez sucesso com as comédias “Mulher nota 10” (1979), “Vitor ou Vitória” (1982) e “Um convidado bem trapalhão- tHE pARTY” (1968), com o impagável ator britânico Peter Sellers, que encarnaria o inspetor Clouseau nos filmes da Pantera. (Após o ator Steve Martin, reviveu o papel, mas sem o brilhantismo e a pontualidade cênica de Sellers e sua famosa cara de paisagem) . William Blake McEdwards nasceu em 26 de julho de 1922, em Tulsa, Oklahoma. Sua família se mudou para Hollywood três anos depois, e o garoto cresceu nos sets de filmagens. Andrews e Edwards se casaram em 1968. Ao receber um Oscar honorário em 2004  pelo conjunto da obra, Edwards proporcionou alguns momentos de humor ao simular um acidente no palco junto com o ator Jim Carrey , estilo que o consagrou para sempre na história do cinema. (Quem nunca viu o filme “The Party- A Festa” , que no Brasil recebeu o título Um convidado bem trapalhão, que veja pelo menos as memoráveis cenas iniciais do filme.) A Pantera cor-de-rosa (The Pink Panther Show, no original em inglês) é um desenho de animação, criado pelos estúdios DePatie-Freleng Enterprises.  Estreou como um personagem criado para fazer apenas uma introdução ao filme A Pantera cor-de-rosa, de Blake Edwards, com Peter Sellers. O filme é sobre o roubo de um diamante cujo característica ímpar é possuir uma imagem de uma pantera, cor de rosa, no seu interior. O sucesso foi tão grande com crítica e público que, de personagem coadjuvante, passou a principal. Começou a ter uma série animada própria no ano de 1964 e teve mais de 100 episódios no total, tornando-se um dos personagens mais queridos da televisão e quadrinhos. A Pantera não se comunicava verbalmente, apenas através de mímica, sempre seguida pela famosa trilha de Henry Mancini.  Veja a entregado Oscar de 2004 a Edwards , com a hilária cena da cadeira de rodas abaixo :

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Morre Odair Cordeiro, fundador do PT em Rondônia

O representante comercial Odair Cordeiro,67 anos, natural de Catanduva/SP,  um dos fundadores do PT em Rondônia sofreu um ataque do coração, foi internado às pressas no Hospital Central, em Porto Velho,onde se submeteu a uma cirurgia com a colocação de duas pontes de safena mas não resistiu e faleceu nesta madrugada(16). Homem pensante do PT e grande articulador político, Odair foi chefe de gabinete do prefeito , Roberto Sobrinho (PT), durante o primeiro mandato e era quem coordenava de fato o marketing político das campanhas petistas.  O velório acontece no  prédio da prefeitura, a partir das 10:00hs e o enterro está marcado para as 17:00hs, no cemitério Recanto da Paz.

Odair era casado com Maria Lucia Lancarovich Cordeiro, há 40 anos, com quem teve três filhos, Francisco, João e Luciana. Segundo os filhos, uma das maiores virtudes do pai, era a honestidade, o que o tornou uma referência para a família. “Um pai presente que teve muita importância na formação do nosso caráter e na forma como nós conduzimos as nossas vidas” disse o filho Francisco “Chico”Cordeiro.

O prefeito Roberto Sobrinho decretou luto oficial no município de Porto Velho, por três dias, a partir de hoje,16 de dezembro.

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Ô vida!(via willtirando.com.br)

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog