Arquivo do dia: 07/12/2010

Pane no Banco do Brasil impede saques e compras (via Diálogos Políticos)

Clientes do Banco do Brasil não estão conseguindo realizar operações com o cartão de débito da instituição desde a tarde deste domingo, dia 5. Uma pane no sistema do banco impede saques e compras em todo o País. Outro procedimentos, como transferências e pagamentos, também continuam suspensos, segundo informaram atendentes do serviço por telefone nesta noite.  Os problemas também afetaram a página da instituição na internet. À tarde, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, postou em sua página no twitter uma reclamação contra o Banco do Brasil. “Que maravilha! Sistema do Banco do Brasil fora do ar e eu sem um centavo no bolso”, afirmou Dutra, que já ocupou a presidência da Petrobras no governo Lula. Além do presidente do PT, vários outros clientes postaram a mesma queixa via rede … Read More

via Diálogos Políticos

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Curtamazônia presente no II Seminário Estadual Proinfo

A convite do Programa de Tecnologia Educacional – PTE/Seduc, através do Coordenador Estadual Valmir Souto, a “Rota do Cinema” através do Curtamazônia irão proporcionar aos professores, alunos e gestores do Estado de Rondônia a exibição de filmes convidados para esse importante seminário, onde serão discutidas as diretrizes e os investimentos tecnológicos no estado, na área educacional. As exibições dos curtas-metragem vem reforçar o cinema como ferramenta de conhecimento para o desenvolvimento do senso crítico do ser humano. Constam na programação cultural os seguintes filmes que serão exibidos dia 9 de dezembro, a partir das 19 h, no Rondon Palace Hotel, 4º andar, em Porto Velho, Rondônia.

1) “Como comer um elefante”, direção Jansen Raveira, 5’:52” min, Rio de Janeiro.
2) “Tainá-Kan, a grande Estrela”, direção Adriana Figueiredo, 15 min, Rio de Janeiro.
3) “Os anjos do meio da praça”, direção Alê Camargo e Camila Carrossine, 10’:12” min, São Paulo.
4) “O Pescador de Sonhos”, Diretor Igor Pitta Simões, 11 min, Santa Catarina.
5) “O catador de sonhos”, direção Humberto Rosa e Thairon Mendes, 18’:43” min, Rio de Janeiro.
6) “Na maior pindaíba”, Diretor Jair Rangel de Souza, 10 min, Rondônia.
7) “Maridos, Amantes e Pisantes”, direção Ângelo Defanti, 12 min, Rio de Janeiro.
8) “Pornographico”– Diretores Haroldo Borges e Paula Gomes, 17 min, Bahia.
9) “Sombras na Cabine”, direção Alexandre Araújo, 10 min, São Paulo.

A promoção das exibições é uma parceria da Associação Curta Amazônia com a Secretaria de Estado da Educação – GPE/PTE/SEDUC, apoio na divulgação da imprensa rondoniense, com realização da “Rota do Cinema” – Levando a magia do cinema até você.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Nova Califórnia, Extrema e Vista Alegre do Abunã recebem FestCineamazônia

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nova Califórnia

Na noite desta segunda-feira, (6), centenas de moradores de Nova Califórnia ingressaram no mundo mágico do cinema e do circo. O afluxo de crianças, jovens e adultos à lona montada numa área central da comunidade, mostra o grau de aprovação às atividades culturais do FestiCineamazônia Itinerante. Um público ligado na exibição dos vídeos do Festival, que mostram o caminho percorrido até aqui pelo projeto que nasceu em 2003 e cuja itinerância é realizada há três anos, consolidando a iniciativa de expansão do evento. Além da mostra do vídeo oficial do Festival, a plateia viajou no documentário Horizontes e Fronteiras, protagonizado pelo cantor e compositor portovelhense  Bado, e dirigido por Jurandir Costa e Fernanda Kopanakis. O público também fez coro com a dupla de cantores Júnior e Graziano, que apresentaram repertório pra não deixar ninguém quieto. Os nova-californianos aprovaram a participação especial da dupla cria da casa. A comunidade conheceu ainda o compositor, jornalista e agitador cultural Silvio Santos – o Zé Katraca. Ele participa da itinerância entrevistando personagens pitorescos da região, colhendo histórias curiosas que resultarão na produção do filme Cine Poeira, um tributo ä memória do cineasta Victor Hugo. A título de registro, muitos moradores manifestaram o prazer de conhecer pessoalmente o Zé Katraca, que mantém a coluna Lenha na Fogueira, no jornal Diário da Amazônia. Mas a plateia entrou em polvorosa mesmo, e especialmente a criançada, ao surgir no palco o palhaço Bicudo. Ninguém se continha com tanta brincadeira, o que arrancava fortes gargalhadas. Era o que o palhaço Bicudo, o Sérgio Bustamantes, queria. Daí até o final do espetáculo, os moradores da vila manifestaram aprovação total ao pacote de arte proporcionado pelo FestCineamazônia. Ao final de toda a programação, era notória a satisfação do público expressada no rosto de cada um. Para a estudante Ana Kátia, 17, o Festival chega em boa hora. ‘Num momento em que se vê toda forma de violência, entre as pessoas e contra a natureza, é muito bom que vocês tragam esse ponto de reflexão. Eu confesso que aprendi outra forma de ver as pessoas e o meio ambiente, E essa palhaçada toda do Bicudo nos diz que é preciso rir e não perder a esperança’, desabafa. Para o taxista Paulo César Vacaro, a mostra ‘representa a oportunidade de muitos jovens, quase sem opção de lazer, descobrirem que existem muitas formas saudáveis de se divertir, ao mesmo tempo em que se descobre também que precisamos saber lidar com a natureza’.

Já seu Raimundo Félix, 73, e há quase 50 em Nova Califórnia, aprova a iniciativa, mas se mostra um pouco entristecido por perceber que a boa intenção do Festival não sensibiliza a quem decide o destino do Planeta. ‘Eu não estou preocupado comigo nem com o senhor. Tenho pena é dessa gente nova, nossos filhos e netos, Aqui na nossa região, por exemplo, o clima vem se alterando a cada década. Este ano a seca deixou muitas famílias sem água pra beber. A coisa foi mais feia do que a seca de 2005. Não sei não, mas se não mudarem esse tal de manejo dos madeireiros, tudo vai virar ‘quiçassa’, porque eles têm vários meios de enganar a fiscalização, isso quando os próprios fiscais não são cúmplices da coisa’, avalia, dizendo que iniciativas como a do FestCineamazônia são fundamentais para criar novas consciências. ‘Sou analfabeto, mas presto atenção nas coisas. Acho que dinheiro é muito bom, mas é preciso ter limites, senão a gente acaba esquecendo as pessoas. Meu pai era marinheiro/ Minha mãe Mariola/ Meu pai não teve dinheiro pra me botar na escola/ Mas aprendi soletrar jaca, manga e graviola’, conclui.

Na terça-feira,( 7), foi a vez de Extrema receber a itinerância do Festival; e na quarta-feira, (8), serão os moradores de Vista Alegre do Abunã a prestigiarem o pacote cultural.

Vista Alegre do Abunã

“Criançada de Vista Alegre, vamos todos nós agora sorrir com os olhos!”. O trocadilho é do Palhaço Bicudo, que fez meninas e meninos, e muitos adultos, extravasarem grande dose de bom humor na noite desta quarta-feira, 8/12, em Vista Alegre do Abunã, na itinerância do FestCineamazônia. É verdade que o público infantil de Nova Califórnia e Extrema se mostrava atentas aos vídeos e foi ao delírio com as palhaçadas de Bicudo, só que as crianças de Vista Alegre foram um show à parte. Elas queriam interagir, e em muitos momentos foram os protagonistas do espetáculo. Bicudo se empolgou com a plateia e esbanjou atrações: fez a pulga Catarina dar saltos mortais, mergulhou num copo d’água, transformou o jornalista Silvio Santos num macaco. E ao voltar a ser o Silvio – o Zé Katraca, Bicudo parabenizou-o pelo aniversário  presenteando-o com uma torta na cara. “Foi o máximo!”, vibrava a menina Êmily, 10. Andressa, 9, e Pablo,11, também transbordavam adrenalina. Mas o lúdico não contagia só criança. O engenheiro florestal Carlos Xavier, 53, ficou vermelho de tanto rir. “Minha infância foi dura, com poucos motivos para rir. Essa criançada tem que aproveitar momentos assim. É disso que a juventude precisa: conscientização e brincadeira. Não dá pra parar de rir”, diz emocionado com lágrimas nos olhos. Mas certamente de alegria. É bem provável que os irmãos Lumière não imaginassem que o invento deles, no final do século XIX, seria instrumento de levar toda forma de arte a comunidades como Vista Alegre. “Pena é que vocês só vêm uma vez por ano. É preciso que eventos desse tipo aconteçam com mais frequência para ajudar a criar novas consciências, melhorando a relação entre os homens e a natureza”, diz Agenorf Santos, administrador de Vista Alegre.

Na quinta-feira, 9/12, o FestCineamazônia chega à Fortaleza do Abunã.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

O hacker que mostrou que podia acabar com a farsa (via Cherryouth)

Fundador do WikiLeaks é finalmente preso, mas conseguiu chegar onde queria: ser uma das pessoas mais influentes do planeta. Trinta e nove anos, jornalista e ciberativista australiano. É um dos nove membros do conselho consultivo do Wikileaks, um wiki de denúncias e vazamento de informações. Estudou matemática e física, foi programador e hacker, antes de se tornar porta-voz e editor chefe do Wikileaks.  … Read More

via Cherryouth

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Priscila Machado é a Miss Rio Grande do Sul 2011 (via Misses Estaduais)

Resultado Miss Rio Grande do Sul 2011 1º lugar – Priscila Machado (Farroupilha) 2º lugar – Raquel Benetti (Sapiranga) 3º lugar – Samen dos Santos (Porto Alegre) 4º lugar – Janaina Andrade(Canoas) 5º lugar – Tainá Rockett (Bagé)  … Veja Mais

via Misses Estaduais

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Dep. Daniel Pereira toma posse na ALE/RO

Apesar da curta duração de seu mandato – apenas dois meses – Daniel apontou que trará para o debate na tribuna temas da maior importância para os trabalhadores rondonienses. O deputado elencou, inicialmente, o valor do auxílio-saúde do funcionalismo público, defasado há 12 anos desde que foi implantando e os danos à saúde por intoxicação com DDT pelos trabalhadores da Fundação nacional de Saúde (Funasa).  O deputado Daniel Pereira já exerceu mandato parlamentar estadual por duas legislaturas: de 1994/1998 sendo reeleito no de 1998/2002. Daniel é defensor da área da educação e já conhece o funcionamento da casa, podendo no curto tempo de mandato pela frente  render ainda mais que muitos deputados opacos da atual legislatura.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Retrospectiva 2010 (via Tio Dino)

Retrospectiva 2010 Antes, a ressalva: a minha regularidade para a atualização de blog segue as normas QDNT (Quando dá na telha). Voltemos. 2010 forneceu material para mais ou menos uns 5 anos de programas de retrospectiva na TV. Listo aqui o que me interessa, sempre munido de meu critério fundamental: nenhum. Enquanto escrevo este texto, um caminhão do lixo faz um barulho infernal e uma pessoa toca flauta alucinadamente. Desde sempre, são meus dois destaques do ano … Read More

via Tio Dino

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações