Declaração da evolução do homem

Por Dr.Timothy Leary, Ph.D.


Quando no decurso da evolução orgânica torna-se evidente que um processo mutacional é inevitavelmente dissolver o desenvolvimento físico e os vínculos neurológicos que ligam os membros de uma geração com o passado, e inevitavelmente orienta-os entre as espécies da Terra, a assumir, a estação da separação e da igualdade para a qual as leis da natureza e a Natureza de Deus intitulou-os, uma justa preocupação para com a harmonia das espécies exige que as causas da mutação devam ser declaradas.
Nós defendemos estas verdades para se tornarem auto-evidentes:
* Que todas as espécies são criadas diferentes, mas iguais;
* Que são dotados, cada um, com certos direitos inalienáveis;
* Que entre estes direitos são a liberdade de viver, liberdade para crescer, Liberdade e Felicidade para prosseguir em seu próprio estilo;
* Que sempre que qualquer forma de governo se tornar destruidor da vida, liberdade e harmonia, é o dever orgânico dos jovens membros dessa espécie em mutação, cair fora (Drop Out), para dar início a uma nova estrutura social, colocando as suas bases em tais princípios e organizando o seu poder na forma que pareça vir a produzir segurança, felicidade e harmonia para todos os seres sencientes.

Mas, quando um longo comboio de abusos e usurpações, todos perseguindo invariavelmente as mesmas metas destrutivas, ameaçam o verdadeiro tecido de vida orgânica e a serena harmonia do planeta, é o direito, é o dever dos orgânicos abandonar esses pactos mórbidos e evoluir para novas estruturas sociais amorosas.

A história do branco, menopausa, homens embusteiros agora regem o planeta Terra, é uma história de repetida violação das harmoniosas leis da natureza, todas com o objetivo direto de estabelecer uma tirania de envelhecimento materialista sobre o gentil, o que ama a paz, o jovem, o colorido. Para provar isso, deixe que os fatos sejam submetidos ao julgamento das gerações vindouras.
* Estes antigos, governantes brancos têm mantido uma contínua guerra contra outras espécies de vida, escravizam e destroem no capricho, galinhas, peixes, animais e espalham um letal tapete de concreto e metal ao longo do corpo mole da terra.
* Eles têm mantido, um permanente estado de guerra entre si e contra as raças coloridas, amantes da liberdade, o gentil, os jovens. Genocídio é o seu hábito.
* Têm glorificado valores materiais e degradados os espirituais.
* Em sua ganância têm erguido barreiras artificiais de imigração e alfândega, impedindo a livre circulação de pessoas.
* Em seu desejo por controle, eles têm criado sistemas de ensino obrigatório para coagir a mente das crianças e para destruir a sabedoria e a inocência lúdica dos jovens.
* Em sua raiva eles têm coagido os jovens pacíficos, contra a sua vontade, a se unirem aos seus exércitos e guerras de assassinos salariais contra os jovens e gentis de outros países.
* Em sua ganância fizeram da fabricação e venda de armas à base de suas economias.
* Para lucrar eles têm poluído o ar, os rios e os mares.
* Eles têm tentado de todas as maneiras, impor uma uniformidade robô para esmagar variedade, individualidade e independência de pensamento.
* Em sua ganância, instituíram sistemas políticos que perpetuam regras para o envelhecimento e para forçar a juventude a escolher entre a conformidade plástica ou alienação desesperada.

Eles são entediantes.Eles odeiam beleza.Eles odeiam sexo.Eles odeiam vida.

Temos profetizado em pormenor o terror que estão perpetuando. Mas eles têm sido surdos ao pranto dos pobres, a angústia dos coloridos, ao balanço zombeteiro (rocking mockery) dos jovens, as advertências de seus poetas. Adorando apenas força e dinheiro, eles só ouvem a força e dinheiro. Mas nós vamos deixar de falar nestas línguas sinistras.
Devemos, portanto, concordar com a necessidade genética e retirar-nos da sua loucura insensível e manter-los, doravante, como se espera do resto das criaturas de Deus – em harmonia, irmãos da vida, nos seus excessos e ameaças à vida.

E que, agrupando-nos em tribos de companheiros concordando mentalmente, estaremos alegando pleno poder de viver e circular sobre a terra, obter sustento com nossas próprias mãos e mentes, no estilo que parece sagrado e santo para nós, e de faremos todas as coisas e atos que homens livres e mulheres livres independentes podem por direito fazer sem violar o mesmo direito de outras espécies e grupos fazerem suas próprias coisas.

2 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

2 Respostas para “Declaração da evolução do homem

  1. Renato cesar lobo

    o Dr.Timothy Leary, é um exemplo a ser seguido!
    ele foi o verdadeiro disipolo de Jesus cristo.

  2. Desde os anos 70 que leio as impressões e visões de vida e da vida que o Timothy Leary tem.

    Em meados nos anos 60 ele considerado “comunista” pelos “brancos” dos EEUU.
    Solidariedade, Idgualdade e Fraternidade nunca foram os objetivos dos que se intitulam de “defensores da democracia”!!!

    Irei replicar o texto no meu blog.

Deixe uma resposta para Renato cesar lobo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s