Arquivo do dia: 22/11/2010

PIG: contagem regressiva (via O que será que me dá?)

PIG: contagem regressiva Você se considera antenado? Reconhece que a mídia manipula a informação de acordo com seus interesses ou de grupos a ela associados? Certo… Isso não é mais novidade para muita gente. Mesmo assim, não estamos imunes à manipulação, pois nem sempre reconhecemos sua sutileza. … Continue Lendo

via O que será que me dá?

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Candiru

Candiru (Vandellia cirrhosa, etc.)
[Tupi] Peixe intruso que, que segundo a crença (não simplesmente crença), se entranha nos orifícios humanos, erigindo as espinhas nas suas guelras e de lá saindo só após muito esforço ou ação de bisturi…
[Tupi] Candiru: interfering little fish (±1”) reputed (not simply reputed) to penetrate human orifices, opening out the spines on its gill-covers and very difficult to remove, sometimes needing the scalpel…
[Tupi] Candiru : petit poisson pervers (2,5 cm) qui, d’après la croyance (pas simplement une croyance), pénètre les orifices humaines, étale les épines portées sur l’opercule, et ne peut être sorti qu’au coût d’immenses efforts, ou du bistouri…

Deixe um comentário

Arquivado em VPPV

E se o seu estômago falasse em 2 lições (velhas, mas engraçadas!)

Enviado por e-mail pelo arqueoguerrilheiro Fernando Figali :

Lição 1 :

Aprenda a beber:

Você vai ao bar e bebe uma cerveja. Bebe a segunda cerveja. A terceira e assim por diante….O teu estômago manda uma mensagem pro teu cérebro dizendo “caracas  véi…  o cara tá bebendo muito liquido, to cheião!!!”

Teu estômago e teu cérebro não distinguem que tipo de liquido está sendo ingerido, ele sabe apenas que “é líquido”.

Quando o cérebro recebe essa mensagem ele diz: “Caracas, o cara tá maluco!!!”. E manda  a seguinte mensagem para os rins: “Meu, filtra o máximo de sangue que tu puder, o cara aí tá maluco e tá bebendo muito liquido,  vamo botar isso tudo pra fora” e o rim começa a fazer até hora-extra e filtra muito sangue e enche rápido.

Daí vem a primeira corrida ao banheiro. Se você notar, esse 1º xixi é com a cor normal, meio amarelado, porque além de água, vem as impurezas do sangue.

O rim aliviou  a  vida  do  estômago,  mas  você continua bebendo e o estomago manda outra mensagem pro cérebro – “Cara, ele não pára, socorro!!!” e o cérebro manda outra mensagem pro rim “Véi, estica a baladeira, manda ver aí na filtragem!!!”

O rim filtra feito um louco, só que agora, o que ele expulsa não é o álcool,  ele manda pra bexiga apenas água (o liquido precioso do corpo). Por isso que as mijadas seguintes são transparentes, porque é água. E quanto mais você continua bebendo, mais o organismo joga água pra fora e o teor de álcool no organismo aumenta e você fica mais “bunitin”.

Chega uma hora que você tá com o teor alcoólico tão alto que teu cérebro desliga  você. ….Essa  é  a hora que você desmaia… dorme… capota… resumindo: essa é a hora…………

Ele faz isso porque pensa  – “Meu, o cara tá a fim de se matar, tá bebendo veneno pro corpo, vou apagar esse doido pra ver se assim ele pára de beber e a gente tenta expulsar esse álcool do corpo dele”.

Enquanto você está lá,  apagado (sem dono), o cérebro dá a seguinte ordem pro sangue –  “Bicho, apaguei o cara, agora a gente tem que tirar esse veneno do corpo dele. O plano é o seguinte, como a gente está com o nível de água muito baixo, passa em todos os órgãos e tira a água deles e assim a gente consegue jogar esse veneno fora”. O sangue é como se  fosse  o Boy do corpo. E como um bom Boy, ele obedece as  ordens  direitinho e por isso começa a retirar água de todos os órgãos. Como o cérebro é constituido de 75% de água, ele é o que mais sofre com essa “ordem” e daí vêm as terríveis dores de cabeça da ressaca.

Então, sei que na hora a gente nem pensa nisso, mas quando forem beber, bebam de meia em meia hora um copo dágua, porque na medida que você mija, já repõe a água.

(Texto carecendo de verdade cientîfica, retirado de “O bar do Zé”, que não sei exatamente onde fica, porque deve ter uns 3.800 pelo país. Não aceitamos “trolls”.)

Lição 2 :

Enquanto isso, no rodízio…

Estômago: – Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.

Primeiro prato (800g): Arroz, feijoada, cupim, picanha gorda, coração de galinha

e tomate.

Estômago: – Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate?

E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa…………

Segundo prato (550g): Arroz, costela, picanha, alcatra e salada de

maionese.

Estômago: – Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui.

Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir.

Tu quer  me……arrenbentar, né ? Manda um pouco de água.

Bebida: Coca-Cola 600ml

Estômago: – Seu imbecil, eu falei um pouco de água.

– Eu: – Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.

Estômago: – Coca-cola tem o inferno dentro, meu. Tá estraçalhando com o

suco-gástrico.

– Esposa: – Amor, com quem você tá falando?

– Eu: – Nada, não,tô pensando alto.

Sobremesa: 300g de pudim.

Estômago: – Eita cara, cabe mais não. Tá ouvindo?

Intestino: – O que tá acontecendo aí em cima? Que zorra é essa?

Estômago: – O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não

sei mais o que fazer.

Intestino: – Vamos mandar direto.

Estômago: – O quê?

Intestino: – É isso aí, operação descarga.

Estômago: – Cara, o cérebro não vai gostar.

Intestino: – que se dane o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.

Estômago: – Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais…

Bebida 2: Cafezinho.

Estômago – Filho da mãe……. Vou explodir.

Intestino – Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.

Coração – Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.

Intestino – Operação descarga.

Coração – Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.

Estômago – que se dane aquela geléia! Nem músculo tem.

Intestino – É isso aê, que se dane essa géleia inútil. Vinte segundos pra

abrir o esfíncter anal. Quero ver a saida arder com esse suco gástrico.

Esposa – Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?

Eu – Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.

Esposa – O que você comeu pra isso?

Eu – Não sei. Acho que foi o tomate……..

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

O que está acontecendo com parte da juventude? (via Cão Uivador)

Por Rodrigo Cardia

Não acho a juventude dos dias de hoje “sem noção”, mesmo com a onda de preconceito no Twitter após a eleição (eram jovens destilando ódio). Afinal, generalizar a partir do que alguns racistas disseram, é também ser preconceituoso, é ignorar que há sim muitos jovens que não aceitam a estupidez reinante.

Mas, não podemos negar que há uma tendência ao crescimento do percentual de jovens de classe média (que está em expansão) que não são simplesmente conservadores, mas sim reacionários, raivosos. Que não têm vergonha de expressarem opiniões totalmente preconceituosas (e que eles não acham ser isso, mas sim “a verdade”). Não fazem uma reflexão crítica sobre o que ouvem, o que lêem.

Engana-se quem pensa que eles não são rebeldes, “coisa típica da juventude”. O problema, é que hoje em dia até a rebeldia foi “enquadrada”, virou “produto”, “moda”, como prova uma loja em um centro comercial de Porto Alegre especializada em “rock e cultura alternativa”. Agora é assim: quer ser “alternativo”, vá ao shopping… E, por favor, isso não é culpa dos jovens. Eles não se tornam consumistas “ao natural”, e sim, porque são compelidos a isso. Afinal, praticamente vivem dentro do shopping, ouvem o tempo todo que “a rua é muito perigosa”. É muito difícil resistir a este verdadeiro terrorismo que é praticado pela “grande mídia”.

Além disso, eles refletem um problema sério de nossa época, que é a aparente falta de uma utopia, de um ideal pelo qual lutar, como lembra muito bem o excelente documentário Utopia e Barbárie, de Sílvio Tendler. Tanto que, a quem acha que a vida dos jovens de hoje é melhor por não estarmos mais sob uma ditadura, o meu amigo Diego Rodrigues lembra em um ótimo texto escrito em seu antigo blog Pensamentos do Mal (clique aqui para ler na íntegra):

Os que dizem que a vida dos jovens hoje é mais fácil não têm idéia do que é viver sem causa, numa época que não pensa, que não reflete. Faço parte da juventude mais revolucionária de todos os tempos, mas que não tem inimigo. Não sabemos contra o que lutar. Vivemos na era da descrença: as religiões são uma farsa; a política, uma hipocrisia; e os sonhos, ilusões. Isso é que a juventude pensa, e de forma cada vez mais individualista.

Assim, quais são os principais sonhos de boa parte dos jovens? Ganhar dinheiro, “subir na vida”… Uma luta extremamente solitária, o que fortalece o individualismo e faz com que eles não descubram o quão podem ser revolucionários. Enquanto quem luta por algum ideal se insere num grupo de pessoas com objetivos semelhantes, laços que reforçam a solidariedade e a motivação para seguir sonhando.

via Cão Uivador

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog