Arquivo do dia: 18/11/2010

Deu no portal Terra : Torcedor mirim "se recupera" com hino do Grêmio no hospital

Deu no Portal Terra esta matéria assinada por João Paulo Fontoura :
” Quem vê os pais de João Victor contando calmamente a história do filho, não crê na barra que eles passaram este ano. Em maio, depois de 21 dias de internação na CTI do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, foi diagnosticado que a criança estava com artrite reumatóide juvenil, uma doença rara que atinge as articulações. Sedado na cama do hospital, João reagia á medida que ouvia o hino do Grêmio em um CD preparado pela família.
“Uma hora a enfermeira pediu para que abaixássemos o volume – afinal de contas, estávamos no hospital. E depois, foi o médico que observou a mudança dos batimentos cardíacos dele, que excitava-se logo nas primeiras estrofes do ‘até a pé nós iremos'”, conta a mãe Adriana Medeiros.
A história mais comovente, porém, foi vivenciada pelo pai. “Cheguei no ouvido dele e perguntei: ‘Grande (apelido do filho), vamos no jogo do Grêmio?’ E ele, com a voz fraca e rouca, respondeu: ‘quando?'”, emociona-se Marcus Vinicius, pois foi a primeira palavra pronunciada por João Victor depois de dias de internação.
João Victor hoje está se recuperando à base de medicamentos. Faceiro, mas tímido, viveu um dia especial na manhã desta quinta-feira, quando completou seis anos de idade onde mais gosta de estar.
Proprietário de uma cadeira no estádio desde o primeiro ano de vida, hoje conheceu novas dependências do Olímpico. Assistiu ao treino de dentro do campo, acompanhou as entrevistas coletivas da sala de imprensa e por fim, tirou fotos com os jogadores e recebeu do ídolo Jonas uma camisa de presente de aniversário.
“São exemplos assim que faz com que a gente valorize ainda mais o torcedor. Não tenho a mínima noção do que a gente representa para uma criança assim. Se Deus quiser, vamos dar alegria para ele no final do ano”, diz Fábio Santos.
“Virou promessa virmos a todos os jogos até o fim do ano. Dia 5, contra o Botafogo, ele vai entrar em campo com o time”, conclui o pai orgulhoso.”

Este outro gremista não é o Vitor. Ele fez 7 anos este mes e se recuperou de um mal terrível: ele era colorado.

Este outro gremista não é o João Victor. Ele fez 7 anos este mes e se recuperou definitivamente de um mal terrível: ele chegou a ser, por um breve tempo, colorado.

10 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Deu no portal Terra : Torcedor mirim “se recupera” com hino do Grêmio no hospital

Deu no Portal Terra esta matéria assinada por João Paulo Fontoura :
” Quem vê os pais de João Victor contando calmamente a história do filho, não crê na barra que eles passaram este ano. Em maio, depois de 21 dias de internação na CTI do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, foi diagnosticado que a criança estava com artrite reumatóide juvenil, uma doença rara que atinge as articulações. Sedado na cama do hospital, João reagia á medida que ouvia o hino do Grêmio em um CD preparado pela família.
“Uma hora a enfermeira pediu para que abaixássemos o volume – afinal de contas, estávamos no hospital. E depois, foi o médico que observou a mudança dos batimentos cardíacos dele, que excitava-se logo nas primeiras estrofes do ‘até a pé nós iremos'”, conta a mãe Adriana Medeiros.
A história mais comovente, porém, foi vivenciada pelo pai. “Cheguei no ouvido dele e perguntei: ‘Grande (apelido do filho), vamos no jogo do Grêmio?’ E ele, com a voz fraca e rouca, respondeu: ‘quando?'”, emociona-se Marcus Vinicius, pois foi a primeira palavra pronunciada por João Victor depois de dias de internação.
João Victor hoje está se recuperando à base de medicamentos. Faceiro, mas tímido, viveu um dia especial na manhã desta quinta-feira, quando completou seis anos de idade onde mais gosta de estar.
Proprietário de uma cadeira no estádio desde o primeiro ano de vida, hoje conheceu novas dependências do Olímpico. Assistiu ao treino de dentro do campo, acompanhou as entrevistas coletivas da sala de imprensa e por fim, tirou fotos com os jogadores e recebeu do ídolo Jonas uma camisa de presente de aniversário.
“São exemplos assim que faz com que a gente valorize ainda mais o torcedor. Não tenho a mínima noção do que a gente representa para uma criança assim. Se Deus quiser, vamos dar alegria para ele no final do ano”, diz Fábio Santos.
“Virou promessa virmos a todos os jogos até o fim do ano. Dia 5, contra o Botafogo, ele vai entrar em campo com o time”, conclui o pai orgulhoso.”

Este outro gremista não é o Vitor. Ele fez 7 anos este mes e se recuperou de um mal terrível: ele era colorado.

Este outro gremista não é o João Victor. Ele fez 7 anos este mes e se recuperou definitivamente de um mal terrível: ele chegou a ser, por um breve tempo, colorado.

10 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Enem: instrumento de subversão marxista (via Professor Hariovaldo Almeida Prado)

Não existe ofensa maior aos homens de bem do que tentar equivaler os seus filhos aos filhos da gentalha, subvertendo a ordem natural e divina que edificou os estamentos da República pelo nascituro, incentivando a usurpação pelas classes subalternas dos lugares pré-estabelecidos … Continue Lendo

via Professor Hariovaldo Almeida Prado

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Estado laico? Crucifixos proibidos no Corpo de Bombeiros de Tatuí/SP

Por Beto Bertagna

Uma decisão do capitão José Natalino de Camargo, comandante do Corpo de Bombeiros de Tatuí (SP), mandando retirar  os crucifixos e imagens de santos católicos da corporação reacendeu o “fogo” (desculpem o trocadilho infame) da questão religiosa na cidade, tão explorada de forma intensa e inadequada durante a campanha eleitoral deste ano. O capitão Camargo diz que “os simbolos católicos em repartições públicas fazem apologia da religião católica e contribuem para a falsa crença de que aquela religião é a única detentora da benesse estatal, ferindo a Constituição Brasileira que estabelece que o Estado é laico”. A Câmara de Vereadores decidiu publicar uma moção de repúdio contra  a medida tomada pelo militar. Na moção aprovada por unanimidade, os vereadores consideram que “no ato arbitrário o militar usou termos desrespeitosos, equivocados e imprudentes ao se referir aos símbolos católicos, demonstrando uma total falta de sensibilidade.” Um cidadão de Porto Velho,Rondônia que preferiu não se identificar assim se expressou: “Vejo isto em escolas públicas e as imagens estão em toda parte, me empurrando a fé católica. Se a Igreja Católica pretende colocar os símbolos, que os coloque em suas propriedades privadas, não nas públicas.”  Vamos agora aguardar o desdobramento dos fatos com a manifestação do Comando da Polícia Militar do Estado de SP e da paróquia de Tatuí, através do padre Milton de Campos Rocha. E você ? O que acha ?

9 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

Marcelo Adnet ironiza eleitores elitistas

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

O revanchismo da Folha contra Dilma (via Jornalismo B)

Em 2008, quando o governo federal trouxe à tona o debate sobre a abertura dos arquivos da Ditadura Militar, boa parte da imprensa dominante brasileira alinhou-se aos militares de pijama e aos mais diversos setores da direita brasileira para dizer que se tratava de revanchismo. A gritaria foi tanta, fortalecida pelo discurso conservador da grande mídia, que os setores mais combativos do governo arrefeceram.  … Continue Lendo

via Jornalismo B

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações