Arquivo do dia: 01/11/2010

"Zé,nós subimos juntos aquela rampa. Vamos descer juntos!"

foto : R.Stuckert/PR

foto : R.Stuckert/PR

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

“Zé,nós subimos juntos aquela rampa. Vamos descer juntos!”

foto : R.Stuckert/PR

foto : R.Stuckert/PR

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Às armas homens bons: eleições fraudadas pelos comunistas! (via Professor Hariovaldo Almeida Prado)

Às armas homens bons: eleições fraudadas pelos comunistas! Isto é a mãe de todas as infâmias! Um ultraje, o mais vergonhoso roubo que a nação já viu, uma fraude indescritível contra a vontade nacional, quando todas as pesquisas sérias como a Dataprado indicava a clara vitória de Serra disparado no segundo turno, querem que aceitemos um resultado fraudado e mentiroso que indica a vitória da terrorista búlgara? Só temos uma resposta a essa infâmia, mas de vários calibres!  … Continue Lendo

via Professor Hariovaldo Almeida Prado

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

A cara de pau da Soninha , toda pura …

Emídio de Souza (PT), prefeito de Osasco, e Soninha Francine (PPS) debatem sobre baixaria em campanha. Soninha critica o blog Amigos do Presidente Lula por criticar José Serra. Emídio critica o baixo nível da campanha eleitoral de José Serra na TV, desfazendo da biografia de Dilma Rousseff.  Veja e tire suas conclusões. De minha parte… Sinceramente, sem comentários…

2 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Os derrotados da eleição(via Blog do Provocador)

Por Marco Antonio Araújo, do blog “O Provocador”

A guerra acabou. Dilma Rousseff é presidente do Brasil. Para chegar até aqui, teve que enfrentar uma das batalhas mais violentas da história da República. E venceu.

Derrotou não só seu adversário, José Serra, mas também um exército implacável, cruel e muito poderoso: os principais grupos de comunicação do país. Estes são os grandes derrotados nesse dia de glória para a democracia.

Os milhões de votos recebidos pela candidata petista são a prova gigantesca de que os brasileiros nunca mais se deixarão ser manipulados. Nem permitirão ser tratados como gente ignorante. O povo, definitivamente, não é bobo.

Durante meses, houve um bombardeio incessante de manchetes, chamadas, apelos, boatos e factoides. Um massacre impiedoso, orquestrado. Em fiapos de verdade, urdiram uma rede de mentiras e preconceitos.

Não bastou ser atacada durante o horário eleitoral gratuito. Isso faz parte do jogo. Infame foi ser fustigada diariamente pela propaganda política voluntária dos barões da mídia.

Dilma Rousseff e milhões de brasileiros enfrentaram o maior jornal do país, a Folha de S.Paulo. E a maior emissora de TV, a Globo. A revista de maior tiragem, a Veja. Nessa tropa de choque incansável também perfilam os jornais O Estado de S.Paulo e O Globo. Turma da pesada.

Nos próximos dias, sempre às 10h e às 16h, vamos usar este espaço para detalhar a forma como esses derrotados agiram do alto de seus palanques. Como pisotearam a liberdade de imprensa.

Cada um com seus soldados. Ou capangas. Tanto poder para quê? Tanta arrogância, fulminada pela força das urnas. Os que escrevem e entrevistam e ditam editoriais ficaram mudos. Quem manda, senhores do universo, é quem lê, quem ouve, quem vê. Os vitoriosos. Deste Brasil.

via O Provocador

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

500 anos esta noite

Por Pedro Tierra

De onde vem essa mulher
que bate à nossa porta 500 anos depois?
Reconheço esse rosto estampado
em pano e bandeiras e lhes digo:
vem da madrugada que acendemos
no coração da noite. 

De onde vem essa mulher
que bate às portas do país dos patriarcas
em nome dos que estavam famintos
e agora têm pão e trabalho?
Reconheço esse rosto e lhes digo:
vem dos rios subterrâneos da esperança,
que fecundaram o trigo e fermentaram o pão.

De onde vem essa mulher
que apedrejam, mas não se detém,
protegida pelas mãos aflitas dos pobres
que invadiram os espaços de mando?
Reconheço esse rosto e lhes digo:
vem do lado esquerdo do peito.

Por minha boca de clamores e silêncios
ecoe a voz da geração insubmissa
para contar sob sol da praça
aos que nasceram e aos que nascerão
de onde vem essa mulher.
Que rosto tem, que sonhos traz?

Não me falte agora a palavra que retive
ou que iludiu a fúria dos carrascos
durante o tempo sombrio
que nos coube combater.
Filha do espanto e da indignação,
filha da liberdade e da coragem,
recortado o rosto e o riso como centelha:
metal e flor, madeira e memória.

No continente de esporas de prata
e rebenque, o sonho dissolve a treva espessa,

recolhe os cambaus, a brutalidade, o pelourinho,
afasta a força que sufoca e silencia
séculos de alcova, estupro e tirania
e lança luz sobre o rosto dessa mulher
que bate às portas do nosso coração.

As mãos do metalúrgico,
as mãos da multidão inumerável
moldaram na doçura do barro
e no metal oculto dos sonhos
a vontade e a têmpera
para disputar o país.

Dilma se aparta da luz
que esculpiu seu rosto
ante os olhos da multidão
para disputar o país,
para governar o país.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Acre decide voltar a fuso horário antigo

O fuso horário do Acre – que atualmente é uma hora a menos em relação ao horário oficial de Brasília – deverá ser alterado e voltar para a marcação antiga, de duas horas de diferença. Em referendo feito no domingo junto às eleições para a escolha de presidente, a maioria dos eleitores (56,77%) respondeu não à pergunta: “Você é a favor da recente alteração de horário legal promovida no seu Estado?” Oficializado o resultado, o Tribunal Regional Eleitoral do Acre deverá comunicar ao Tribunal Superior Eleitoral, que encaminhará ao Congresso Nacional um comunicado para que uma lei alterando o horário seja feita.

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano