Arquivo do dia: 30/10/2010

Deu no JN : Em RO, Confúcio tem 58% dos votos válidos e Cahulla, 42%

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Levando em consideração a margem de erro, Confúcio pode ter entre 55% e 61%, e Cahulla, entre 39% e 45%.O Ibope entrevistou 812 eleitores em 45 municípios de Rondônia entre sexta-feira (29) e este sábado (30). O levantamento foi encomendado pela Rádio TV do Amazonas e foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO) com o número 31759/20120 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 37770/2010.

Deixe um comentário

Arquivado em Eleições 2010

Buquimeque

Prognóstico para amanhã,31  : Dilma 57 % Serra 43 %. Façam suas apostas, senhores.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Deu no Extra OnLine : Fábrica prepara máscaras de Dilma, Serra e Tiririca para o carnaval

Olga Valles mostra a máscara de Tiririca - Foto: L. Alvarenga / ExtraNa fábrica de máscaras de São Gonçalo, os preparativos para o Carnaval estão a todo vapor e os rostos dos presidenciáveis Dilma Roussef e José Serra estão por toda parte. Mas passadas as eleições, a grande aposta para a Festa de Momo é um outro personagem do cenário político brasileiro: Tiririca. Logo depois que o ex-palhaço se tornou um dos deputados federais mais votados da história, os artistas plásticos da fábrica começaram a trabalhar. Olga Valles, dona da fábrica, afirma que Tiririca tem o imprescindível para se tornar o hit do Carnaval: a irreverência                                                                                                             .Extra OnLine

Deixe um comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Quanto vale o sucesso? O porquê de tantas críticas à Record (via OCANALTV!)

Quanto vale o sucesso? O porquê de tantas críticas a RecordPor Breno Cunha

Certa vez um velho sábio profere: “A beleza está nos olhos de quem ver.” Ele estava prevendo o panorama futuro de nossa sociedade, por que tempos depois, essa frase ilustraria perfeitamente a situação que estamos vivendo atual cenário televisivo do país.

É interessante, e ao mesmo tempo angustiante, ver pessoas tentando comparar duas emissoras tão diferentes. Emissoras tão desiguais em estrutura, profissionais, objetivos, metas, passados e presente.

Persistem em comparar “A Fazenda” com realitys da Rede Globo. Exigem da Record o que ela não tem pra dar. Fecham os olhos para fatos escancarados, a fim de reduzir suas frustrações. No mais, chamam o programa de humorístico, não percebendo que a graça está nos ouvidos de quem ouve.

A Fazenda está satisfazendo à emissora dos bispos. Atinge momentos de liderança, isto quando não a consegue durante toda a exibição. Não tem os mais famosos do Brasil, no entanto tem pessoas acostumadas a lidar com boatos, fofocas e escândalos. É disso que o povo gosta. Ninguém pretende ver seu ídolo preso numa casa, se afogando nos seus próprios anseios. O povo gosta é de briga, intriga, confusão, ‘’pancada’’. Não poderia haver 15 participantes melhores para vos oferecer tais momentos.

Não sou a favor de Brito Jr. como apresentador do programa, peso que existem outros mais bem capacitados para tal posto, mas também sou contra aos julgamentos precários, críticas fundamentadas nos próprios egos. Seria como pegar uma maçã verde da árvore, comer, achar azeda, e dizer que a fruta é ruim. É necessário dar tempo ao tempo.

Estão na hora de amadurecer algumas idéias, alguns argumentos. Está na hora de crescer. João, José, e beltrano criticando puramente pelo prazer de criticar. De ser do contra.

Sou contra a censura, mas sou adepto a uma frase também muito antiga, mas, com um imenso paradoxo de ser tão atual: “Se não houver o que falar, cale-te”.

via OCANALTV! Audiência da TV – Audiência, Ibope, TV, Notícias, Real Time, A Fazenda 3

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Tietagem: após debate na TV Globo "indecisos" cercam Dilma para fotos e autógrafos (via Cachaça Araci)

Ao final do último debate na TV Globo, os 80 indecisos convocados pela emissora para fazer perguntas aos cadidatos à presidência da República avançaram em direção a Dilma, pedindo autógrafos e fotos ao seu lado. Ela foi mais assediada até que o galã e dublê de apresentador William Bonner. Serra foi literalmente deixado de lado pelos presentes no auditório.

Diante de tamanha tietagem, Ali Kamel, o todo-poderoso global, ficou desesperado, chamando até o marqueteiro João Santana para “apartar” Dilma do bolo de indecisos. Aí alguém comentou: “O melhor do debate foi o Ali Kamel pedindo para a Dilma sair”. E outro respondeu: “Não, o melhor foi ele levar mulher e filha, linda, para tirar fotos com Dilma!”

via Cachaça Araci

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Tietagem: após debate na TV Globo “indecisos” cercam Dilma para fotos e autógrafos (via Cachaça Araci)

Ao final do último debate na TV Globo, os 80 indecisos convocados pela emissora para fazer perguntas aos cadidatos à presidência da República avançaram em direção a Dilma, pedindo autógrafos e fotos ao seu lado. Ela foi mais assediada até que o galã e dublê de apresentador William Bonner. Serra foi literalmente deixado de lado pelos presentes no auditório.

Diante de tamanha tietagem, Ali Kamel, o todo-poderoso global, ficou desesperado, chamando até o marqueteiro João Santana para “apartar” Dilma do bolo de indecisos. Aí alguém comentou: “O melhor do debate foi o Ali Kamel pedindo para a Dilma sair”. E outro respondeu: “Não, o melhor foi ele levar mulher e filha, linda, para tirar fotos com Dilma!”

via Cachaça Araci

Deixe um comentário

Arquivado em Reblog

Bomba ! FHC e Ellen Gracie estão a namorar ? (via conversaafiada)

Notícia que a Mônica Bergamo NÃO daria: O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a Ministra Ellen Gracie, do Supremo Tribunal Federal, foram vistos, de mãos dadas a passear pelo Shopping Higienópolis. FHC é o mais ilustre morador do aristocrático bairro de Higienópolis em São Paulo. (Este ordinário blogueiro, o menos ilustre). Se este potin (como diria o FHC) se confirmar, estamos diante de fato político de relevância Suprema. A Ministra Ellen Gracie terá que se considerar impedida de votar qualquer assunto que se refira ao Governo Serra/FHC. E mais impedida ainda de votar qualquer aspecto de uma Ley de Medios. Ela, a rigor, não poderia ter rejeitado a ADIN por Omissão que o emérito professor Fábio Comparato quer levar ao Supremo para obrigar o Congresso a votar os artigos de Constituição de 88 que tratam da Comunicação Social. Clique aqui para ver que Comparato não se deixou intimidar por Ellen Gracie. A Ministra não pode votar sobre Meios, porque o FHC é o Herói e Supremo Guru do PiG (*). Só o PiG (*) o leva a sério. (E, possivelmente, a ilustre Ministra). Temos aí um impasse. A Ministra não pode votar e o Ex-Supremo Presidente Supremo do Supremo também não pode votar sobre a Ley de Medios. Porque ambos foram escolhidos por FHC e, aparentemente, em seu coração residem.

(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.                      www.conversaafiada.com.br

3 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Fliporto 2010-Trombones Cosmopolitas

A ideia de juntar muita gente e fazer um som que aproximasse o melhor que a música popular de Pernambuco tinha com novas linguagens musicais deu origem à Orquestra Contemporânea de Olinda, grupo que desde o final de 2006 assume com maestria o vácuo deixado pela inovação promovida pelo movimento Mangue.  A proposta se assemelha, já que a Orquestra tem um interesse de resgate, claro, com uma faceta pop. Com elogios do jornal The New York Times, este time de 10 músicos está de olho na carreira internacional e avisa: fazem nova turnê em janeiro de 2011.  “Minha ideia era juntar umas 15 pessoas, mas muitos acabaram saindo e ficamos com os 10 atuais”, diz Gilu Amaral, saxofonista e idealizador da banda. Foi esse tanto de gente que originou o nome “orquestra”. Outra referência do nome que ajuda a contar a história da banda é o fato de grande parte dos integrantes terem se formado no Grêmio Musical Henrique Dias, na rua de mesmo nome, na Cidade Alta, Olinda.  O lugar estava abandonado, mas carregava em sua história a importância de ser um dos centros de formação musical mais antigos da cidade. “Quisemos trazer o grêmio de volta, era nossa ideia desde o início”, diz Gilu, que diferente da maioria dos integrantes não se formou nesse local. Atualmente, a escola fundada em 1954 e que não tem fins lucrativos foi retomada com força total, com aulas gratuitas aos sábados, e ganhou visibilidade com o trabalho da Orquestra. Isso gerou benesses, como a nomeação para Ponto de Cultura e transformação em Telecentro, com computadores e internet.  Gilu guarda ligações afetivas com o grêmio, mas sua formação musical remonta grandes nomes da cena cultural pernambucana. Tocou com Naná Vasconcelos, Maciel Salú, Silvério Pessoa, Otto, Renata Rosa entre muitos outros. Com eles, viajou por mais de 15 países, onde teve contato com o efervescente mercado de música para artistas brasileiros e de outros países fora do eixo anglo-saxão. Com a Orquestra Contemporânea, pode conhecer um novo nicho, os EUA.  Foi nos EUA que a banda passou a se tornar conhecida fora de seus arredores natais. “Vimos que lá havia uma possibilidade imensa, um público conhecedor de nossa música”, espanta-se. A banda excursionou por cinco estados norte-americanos. Em Washington, capital do País, tocaram paraum público com média de idade por volta dos 50 anos ou mais, em uma espécie de teatro com acústica perfeita. Saíram ovacionados. A ideia dismistificou a percepção de que o público que curtia grupos brasileiros eram em sua maioria especialistas e iniciados. Com a Orquestra, há sim, o apelo pop. “Os americanos ficaram de cara, espantados, sobretudo com a qualidade. Nosso show tem muitos solos, diversos instrumentos, muito movimento, isso chama atenção”, disse Gilu. Ele ainda elencou alguns tipos de pessoas que curtem seu som, entre eles músicos, fãs de música brasileira, world music, e jovens amantes da boa música em geral. “O mais curioso é que eles não entendem a letra e curtem do mesmo jeito, sem problemas”. O grupo volta aos EUA em janeiro, onde tem shows agendados. A banda mira claramente uma carreira internacional, e os elogios recebidos abalizam essa decisão. O trabalho que a banda vem fazendo todos esses anos, faz com que esse sucesso não tenha sido repentino. “Por mais que eu fique surpreso, esse sucesso não soa novidade. Foi para isso que sempre trabalhamos”. O grupo é um dos que mais circulou pelo país, com cerca de 80 shows só em 2008, época do lançamento de seu primeiro disco. No ano seguinte, foram indicados ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Música Regional Brasileira. Em tempos de internet, ainda conseguiram o feito de venderem cinco mil cópias quando estrearam, pela Som Livre. E eles já pensam em músicas novas. O novo álbum deve sair em janeiro ou fevereiro do ano que vem para coincidir com a nova turnê pelos EUA e Europa. Ainda sem nome, deve ser mais dançante, e segundo Gilu, “mais maduro”. Pela trajetória que a Orquestra Contemporânea de Olinda percorreuem tão curto espaço de tempo, não temos dúvida.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Dom Geraldo Verdier: de volta ao Brasil, Bispo de Guajará-Mirim fala de sua sucessão

Por Dom Geraldo Verdier, Bispo Diocesano de Guajará-Mirim, noroeste do Brasil, Rondônia

Depois de uma fervorosa missa com as Irmãs Calvarianas de Brasília que me hospedam, visita ao sr. Núncio, Dom Lorenzo Baldisseri. Ele me recebe com simplicidade e cordialidade. Entramos imediatamente no tema principal: meu sucessor, o bispo Coadjutor, que assumirá a diocese no dia em que eu der  a demissão. O Núncio abre uma pasta e comenta : – Tenho aqui os três nomes que o senhor me apresentou. Até o presente momento os três são bons candidatos para o episcopado”. Ufa! Porque os três primeiros nomes que havia apresentado não foram aceitos! –  Há dois, porém, continua o Núncio, que são um pouco jovens, 43 anos!  Permito-me interrompê-lo : ‘ – Desculpe, Excelência, mas fazem exatamente 30 anos, hoje, que vosso predecessor, Dom Carmine Rocco, estava me ordenando Bispo de Guajará-Mirim,  e eu  tinha apenas  43 anos!- O Núncio sorri e eu acrescento: – Sabe, Senhor Núncio, ainda para as visitas pastorais, o Bispo de Guajará-Mirim tem que fazer 1.100km, ou seja 17 horas de ônibus para atingir as paróquias longe da sede  e 1.200 km de volta. È melhor não ter muita idade! ”- Realmente, são distâncias enormes, constata o Núncio.

Logo apresento a segunda pergunta: – Quando V. Excia. pensa poder apresentar um candidato  para a sede de Guajará-Mirim ao Santo Padre? – Eu gostaria, diz ele, que todos as dioceses do Brasil sem bispos, recebesse o seu novo pastor antes do fim do ano, ou em janeiro ao mais tardar. E isso vale também para a diocese de Guajará-Mirim.” Quase pulei de alegria !

Enfim, a terceira pergunta: Mandei a Va. Excia. Um convite para celebrar conosco, no dia 8 de dezembro, os 30 anos de criação da Diocese (78 anos de Prelazia e Diocese), e os 30 anos de meu episcopado? – Infelizmente, responde ele, não tenho condições para estar com vocês. Mas gostaria de visitar Guajará-Mirim! – Quem sabe quando recebermos oficialmente o bispo Coadjutor.Aceito com alegria! Terminamos a audiência saboreando um cafezinho “Expresso Italiano” e o Núncio me despede com um caloroso: “ Meus parabéns pelos seus 30 anos de ministério episcopal” .

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações