Arquivo do dia: 28/10/2010

Flapoa – 1ª Feira do Livro Anarquista

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Coxas de jogador (via Fabio Hernandez)

O amor, por Zéfiro

O amor, por Zéfiro

“Suas coxas são …”

Penny Lane estava montada na perna esquerda de João. Era uma coisa que acabava sempre acontecendo com suas mulheres.

“… de jogador de futebol …”, ela completou, arfante como se tivesse acabado de subir correndo um lance de escadas.

Penny Lane ia para lá e para cá, os cabelos caindo sobre os olhos. Ela apertava o próprio mamilo esquerdo,  mais sensível que o direito. Quando parou, João mordiscou-o como se fosse uma uva.

“Sinto seus músculos”,  ela disse.

João jogara futebol com seriedade durante muitos anos. Isso se refletia na coxa esquerda, na qual Penny Lane esfregava seu clitóris em que se misturavam os fluidos de ambos.

“João?”

“Hmmm?”

“Acredita em Deus?”

“Não.”

“Também não”, gemeu Penny Lane. “Mas estou no paraíso.”

 

via Fabio Hernandez

1 comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Bola murcha !

Por Beto Bertagna

O tucanável José Serra aperta o dedão do pé no Vulcabrás 752 ( sim, aquele usado pelo Maluf !)  e dá uma bicuda na pelota, em direção à trave defendida por Rojas no célebre Brasil X Chile de anos de antanho.  A seguir, sai correndo (mancando) e vai posar junto ao que sobrou do PSDB nas eleições de 2010. A redonda só  não furou porque já estava murcha. Especialistas em jogos dos 45 erros  já conseguiram descobrir o rosto de Aécio Neves sorrindo no meio dos escombros. (Há ainda suspeitas que parte destes escombros tenha sido desviado do Rodoanel, porque Paulo Preto foi visto rondando o Maracanã na noite anterior à foto). A imagem foi vetada no programa de TV pelos marqueteiros de Serra porque ele parece a célebre Torre de Pisa ,na Itália,  tombando para um lado.

Urgente ! Incrível ! A bola foi parar na linha 5 (lilás) do Metrô de São Paulo ! Como diria o fanho :  “Serra é do DEM, Serra é do DEM” .

4 Comentários

Arquivado em Delírio Cotidiano

Já era, Serra! Hora de jogar a toalha.Mas não a deixe no chão. Dilma é mulher e não gosta disso

Por Beto Bertagna, com informações do Datafolha e Uol

A pesquisa Datafolha realizada neste último dia 26 indica uma estabilidade total em relação ao levantamento da semana passada. Dilma  tem 56% dos votos válidos e Serra (PSDB) 44%. São exatamente os mesmos percentuais do dia 21.out.2010. Nada mudou,  continua  12 pontos de diferença . Assim, uma suposta virada tucana fica bem mais distante.  O risco maior a esta altura para Serra é a desmobilização daqueles que ainda pensavam em  apoiá-lo, com o feriadão pela frente, a praia, o Guarujá,  Tramandaí, a costa de Florianópolis… Afinal no pensamento da tucanada a esta altura do campeonato, prá que trocar o certo (a praia, o feriadão, os amigos) pelo duvidoso e práticamente incerto ( a eleição de Serra) ? Em São Paulo com uma dúzia de pontos de pedágio você chega lá.  Do lado de Dilma também há riscos. Por exemplo, o ânimo exacerbado que acaba relaxando os militantes –cujo raciocínio pode ser do tipo “se já está tudo definido, não preciso me esforçar”. Mas como esse erro já foi cometido pelos petistas no 1º turno, em tese,ele  não se repetirá agora. Por fim, o Datafolha mostra 8% de indecisos e 5% que votam em branco ou nulo. Só haveria uma virada se ocorresse algo estatisticamente impossível: todos se decidindo a favor de Serra. Em geral, os indecisos se dividem proporcionalmente aos candidatos de acordo com o percentual que cada um já tem. Em Rondônia, a situação é parecida. A única diferença parece ser que , como Confúcio é homem, não esquenta a cabeça com toalha jogada no chão.Como diz o falso caipira no horário gratuito da TV: Vai ser peia…e passa a régua.

————————————————————————————————————————–

No boxe, o gesto de jogar a toalha pela equipe de um pugilista sinaliza sua desistência, para evitar que o adversário faça um estrago maior com o lutador já massacrado. Por simbolizar tão bem a desistência, jogar a toalha se tornou uma expressão muito comum no dia-a-dia. Mas dizer que fulano jogou a toalha não significa que ele saiu, fumou um cigarro e retomou o que fazia. Jogar a toalha é a desistência plena, na mais alta acepção da palavra. Só quando tentou muito, persistiu, insistiu além do razoável, e no final não conseguiu sair do lugar, é que fulano tem o direito de jogar a toalha. Aquela toalha felpuda, agora encharcada pelo suor de tantas e tantas tentativas. Jogar a toalha é o conforto dos derrotados que deram tudo pela vitória. Dos que não se acovardaram e foram as últimas consequências para triunfar. E que no final sucumbiram, dançaram, caíram do cavalo. Mas, o que é mais importante, caíram de pé, sem arrependimentos. Por isso jogar a toalha é também um gesto de glória. A glória dos estafados, dos esgotados, dos acachapantemente humilhados. Jogar a toalha é o superlativo de desistir. É o desistir depois de várias desistências. Poucas coisas dão tanto alívio quanto jogar a toalha. Tentar, tentar, tentar e no final triunfar é o que todo mundo deseja, o êxtase. Mas desistir depois de muitas tentativas também tem sua beleza. Principalmente se você puder coroar sua derrota com um belo arremesso de toalha, com direção certeira ao centro do ringue.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Escritora de auto-ajuda comete suicídio

Morreu a escritora e apresentadora de programas de auto-ajuda na TV, a coreana Choi Yoon-Hee . Ela escreveu mais de 20 livros de auto-ajuda e se converteu para os coreanos na suprema perita na difícil missão de alcançar a felicidade. Entretanto, uma depressão levou-a tragicamente ao suicídio junto ao seu marido. Yoon-Hee –também conhecida como a “sacerdotisa da felicidade” – enforcou-se junto com seu marido no quarto de um motel de Goyang, ao norte do Seul. Yoon Hee tinha 63 anos e era uma estrela da televisão coreana. Seu marido tinha 72 anos. Em uma carta difundida pela polícia, a escritora revelou que nos últimos dois anos adoeceu e se desculpou com seus familiares e amigos por decidir suicidar-se. “Tive um momento muito difícil porque sofro do pulmão e do coração”, escreveu para surpresa de seus seguidores. Em seus livros de auto-ajuda, a escritora pregava fórmulas para alcançar a felicidade e a esperança no país desenvolvido que conta com a mais alta taxa de suicídios de mulheres do mundo e a segunda mais alta dos homens, depois do Japão.

1 comentário

Arquivado em Delírio Cotidiano

Internet Móvel 3G : A esculhambação precisa acabar. Quando será?

Por Beto Bertagna

A falta de legislação da banda larga móvel conhecida como 3G tem causado diversos aborrecimentos para os usuários. O uso comercial das redes via celular começou depois de 2002, época em que houve a regulamentação específica sobre a questão da telefonia celular e o uso da bandas. Por conta disso, as operadoras deitam e rolam em cima dos pobres mortais usuários e os tratam como pobres antas.   E não adianta nem reclamar para o bispo ! ( Ainda mais no nosso caso, do bravo  Dom Moacir Grechi, que já anda preocupadíssimo vendo os  candidatos ficha-suja na eleição 2010).  A maior reclamação é que o serviço é caro e de péssima qualidade, e isto vale para todas as operadoras. Você pode pendurar o modem na janela, colocar bombril, fazer malabarismo. Não adianta. O sinal não chega onde a operadora diz que chega. E se chega é tão fraco que cai a cada instante. Reclamar no 0800 ? Nem tente ! Vai tocar “musak” até você vomitar.  Os $ite$ e outros veículos que posam de “jornalísticos” se calam, em especial os especialistas em achaque ,  porque recebem verbas publicitárias para ficarem quietos. Ou quando chiam é para receber as ditas verbas “cala-boca”. Mas por conta do recorde de reclamações, surgiu a  proposta da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para  que a legislação seja atualizada a partir de uma  consulta pública para revisão do Plano Geral de Metas de Qualidade do Serviço Móvel Pessoal (PGMQ-SMP).  Entre as inovações  há uma proposta de exigir que as tentativas de conexão à banda larga móvel sejam estabelecidas em 98% dos casos, no mês. Já a taxa de queda do acesso deve ser inferior a 5%. A velocidade de conexão, tanto para download quanto para upload deve ser de, no mínimo, 30% do valor máximo previsto no contrato . (Quá…Hoje, prá se ter uma idéia a maioria só garante 10 % da velocidade contratada).  A partir de um ano da entrada em vigor do novo regulamento, a velocidade mínima exigida subirá para 50% do contratado. A exigência é válida para os horários de pico. Nos demais horários, o mínimo garantido deve ser de 50%, assim que as regras entrarem em vigor, e 70%, um ano depois.O novo regulamento valerá 180 dias depois de publicado. A consulta pública ficou no site até o dia 26 de agosto . Esperamos que antes da adoção do 4G aqui na Amazônia as empresas de telecomunicação parem de  tratar os nortistas como cidadãos de segunda categoria e já estejam mais civilizadas. Quando será ?

1 comentário

Arquivado em Curta Milimetragem