Arquivo do dia: 26/04/2010

Terremoto de 4.9 Richter atinge parte do Acre. Eles chegarão aqui ?

Terremoto escala Richter 4,9 na fronteira do Acre com Peru

Pucallpa é a capital do Departamento de Ucayalli, no Peru

O epicentro do terremoto foi a 245 km de Pucallpa, no Peru e atingiu a marca de 4,9 de magnitude. O sismo ocorreu neste domingo (25) a 17  km de profundidade, às 20h 09, horário de Brasília na fronteira do Peru  a 100 quilômetros a noroeste de Cruzeiro do Sul , que fica a 700 km da capital , Rio Branco.

Apesar de não haver estragos nos prédios, a conversa hoje pela manhã na cidade era sobre o tremor. Alguns moradores se mostravam assustados com a frequência com que isto tem acontecido.

A região de Cruzeiro do Sul, no Acre é seguidamente atingida por tremores. Apesar da intensidade e da freqëncia dos sismos, não existe no Acre qualquer equipamento para avaliar ou registrar os abalos, fato seguidamente reclamado por pesquisadores da região, em especial da UFAC.
Questiona-se até se os prédios a serem construídos na explosão imobiliária que também afeta o Acre, não deveriam ter alguma espécie de defesa anti-sismo na sua engenharia de construção.

Em agosto de 2008 um tremor na escala 6.3 fez alguns prédios da capital acreana, Rio Branco tremerem. O epicentro foi igualmente nas proximidades de Pucallpa e foi registrado pelo Observatório Sismológico da UNB – Universidade de Brasilia.

Epicentro : o círculo vermelho é o local do epicentro do terremoto que, segundo se indica, foi a 17 km de profundidade. O Gráfico mostra um abalo ocorrido em 26 de janeiro, na mesma região.

4 Comentários

Arquivado em Notícias

Festa do Divino 2010 no Vale do Guaporé – Versalles

Dia 26 de abril, segunda-feira, às 16 hs. O Batelão do Divino Espírito Santo chega em Versalles, povoado situado à margem esquerda do rio Guaporé, em território boliviano. Lá permanece até a terça,dia 27, às 15 hs da tarde.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

30% dos brasileiros tem hipertensão

da Agência Brasil

Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) revelam que a doença atinge 30% da população brasileira e ultrapassa o índice de 50% entre os idosos. Hoje (26), no Dia Nacional de Combate à Hipertensão, a entidade alerta ainda que 5% das crianças e dos adolescentes no país são hipertensos.

A doença é responsável por 40% dos infartos, 80% dos acidentes vasculares cerebrais (AVC) e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. Mas as consequências da hipertensão, de acordo com a SBH, podem ser evitadas se os pacientes conhecerem sua condição e seguirem o tratamento – que envolve o uso permanente de remédios e mudanças de comportamento.

Segundo a SBH, os cuidados contra a hipertensão incluem medir a pressão arterial pelo menos uma vez ao ano, praticar atividades físicas todos os dias, manter o peso ideal, adotar hábitos alimentares saudáveis, reduzir o consumo de álcool, abandonar o cigarro e evitar o estresse.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que as doenças crônicas não transmissíveis – caso da hipertensão – são responsáveis por 59% das mortes em todo o mundo, chegando a 75% dos óbitos no Continente Americano.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Ao Norte – 16

O blogueiro faz seu rancho (incluindo uma cachaça Cocal) no Barracão da JB Aragão, no Tarumãzinho em Manaus, para comemorar o GreNal de domingo no Beira-Rio que acabou com a vitória tricolor por 2 a 0.

3 Comentários

Arquivado em Efêmeras Divagações

Livros imprescindíveis para entender Rondônia – 9 – Rondon

No começo do século XX, o governo central do Brasil, preocupado em estender sua presença e autoridade efetiva à Região Centro-Oeste, ligaria pelo telégrafo o que hoje são os estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia ao resto do país. A partir de 1900, coube ao então capitão Cândido Ronclon comandar a comissão encarregada de prolongar os fios telegráficos até essa região em larga medida selvagem e pouco explorada. Nos quinze anos seguintes, à frente da que ficou conhecida como Comissão Rondon, este nativo de Mato Grosso e descendente de índios pelo lado materno abriu caminhos no Pantanal e na floresta virgem, conviveu com a onipresente malária e com tribos hostis, enfrentou incompreensão e má vontade, tudo para levar adiante seu projeto civilizatório e de construção da nação.

Este livro traz um relato detalhado dessa aventura essencialmente política na selva, em que Rondon fazia questão, em todas as ocasiões, de hastear a bandeira e tocar o hino nacional (levava consigo seu indefectível gramofone), símbolos da unidade da pátria. ‘Também reconstrói a aventura tragicômica que foi ciceronear o ex-presidente americano Theodore Roosevelt numa excursão desastrada por um rio adequadamente chamado “da Dúvida”, pois seu curso era desconhecido. Mas, além dos fatos, Todd A. Diacon investiga as idéias motrizes da ação de Rondon e as contradições de sua prática positivista, a batalha ideológica  em torno de sua Comissão.

Aos 35 anos de idade. Cândido Mariano da Silva Rondon recebeu do governo brasileiro a tarefa de construir as linhas telegráficas que ligariam o estado de Mato Grosso ao Amazonas, território então pouco explorado, cuja comunicação com o centro administrativo do país era precária. De 1900 a 1915, O marechal cuidou de efetivar seu projeto e deu a ele ares de uma verdadeira “missão”.
E dessa figura tida ora como herói desbravador, um autêntico defensor dos indígenas, ora como agente violento de expansão do autoritarismo do Estado — que trata este livro. Sem desprezar esses vários lados, Todd A. Diacon procura entender a atuação do marechal como um projeto político de integração nacional. Para tanto, enfatiza pontos até agora pouco examinados da trajetória desse personagem, como a presença decisiva das idéias positivistas. Ao discutir os feitos e os fracassos do militar e apresentar os aspectos simbólicos que constituíram sua carreira, o autor dá nova atualidade ao tema, e revela como “a invenção e reinvenção de Rondon continuará a acompanhar a invenção e reinvenção da nação brasileira”.

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações