Arquivo do dia: 06/04/2010

Ao norte – 12

Vista do rio Urupá, em Ji-Paraná 2010 foto : Eduardo Alencar

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações

Machu Picchu reabre e voo direto Lima X Rio Branco deixa Rondônia chupando o dedo

A nova rota que  liga Lima, passando por Cuzco, no Peru, até Rio Branco, no Acre, iniciou na quinta-feira(1º) suas operações pela empresa Aerolíneas Star Peru.  José Luiz Cunha, diretor de Mercados Internacionais da Embratur disse que “é uma grande oportunidade não só de aumentar a quantidade de turistas peruanos, mas também de oferecer roteiros integrados de Brasil e Peru para turistas que vêm da Ásia ou Europa, por exemplo, que tendem a combinar visitas a mais de um país na região durante suas viagens”.

Para o secretário do Turismo e Lazer do Acre, Cassiano Marques, a história, parques ambientais, geoglifos e o próprio modo de viver do acreano apresentam o Estado como uma nova opção aos turistas nacionais e internacionais. “Estamos situados numa posição estratégica que permite que os visitantes do Peru venham ao Brasil com mais facilidade e economia passando pelos ambientes mais ricos em biodiversidade do mundo”.

O vôo inaugural coincide também com a reabertura da principal atração turística do Peru, as ruínas da cidade inca de Machu Picchu, após ficar fechada por mais de dois meses devido aos estragos provocados pelas fortes chuvas.
O acesso a Machu Picchu ocorre agora de ônibus e de trem, saindo de Cuzco, a 120 km, depois que avalanches de lama e pedras causadas por fortes chuvas em janeiro afetaram a ferrovia, deixando mais de 4.000 turistas presos na cidade.

O trajeto em ônibus dura duas horas a partir de Cuzco, a antiga capital inca, até a localidade de Ollantaytambo, lugar no qual os visitantes devem pegar o trem até Águas Calientes, nos pés de Machu Picchu, onde se chega depois de 90 minutos.  O trecho inicial da ferrovia que liga Cuzco a Ollantaytambo permanece em fase de conserto, o que deve durar dois meses.

Inicialmente, os vôos acontecerão da Star Peru aconterão as segundas e quintas-feiras, partindo de Lima às 6h e chegando em Rio Branco às 10h.

A empresa também está em negociações  para atuar em parceria com a Trip, que há três meses realiza de segunda à sexta-feira seus voos de Rio Branco a Cuiabá. Com a operação conjunta, estendem-se ainda mais as opções para o turista, que poderá chegar até a capital do Mato Grosso.

Estes turistas, se todo o plano der certo, deverão passar a mais ou menos 37.000 pés de altura por Rondônia que ficará novamente a ver navios, ou no caso, aviões.

O Aeroporto Internacional Jorge Teixeira servirá apenas como alternativa, num caso de emergência. Para decepção dos fofoqueiros de plantão, as aeronaves supostamente alugadas pelo DETRAN/RO seriam um pouco menores do que esta.

1 comentário

Arquivado em Notícias

Livros imprescindíveis para entender Rondônia – 8 – Real Forte Príncipe da Beira

Deixe um comentário

Arquivado em Efêmeras Divagações